Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/15861
Tipo: masterThesis
Título: Do monólogo ao diálogo: uma crítica às práticas educativas
Autor(es): Oliveira, Fernanda Felix de
Orientador: Jesus, Luciano Marques de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Filosofia
Data de Publicação: 2019
Palavras-chave: DIÁLOGO (FILOSOFIA)
EDUCAÇÃO
FILOSOFIA
Resumo: O presente trabalho tem o objetivo de problematizar certas características do diálogo como uma forma de comunicação moralmente superior ao monólogo, examinando os valores presentes no monólogo que devem ser considerados no âmbito da educação. Busca-se analisar como o diálogo tem exercido uma dominação hegemônica que acredita na sua superioridade em relação à emancipação dos sujeitos. Então, explora-se as principais atribuições presentes no diálogo quanto ao seu conceito normativo e as características requeridas para participar dessa relação intersubjetiva. Para tanto, faz-se uma análise histórico-filosófica sobre as raízes do diálogo. Como principal referência à construção de diálogo, utiliza-se Sócrates como o primeiro educador do diálogo, visando compreender suas influências na concepção de diálogo e de dialética. Observa-se a Pedagogia Crítica e a concepção de Paulo Freire, bem como suas influências sobre diálogo na educação. Por meio de um estudo crítico e investigativo, visa-se questionar a hegemonia do diálogo nos discursos modernos sobre educação. Para isso, utilizase dos estudos dos filósofos Martin Buber e Emmanuel Levinas para a compreensão e análise das relações intersubjetivas e éticas, constituintes da relação do Eu com o Outro. Como contraponto à visão hegemônica de diálogo vale-se da proposição da professora norueguesa Tone Kvernbekk de que há valores no monólogo que precisam ser observados. Conclui-se, portanto, que o monólogo deve ser uma prática fomentadora do diálogo. Isto é, o monólogo pode ser visto na educação como uma condição necessária, e não suficiente para o ensinoaprendizagem. Portanto, o monólogo é um primeiro momento para desenvolver habilidades necessárias para a participação efetiva dos sujeitos no diálogo.
The aim of this research is to problematize particular characteristics of the dialogue as a form of communication morally superior to the monologue, examining the values present in the monologue that must be considered in the education field. The primary intent is to analyze how the dialogue has exerted an hegemonic domination that believes in its superiority in relation to the subjects’ emancipation in educational praxis insofar. Then, the main attributions present in the dialogue regarding its normative concept are explored, as well as the characteristics required to participate in this intersubjective relationship. For that, a historical-philosophical analysis is made on the origin of dialogue. As the main reference to the construction of dialogue, Socrates is used as the first educator of the dialogue, in order to understand its influences in the conception of dialogue and dialectics. The Critical Pedagogy and the conception of Paulo Freire, as well as his influences on dialogue in education are scrutinized. Through a critical and investigative study, the aim is to question the dialogue hegemony in modern discourses on education. For this, the studies of the philosophers Martin Buber and Emmanuel Levinas are used aiming at understanding and analyzing the intersubjective and ethical relations, constituents of the relation of the Self with the Other. Tone Kvernbekk’s work supports a counterpoint to the hegemonic view of dialogue where she postulates that there are values in the monologue that need to be observed. It is concluded, therefore, that the monologue should be a practice that promotes dialogue. That is, monologue can be seen in education as a necessary condition but not sufficient for teaching-learning. Therefore, the monologue can be considered the first stage to develop skills necessary towards the effective participation of the subjects in the dialogue.
URI: http://hdl.handle.net/10923/15861
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000495768-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,03 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.