Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/2853
Type: masterThesis
Title: O bem-estar na escola salesiana: evidências da realidade
Author(s): Pinheiro, Leandro Brum
Advisor: Mouriño Mosquera, Juan José
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Educação
Issue Date: 2011
Keywords: EDUCAÇÃO
BEM-ESTAR PESSOAL
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
PSICOLOGIA POSITIVA
ESCOLAS SALESIANAS
Abstract: This proposal has as its aim the teachers‟ well-being analysis in two salesian schools of Santa Catarina (Brazil) in order to identify some factors which are responsible for making these schools positive workplaces where teachers/workers may have the opportunity of increasing their self-realization, not only professionally, but personally. A broad disclosed situation nowadays such as the teachers‟ burnout turned this dissertation into a new point of view about the school as a workplace and about the teacher as a professional who is able to gratify himself and build up his own happiness. Many philosophical and sociological studies have been determining that we are living a global malaise, characterized by cultural rupture, values change and generalized individualism. Despite, some well-being situations that occur in educational milieu cannot be silenced. This work can be considered a quanti-qualitative research and it has the study case as its methodological approach. The research was made following four steps: (1) visiting the school; (2) applying the first data collection instrument (a structured questionnaire containing 65 Lickert-5-questions, about teacher burnout and teacher well-being) to all teachers of each school; (3) applying the second data collection instrument (six opened questions whose aim is to identify the teacher well-being factors present in salesian schools) to the teacher who had reached higher punctuation in the first instrument and, (4) analyzing data, through the content analyses approach. The first questionnaire reached more that 80% of return in both schools; this first material confirmed the initial hypothesis that salesian schools are places where professional can feel teacher well-being. Form the second questionnaire data, it was possible to identify the main factors of teacher well-being, which can be joined into two categories: the ones that depend on the teacher and the ones that depend on the school. The first are related to the calling, to the attempt on task execution, to the teacher identifying to salesian school and to the desire of continuing education. The factors that depend on the school, the continuing education, the accompaniment process and support structures, the psychosocial and physical environment of school and the professional valorization were the most reflected items by the researched teachers. Some important conclusions are: the well-being is a reality in salesian schools, specially considering the teacher not only as a professional, but as a person; the teachers‟ perceptions about teacher well-being match with the factors mentioned by the teachers when describing salesian school; and, teachers seemed to be highly identified with the pedagogical proposal of schools, what makes easier the well-being feeling.
A presente proposta tem como escopo principal a análise do bem-estar dos professores em duas escolas salesianas de Santa Catarina com o intuito principal de identificar alguns fatores responsáveis por fazer destas escolas locais de trabalhos positivos, nos quais os professores-trabalhadores podem ter a possibilidade de fomentar a sua autorrealização não apenas como profissionais, mas também como pessoas. Ante um quadro amplamente divulgado sobre o mal-estar dos professores, este trabalho busca uma possibilidade de olhar diferente para a escola como local de trabalho e para o professor como um profissional passível de gratificação e construção da própria felicidade. Diversos estudos no campo filosófico e sociológico determinam que se vive em um mal-estar global, caracterizado por elementos como ruptura cultural, mudança de valores e individualismo generalizado. Apesar disso, não se podem silenciar as situações de bem-estar que acontecem nos ambientes educativos. Este trabalho tem um cunho quanti-qualitativo e o estudo de caso como abordagem metodológica. A pesquisa foi realizada, seguindo quatro etapas: (1) visita à escola; (2) aplicação do primeiro instrumento de coleta de dados (um questionário estruturado, de 65 questões tipo-Lickert 5, sobre o mal-estar e bem-estar docente, em diversos âmbitos) a todos os professores da escola; (3) aplicação do segundo instrumento de coleta de dados (seis perguntas abertas que buscam identificar os fatores de bem-estar docente presentes na escola salesiana) aos professores que tiveram maior nível de bem-estar detectado a partir do primeiro instrumento e, (4) análise de dados propriamente dita, com base na teoria da análise de conteúdo.O primeiro questionário teve um índice superior a 80% nas devoluções, em ambas as escolas; este primeiro material confirmou a hipótese inicial de que a escola salesiana é um local onde os profissionais sentem o bem-estar docente. A partir dos dados do segundo questionário, foi possível identificar os principais fatores deste bem-estar, os quais podem agrupados em duas grandes categorias: aqueles que dependem do próprio professor e aqueles que dependem da instituição. Quanto aos primeiros, destacaram-se os relacionados à vocação, ao empenho na execução das tarefas, à identificação com proposta da escola e ao desejo de formação continuada. Com relação aos fatores institucionais, a formação continuada, o acompanhamento e as estruturas de apoio, os recursos disponíveis, o ambiente psicossocial e físico da escola e a valorização do profissional foram os mais refletidos pelos professores entrevistados. Como conclusões importantes, destacam-se: o bem-estar como uma realidade vivenciada nas escolas salesianas, especialmente pela consideração do professor não apenas como profissional, mas como uma pessoa; as percepções dos professores sobre bem-estar docente coincidem em grande parte com os fatores elencados por eles quando caracterizam a sua escola (local de trabalho); e, os professores mostraram-se altamente identificados com a proposta pedagógica da escola, o que facilita ainda mais a sensação de bem-estar.
URI: http://hdl.handle.net/10923/2853
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000430439-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,91 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.