Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/2136
Registro completo de metadatos
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorWainberg, Jacques Alkalaien_US
dc.contributor.authorEspindola, Polianne Merieen_US
dc.date.accessioned2013-08-07T18:46:27Z-
dc.date.available2013-08-07T18:46:27Z-
dc.date.issued2010pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10923/2136-
dc.description.abstractEste é um estudo da estereotipia existente na comunicação intercultural. O objetivo é entender a natureza do estereótipo mental e seu papel na comunicação entre interlocutores de culturas distintas. Para tanto, observa os estudantes estrangeiros em programas de intercâmbio no campus da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O estudo define o conceito de estereótipo e explicita seu papel na comunicação intercultural; verifica sua relevância na construção das narrativas entre culturas; e procura explicar de que forma a cultura e o processo cognitivo influenciam na produção do estereótipo. Deseja também avaliar a percepção dos interlocutores em relação ao estereótipo na comunicação entre culturas. Para tanto, utilizou-se do conceito de sociedade líquida de Zygmunt Bauman para explicar em qual contexto sócio-cultural estamos inseridos, realizando uma analogia com o conceito de “supercrítico” advindo da engenharia. Para contextualizar a sociedade buscou-se desenvolver aspectos acerca do estereótipo e das temáticas adjuntas como: identidade, comunidade, sociedade e coabitação, partindo das ideias de Walter Lippmann, Bruno Mazzara, Ferdinand Tönnies e outros autores da psicologia, sociologia e neurociência.pt_BR
dc.description.abstractThis is a study of existing stereotypes in intercultural communication. The goal is to understand the nature of mental stereotype and its role in communication between speakers of different cultures. In order to do so, we examine the case of foreign students in exchange programs on the campus of The Catholic University of Rio Grande do Sul. The study defines stereotype and explains its role in intercultural communication, and notes its relevance in the construction of narratives between cultures and explains how culture and cognitive processes influence the production of the stereotype. It also wishes to assess the perception of interlocutors in relation to the stereotype in communication between cultures. For this we used the concept of society net Zygmunt Bauman to explain which socio-cultural context we are in, making an analogy with the concept of "supercritical" situation based on the engineering. To contextualize the society we have tried to develop aspects of the stereotype about the themes and adjuncts: identity, community, society and coexis- tence, ideas of Walter Lippmann, Bruno Mazzara, Ferdinand Tönnies and others in psy- chology, sociology and neuroscience.en_US
dc.language.isoPortuguêspt_BR
dc.publisherPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.subjectCOMUNICAÇÃO INTERCULTURALpt_BR
dc.subjectCOMUNICAÇÃO E CULTURApt_BR
dc.subjectESTEREOTIPIA (PSICOLOGIA)pt_BR
dc.subjectINTERCÂMBIO CULTURALpt_BR
dc.titleEstereótipos na comunicação intercultural: o caso do intercâmbio cultural na PUCRSpt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.degree.grantorPontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sulpt_BR
dc.degree.departmentFaculdade de Comunicação Socialpt_BR
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Comunicação Socialpt_BR
dc.degree.levelMestradopt_BR
dc.degree.date2010pt_BR
dc.publisher.placePorto Alegrept_BR
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000422621-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo672,1 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.