Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2245
Type: masterThesis
Title: O fazer e o dizer: uma análise semiótica do discurso publicitário da UNISINOS
Author(s): Medeiros, Daniela Maria
Advisor: Carvalho, Cristiane Mafacioli
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social
Issue Date: 2013
Keywords: COMUNICAÇÃO SOCIAL
ANÁLISE DO DISCURSO - SEMIOLOGIA
SEMIOLOGIA
PUBLICIDADE - LINGUAGEM
LINGUÍSTICA
Abstract: This study analyzes the advertising discourse of Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos, through the analysis of the contracts that the University establish with communication partners. This study assumes that advertising is at the service of the market and, hence, looks forward to increase the interest of consumption. Therefore, examination of communication contracts also allows to identify how are established the strategies of concealment of marketing bias and seduction which in turn, through the enchantment, aim at achieving the objectives of consumption. Finally, through the theory of semiolinguistica Patrick Charaudeau and semiotic analysis in discursive level of Greimas and Courtes, the following five ads audiovisual of the University are analyzed: We want anyone who wants more, produced in 2004, To know is to live, produced in year, 2005; Transformation, produced in year 2008, 40 years, produced in year 2009 and Institutional 01 20, produced in year 2010.
Propomos com este estudo analisar o discurso publicitário da Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Unisinos. Para tanto, buscaremos em especial a análise dos contratos de comunicação que a universidade estabelece com os demais parceiros de troca. Esse estudo parte do pressuposto de que a publicidade está a serviço do mercado e, portanto visa despertar o interesse de consumo. Logo, revelar os contratos de comunicação permitirá também indentificar de que forma ocorrem as estratégias de ocultação do viés mercadológico e sedução que por sua vez, através do encantamento, visa atingir os objetivos de consumo. Para tanto, através da teoria semiolinguistica de Patrick Charaudeau e da análise semiótica em nível discursivo de Greimas e Courtés, analisaremos cinco anúncios audiovisuais da universidade: Nós queremos quem quer mais, produzido no ano de 2004; Pra saber tem que viver, produzido no ano de 2005; Transformação, produzido no ano de 2008; 40 anos, produzido no ano de 2009 e Institucional 01 20, produzido no ano de 2010.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2245
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000448724-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,13 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.