Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2557
Type: masterThesis
Title: Transição lenta ou ciclos de crescimento não sustentáveis: efeitos sobre o bem estar do rio grandino
Author(s): Pedroso, Ana Paula da Costa
Advisor: Bagolin, Izete Pengo
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Economia do Desenvolvimento
Issue Date: 2010
Keywords: ECONOMIA
DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - RIO GRANDE DO SUL
DESENVOLVIMENTO REGIONAL - RIO GRANDE DO SUL
RIO GRANDE (RS) - CONDIÇÕES SOCIAIS
ECONOMIA - TEORIAS
Abstract: A presente pesquisa propõe-se, através da análise do histórico econômico da cidade de Rio Grande – RS, das teorias Econômicas e dos indicadores sócio econômicos da cidade, identificar quais as teorias que melhor explicam o desenvolvimento de Rio Grande e quais os principais fatores responsáveis pelo processo lento e não linear da Cidade. Berço do Rio Grande do Sul, Rio Grande, teve uma participação significativa na economia do Estado, especialmente pela posição privilegiada geograficamente, que garantiu investimentos no Município, em razão do seu porto marítimo. O objetivo deste estudo é compreender as diferentes etapas do desenvolvimento da cidade. Também foi objetivo descrever e identificar no histórico da cidade os investimentos que mais expressividade e reflexo tiveram na qualidade de vida dos riograndinos, e a luz das teorias econômicas identificar quais as que melhor explicam o crescimento sem desenvolvimento da cidade de Rio Grande. A metodologia utilizada nesta pesquisa consiste em revisão bibliográfica, e apresentação e análise descritiva dos dados sócio econômicos do Município. As considerações finais deste trabalho deixam claro que apesar de algumas fases da economia ter características fortes de pensadores econômicos, voltados aos ciclos, a situação de Rio Grande, não manteve um comportamento esperado para que as concepções de Shumpeter e Rostow fossem atestadas. Entretanto, com algumas exceções, os trabalhos analisados que se preocuparam com as características, necessidades e desenvolvimentos de cidades portuárias, mostram que o Município, acima de qualquer teoria, é efetivamente caracterizado como tal, e presenciou todas as fases que o porto pode auxiliar e prejudicar o desenvolvimento do local.O prejuízo a condição de vida do riograndino, é constatada, na falta de medidas públicas e privada que deixam em prol dos interesses que o porto pode proporcionar as possibilidades de capacitação e oportunidades, especialmente nas questões de saúde e educação de seus cidadãos, impossibilitando que a cidade se mantenha em desenvolvimento junto com o crescimento sempre esperado para Rio Grande.
This study proposes, by examining the economic history of Rio Grande - RS, theories of economics and socio economic indicators of the city, identify the theories that best explain the development of Rio Grande and the main factors responsible by slow and nonlinear City. Cradle of Rio Grande do Sul, Rio Grande, had a significant stake in the state's economy, especially the privileged geographical position, which ensured that investments in the city, because of its seaport. The aim of this study is to understand the different stages of development of the city. Another objective was to describe and identify the historic city investments that had more expression and reflection on the quality of life of Rio Grande, and the light of economic theories to identify which ones best explain the growth without development of the city of Rio Grande. The methodology used in this research consists of literature review and presentation and descriptive analysis of socio economic of the county. The final considerations of this study make it clear that despite some phases of the economy has strong features of economic thinkers, directed cycles, the state of Rio Grande, has not kept an expected behavior for the views of Schumpeter and Rostow were attested. However, with few exceptions, the studies analyzed that were concerned with the characteristics, needs and development of port cities, show that the City, beyond any theory, it is effectively characterized as such, and witnessed all the stages that the port can support and hinder the development of the site. The harm the living conditions of Riograndino is observed in the absence of public and private measures that leave in the interests of the port can provide opportunities for training and opportunities, especially in matters of health and education of its citizens, making it impossible the city remains in development with growth always expected to Rio Grande.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2557
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000423986-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo566,89 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.