Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/16611
Tipo: doctoralThesis
Título: Jovens olhares sobre a cidade: lugares e territórios urbanos de estudantes porto-alegrenses
Autor(es): Oliveira, Victor Hugo Nedel
Orientador: Santos, Andréia Mendes dos
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Fecha de Publicación: 2020
Palabras clave: JOVENS - EDUCAÇÃO
ESPAÇOS URBANOS
EDUCAÇÃO
Resumen: A temática das Culturas Juvenis vem ganhando cada vez mais espaço na agenda da sociedade contemporânea. Da mesma forma, as vivências sociais de maior parte da população brasileira se dão em espaços urbanos. A cidade tornou-se, então, espaço e cenário da sociabilidade moderna juvenil. Esta Tese de Doutorado teve como objetivo principal analisar as percepções e vivências urbanas da cidade por jovens escolarizados de distintos segmentos sociais, em Porto Alegre. Enquanto justificativas, a escassez estudos sobre o tema configura-se importante, porém as fundamentais são o desenvolvimento de uma melhor compreensão dos sujeitosjovens que estão nas escolas e a forma como os estudos da cidade podem contribuir na educação contemporânea. Dois eixos compuseram o marco teórico da pesquisa: culturas juvenis, a partir dos autores José Machado Pais, Carles Feixa Pampols, Juarez Dayrell, Paulo Carrano, dentre outros; e apropriação do espaço urbano, com os autores Lana de Souza Cavalcanti, Milton Santos, Rogério Haesbaert, Y-Fu Tuan e outros. A investigação configurou-se como um estudo descritivo de caso múltiplo. Para atingir os objetivos propostos, a metodologia da pesquisa foi definia como multi-método, sendo realizadas quatro etapas de coletas de dados como as principais estratégias de investigação: aplicação de questionário; escrita de uma carta a um visitante hipotético; grupos focais e observações em campo. Os resultados apontaram que existem diferenças abruptas entre as realidades dos jovens de uma escola pública e de uma escola privada, que dizem respeito aos aspectos sociais, econômicos e dos mais variados tipos de acessos.As palavras “assalto” e “insegurança” são as mais notórias quando se pergunta quais as primeiras palavras que lhes vinham à mente quando pensam em Porto Alegre, o que denota que o tema da segurança pública constitui categoria central na investigação. Alguns espaços na cidade de Porto Alegre são de convergência dos jovens, como, por exemplo, o Parque Farroupilha, o Barra Shopping Sul e a Orla do Gasômetro. Já outros espaços são de divergência no fluxo desses jovens, com destaque para os espaços de alimentação. Para além dos espaços de trânsito e pertença juvenil, há convergência na ideia de que Porto Alegre necessita de mais segurança e que cultura e lazer são as principais vantagens de morar em Porto Alegre. Os jovens sujeitos da investigação levariam um visitante hipotético para visitar distintos pontos da cidade, sendo esses pontos localizados na zona central e na direção da zona sul de Porto Alegre. Ao mesmo tempo, alertam aos visitantes para o tema da insegurança pública. Ao mesmo tempo em que os jovens, em diversos momentos da investigação, manifestaram sentir medo na cidade, expressam sua esperança e seus desejos de viver em uma cidade mais segura e com menos desigualdades. Três categorias, portanto, foram centrais no estudo: segurança; os espaços, com suas convergências, divergências e fluxos; e a esperança em uma cidade melhor. É possível concluir, então, que as percepções e experiências urbanas contribuem de maneira direta com a construção identitária dos jovens. A cidade imprime seus contributos nos jovens e esses imprimem suas práticas culturais na cidade.
The theme of Youth Cultures has been gaining more and more space in the agenda of contemporary society. Similarly, the social experiences of most of the Brazilian population occur in urban spaces. The city then became the space and scene of modern youth sociability. This PhD Thesis had as main objective to analyze the perceptions and urban experiences of the city by educated young people from different social segments, in Porto Alegre. As justifications, the scarcity of studies on the subject is important, but the fundamental ones are the development of a better understanding of the young subjects who are in schools and how city studies can contribute to contemporary education. Two axes made up the theoretical framework of the research: youth cultures, from the authors José Machado Pais, Carles Feixa Pampols, Juarez Dayrell, Paulo Carrano, among others; and appropriation of urban space, with authors Lana de Souza Cavalcanti, Milton Santos, Rogério Haesbaert, YFu Tuan and others. The investigation was configured as a descriptive multiple case study. To achieve the proposed objectives, the research methodology was defined as multi-method, being performed four stages of data collection as the main research strategies: questionnaire application; writing a letter to a hypothetical visitor; focus groups and field observations. The results showed that there are abrupt differences between the realities of young people from a public school and from a private school, which concern the social, economic aspects and the most varied types of access.The words “assault” and “insecurity” are the most notorious when asked what are the first words that came to mind when they think of Porto Alegre, which denotes that the topic of public security is a central category in the investigation. Some spaces in the city of Porto Alegre are where young people converge, such as Parque Farroupilha, Barra Shopping Sul and Orla do Gasômetro. Other spaces, on the other hand, diverge in the flow of these young people, with emphasis on the food spaces. In addition to the spaces of transit and youth belonging, there is a convergence in the idea that Porto Alegre needs more security and that culture and leisure are the main advantages of living in Porto Alegre. The young subjects of the investigation would take a hypothetical visitor to visit different points of the city, these points being located in the central area and towards the south area of Porto Alegre. At the same time, they alert visitors to the topic of public insecurity. At the same time that young people, at different times during the investigation, expressed fear in the city, they expressed their hope and their desire to live in a safer city with less inequality. Therefore, three categories were central to the study: security; spaces, with their convergences, divergences and flows; and hope for a better city. It is possible to conclude, then, that urban perceptions and experiences contribute directly to the identity construction of young people. The city prints its contributions on young people and they print their cultural practices in the city.
URI: http://hdl.handle.net/10923/16611
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000498041-Texto+completo-0.pdfTexto completo5,55 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.