Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/1963
Tipo: masterThesis
Título: Identificação do self e themselves de jovens consumidores portoalegrenses
Autor(es): Bavaresco, Salete
Orientador: Rodrigues, Léo Peixoto
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: SOCIEDADE DE CONSUMO
COMPORTAMENTO SOCIAL
COMPORTAMENTO (PSICOLOGIA)
CONSUMIDORES
Resumo: O tema do trabalho refere-se aos estudos sobre o comportamento do consumidor que, na atualidade, são os que se ocupam mais em explicar as razões pelas quais, determinados agentes de consumo, fazem determinadas escolhas de consumo. Essa dissertação visa contribuir na compreensão do comportamento de consumo a partir da aplicação de uma abordagem teórica menos explorada dentro desses estudos na área de marketing. O desafio dessa iniciativa, hipótese geral do trabalho, está em fazer uso de uma teoria que parte da premissa de que o comportamento social realiza-se, em alguma medida, por meio de processos de interação. Verificar o potencial explicativo do Interacionismo Simbólico aplicado ao consumo é o foco central dessa pesquisa. Ao se conhecer melhor quais os elementos sociais estão intimamente ligados à formação de um self (capacidade de espontaneidade) e de um me (expressão interiorizada do Outro) pode-se avançar na compreensão do fato desses atores sociais serem tão adaptáveis a uma sociedade de consumo. Os interacionistas percebem que a descrição do comportamento humano tem como dado principal o ato social, concebido como comportamento externo observável.Privilegiou-se o método qualitativo em detrimento do quantitativo por esse último ser o mais usual nesse universo de estudo. Agentes sociais com idades de 11 a 13 anos foram observados em um de seus grupos de referência, num processo interativo, e em uma situação de consumo real. Buscou-se trazer elementos estruturais da sociedade em que vivem visando dar sustentação macro-sociológica ao fenômeno. O trabalho aponta a importância que o estudo do comportamento humano adquiriu dentro do sistema econômico e na organização do trabalho, cujo marketing passou a ser peça-chave nesse contexto. Considerando que o foco central do trabalho vincula-se a sua abordagem teórico-prática baseada no Interacionismo Simbólico reservou- se um capítulo específico com a tarefa de expor as principais premissas e conceitos do Interacionismo Simbólico. Ao se buscar compreender o fenômeno social do consumo, a partir da interação dos agentes sociais, com base na identificação dos elementos formadores do self e da influência dos themselves de seus grupos de referência, a pesquisa indicou que tal influência é possível de ser observada.Entre as conclusões obtidas na pesquisa percebe-se que embora os dois grupos analisados sejam de configuração sócio-econômicas, bem distintas, existe um themselve que claramente se identifica nos valores presentes na sociedade de consumo contemporânea e com isso mantém um diálogo simbólico coerente extra-grupo. Internamente, foi possível identificar o self de cada agente social dentro do grupo pesquisado segundo suas atitudes dentro do processo interativo. Percebeu-se ainda, a existência de uma forte correlação entre o self de cada agente e sua atitude em termos de consumo. Para a realização da presente pesquisa buscou-se combinações de técnicas qualitativas de coleta de dados e se fez uso de conceitos empíricos que precisam ser experimentados para serem aperfeiçoados cada vez mais. Talvez essa seja a principal contribuição dessa pesquisa, dado o grande esforço para a construção de uma análise empírica subjetiva fundamentada no Interacionismo Simbólico, embora exista muito ainda a se descobrir e experimentar nesse sentido.
The following research reffers to the studys of the costumer behavior, wich in present times, are more interested in the explanation of the reasons why certain constumers agents do some of their choices. This issue intends to add some answers and explanations for the costumer’s behavior, starting for a theorycal aproach less explored into this studys in marketing subjects. The challenge of this pice of work is in the use of a theory that leads to believe that the social behavior is, in some measure, touched for a interaction proccess. To check the explanative potencial of Symbolic Interactionism applyed to consumism is the central focus of this research. Knowing better wich social elements are closely connected to the builnding of a self (hability of beiing espontaneous) and a me (the interiorized expression of the other) we can follow toward the compreention of the fact that those social actors are so easyly adapted to a consumer’s society. The interacionists notice that the description of the human behavior has, as this main data, the social act, birth as the external behavior, wich can be wached.We have privileged the qualitative method, since the quantitative is more usual in this kind of study. Social agents, with ages between 11 and 13, were observed in one of their refference group, in a interative proccess, in real consumers situations. We maneged to bring a macro-sociological explanation to this issue. This research leads to the importance that the study of the human behavior has gained inside the ecconomic system and the work organization, in wich the marketing came to be the master-key in this context. Taking into consideration that the main subject of this research is the the theorycal-pratical aproach based in the Symbolical Interacionism we have destined a whole chapter to the task of the exposure of its main concepts and bases. When you try to understand the social fennomenon of the consumism, by the interacionism of the social agents, base don the iddentification of the ellements that build the self, and the inffluence of the themselves in their group, the research indicates that such inffluence is can be observed. Among the conclusions of this issue, we noticed that, although the groups chosen belongs to very differents social classes there is a thamself that is clearily inddentified in the vallues that coorrespond to the culture of the consumism that leads the the world nowadays, keeping a symbolic dialog with the coerent extra-group. Intternaly, its possible iddentify the self of every social agent inside the grooup, researching trhough their acts inside the interative proccess.We noticed the existence of a strong correlation between the self of every agent and this attitude in therms of consume. To the realization of this research, we search for the combination of qualitative technics to colect data and uses the empiric concepts that need to be tested to be improved. This is probabily the most important contribuition of this issue, due to the great efforce to the building of an empirical and subjective annalisys, fundamented in the Symbolical Interacionism, eventhoug there is still a lot to be tryed in this mather.
URI: http://hdl.handle.net/10923/1963
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000407030-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo924,96 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.