Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2749
Type: masterThesis
Title: Formação, vivência e desempenho do educador social: percepção e expectativas
Author(s): Chagas, Cristiane Vieira
Advisor: Engers, Maria Emilia Amaral
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2006
Keywords: EDUCAÇÃO
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO POPULAR
Abstract: O presente estudo investiga a formação, as vivências e as expectativas do educador social, na prática do trabalho não-formal. Ouvi estes educadores contando suas caminhadas profissionais, bem como observei a realidade de suas práticas educativas, voltando a atenção ao contexto institucional, com seu paradigma social e as concepções educacionais presentes. Essa pesquisa foi guiada pelo paradigma qualitativo de pesquisa e pela abordagem do Estudo de caso. Como o objetivo central de conhecer melhor os atores desta práxis educativa, mergulhei em seus ofícios. Para a coleta de dados, utilizei entrevistas semi-estruturadas e dialógicas, bem como voltei meu olhar para a história da Congregação a que este grupo de educadores pertence. Ainda mantive observações em reuniões, momentos educativos e de lazer de educadores e educandos, para compreender o contexto vivenciado por este grupo. Contei com depoimentos de 14 educadores, incluindo equipe coordenadora da Instituição, na coleta de dados. O estudo trouxe à tona a realidade de um grupo que está atuante na educação e formação de jovens e buscam desempenhar seu ofício com muito empenho e dedicação, porém carentes de fundamentação pedagógica em sua ação educativa.São pessoas engajadas em um projeto de promoção desta juventude, baseando seu enfoque educativo no amor e na formação humana. Eles utilizam os conceitos e preceitos fomentados pela instituição, mas carecem de uma identidade de grupo comprometido com a reflexão constante, pensante sobre o sentido de seu ofício. Os depoimentos revelam os sentimentos destes educadores, elucidando a pouca valorização social, o reconhecimento de suas limitações, mas boa parte deles tem a vontade de ir além. Parece ser importante um maior envolvimento institucional no sentido de incentivar uma educação continuada de qualidade, para que estes educadores sociais desempenhem seu papel com maior segurança, melhor embasados e conscientes da importância de seu trabalho para que os jovens que estão buscando ajuda, especialmente aqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social, possam alcançar uma certa liberdade, mais segurança, autonomia e sejam agentes de transformação social.
This study investigates the social educator formation, experiences and expectations in the informal work practice. I have heard these educators telling about their professional experiences, as well as I have observed the reality of their educational practice, focusing attention on the institutional context, its social paradigm and existing educational conceptions. This research was guided by the qualitative paradigm of research and by the Case Study approach. Aiming to know better the actors in that educational praxis, I went through their jobs. To collect information I used conversational and open semi-structured interviews, I also had to consider the history of the Congregation which the group of educators belong. I have observed meetings, educational moments as well as educators and students free time in order to understand the context they live in. For the information collecting I had 14 educators reports, including the institution coordination staff. The study brought up the reality of a group which is active in the education and formation of young people, trying to make their jobs with dedication and devotion, but with a lack of educational fundamentation on their educational practice.It is a group of people engaged in a Project to promote this young generation, focusing their educational practice on love and on human formation. They use concepts and ideas supported by the institution, but they cannot be identified as a group committed to a constant reflexion about the meaning of their work. The reports reveal the educators feelings, eliciting the low social value and awareness of their limitations. Even though, a great part of them would like to go further. It seems to be of great importance a bigger involvement from the institution aiming to incentivate a continuous education of good quality, so that this social educators play their role with more confidence, having a better support and aware of the importance of their work for social transformation and for the freedom of young people that look for help, so that, specially those who live in a situation of social vulnerability, may be able to achieve a certain freedom, more safety, autonomy and become social changes agents.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2749
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000386839-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,81 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.