Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/2179
Tipo: masterThesis
Título: Che Guevara: a mídia como potencializadora do mito
Autor(es): Domingues, Juan de Moraes
Orientador: Haussen, Doris Fagundes
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: COMUNICAÇÃO SOCIAL
COMUNICAÇÃO E IMAGINÁRIO
MÍDIA
IMAGENS E ÍDOLOS
IDEOLOGIAS
CONSUMO
IMAGENS - REPRESENTAÇÃO
Resumo: Este trabalho analisa a força de permanência do mito de Che Guevara 40 anos depois de sua morte. Desde que foi morto na Bolívia, em outubro de 1967, Che se transformou em mito, a despeito de suas distintas versões e releituras ao longo do tempo. A famosa foto de Alberto Korda, reproduzida aos milhares nessas quatro décadas, se tornou uma espécie de totem ideológico, mas também uma imagem consumida por milhares de pessoas das mais diferentes maneiras. Esta dissertação, portanto, se ocupa em verificar a trajetória deste mito e a força que o mantém. Para isso, o estudo identifica ao menos quatro variáveis que atuam no fortalecimento do mito de Che: a midiática, a ideológica, a imagética e a de consumo. Embora não ajam necessariamente de forma simultânea e nem na ordem acima citada, é este ciclo que retroalimenta o universo guevarista. É importante notar que dentre as quatro variáveis, é a mídia que, em seus diferentes suportes, potencializa as outras três, impulsionando a imagem, o consumo e a ideologia de Che e seu mito.
This research studies the power of permanence of the Che Guevara´s myth 40 years after his death. Since he died in Bolivia, in october 1967, Che became a myth, with various versions and new readings during this time. Alberto Korda´s famous picture, a thousand times printed during these four decades, became an ideological totem, but also an image bought by many people through different ways. This dissertation, so, focus the path of the myth and the force that supports it. To do it, the study identifies at least four variables that act to give power to the myth: media, ideology, imagery and consumption. Though they don´t act simultaneously and not in the order they are placed, this cicle provides a constant feedback to guevarist universe. It is important to notice that among the four variables, it is the media that, with your ways, gives power to the others, leveraging the image, the consumption and the ideology of Che Guevara and his myth.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2179
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000407971-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,25 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.