Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/16502
Tipo: doctoralThesis
Título: Formação integral nos cursos da área da saúde: contribuição para humanização na educação superior
Autor(es): Rodenbusch, Camila de Barros
Orientador: Santos, Bettina Steren dos
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2019
Palabras clave: EDUCAÇÃO E SAÚDE
CIÊNCIAS DA SAÚDE - ENSINO SUPERIOR
ENSINO SUPERIOR
Resumen: A presente tese aborda a temática da humanização na Educação Superior na área da saúde. A pesquisa vai ao encontro da proposta apresentada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura (UNESCO) de uma “Educação para Cidadania Global”, exigindo estudantes preparados para enfrentar os desafios presentes na sociedade, buscando desenvolver habilidades socioemocionais, valores humanos e atitudes fundamentais para promover a transformação social, tornando-os profissionais preocupados com a sociedade e com as pessoas. O objetivo foi analisar a percepção dos professores dos cursos de graduação da área da saúde sobre formação integral e apresentar elementos para uma prática docente humanizadora. É um estudo qualitativo, descritivo e com abordagem de estudo de caso. Os participantes são docentes dos cursos de graduação da área da saúde, de uma instituição comunitária de Educação Superior, localizada no estado do Rio Grande do Sul. Para atender os objetivos desta investigação, foi utilizado para a coleta de dados um Questionário e uma Entrevista Semiestruturada. Os dados do questionário foram analisados e apresentados de forma descritiva e os dados da Entrevista Semiestruturada, foram analisados conforme a técnica de análise de conteúdo proposta por Bardin (2011). O referencial teórico que norteou o estudo foi dividido em três subcapítulos: Movimento Humanista, dando enfoque para a Psicologia Humanista e para Psicologia Positiva; Humanização na área da saúde, englobando a Política Nacional de Humanização; e, Educação Superior enfatizando a Formação Integral e a Prática Educativa Docente. Através dos dados coletados foi possível verificar que os docentes possuem o entendimento de formação integral e humanização de acordo com as teorias e os autores abordados no referencial teórico.Para eles esta formação deve englobar os aspectos técnicos, mas também os aspectos relacionados ao desenvolvimento do ser humano como um todo. Os currículos dos cursos ainda não contemplam estes aspectos, são fragmentados, reforçando o saber técnico. Existe a necessidade de currículos inovadores e interdisciplinares. Foi possível constatar a presença e o entendimento da dimensão humana por parte dos docentes. É preciso que os cursos proponham ações de integração entre as áreas de formação, englobando aspectos humanos, planejamento de atividades que desenvolvam a formação para cidadania global. Após as análises, reforça-se a tese de que é possível desenvolver uma formação integral e humanizada na Educação Superior.
This thesis addresses the theme of humanization in higher education in health. The research meets the proposal presented by the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO) of a “Global Citizenship Education”, requiring students to be prepared to face the challenges present in society, seeking to develop socio-emotional skills, human values and fundamental attitudes to promote social transformation, making them professionals concerned with society and people. The objective was to analyze the perception of undergraduate health professors about integral education and to present elements for a humanizing teaching practice. It is a qualitative, descriptive study with a case study approach. The participants are teachers of the undergraduate courses in health, from a community institution of Higher Education, located in the state of Rio Grande do Sul. To meet the objectives of this research, a questionnaire and a semi-structured interview were used for data collection. The questionnaire data were analyzed and presented descriptively and the data from the Semi-Structured Interview were analyzed according to the content analysis technique proposed by Bardin (2011). The theoretical framework that guided the study was divided into three subchapters: Humanist Movement, focusing on Humanist Psychology and Positive Psychology; Humanization in health, encompassing the National Humanization Policy; and, Higher Education emphasizing Integral Training and Teaching Educational Practice. Through the collected data it was possible to verify that the teachers have the understanding of integral formation and humanization according to the theories and the authors approached in the theoretical framework. For them, this training must include the technical aspects, but also the aspects related to the development of the human being as a whole.The curricula of the courses do not yet contemplate these aspects, they are fragmented, reinforcing the technical knowledge. There is a need for innovative and interdisciplinary curricula. It was possible to verify the presence and understanding of the human dimension by the teachers. It is necessary that the courses propose actions of integration between the areas of formation, encompassing human aspects, planning activities that develop the formation for global citizenship. After the analyzes, the thesis reinforces that it is possible to develop an integral and humanized formation in Higher Education.
URI: http://hdl.handle.net/10923/16502
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000497480-Texto+completo-0.pdfTexto completo1,22 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.