Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/359
Tipo: masterThesis
Título: Análise in vitro da desinfecção promovida por diferentes protocolos de limpeza do canal radicular com o uso do ultrassom em dentes humanos infectados por Enterococcus faecalis
Autor(es): Silva, Kathrein Tapia da
Orientador: Figueiredo, José Antonio Poli de
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Fecha de Publicación: 2011
Palabras clave: ODONTOLOGIA
ENDODONTIA
MICROSCOPIA ELETRÔNICA
CLOREXIDINA
Resumen: Introdução: O objetivo deste estudo foi analisar, in vitro, a ação do ultrassom sobre os agentes antimicrobianos (hipoclorito de sódio 2,5% e clorexidina 2%) em dentes humanos infectados com Enterococcus faecalis.Metodologia: Foram utilizados 60 pré-molares humanos, os quais foram contaminados com uma cultura pura de E. faecalis com uma variável de 3. 9 a 6. 3 x 107(CFU/ml) por um período de 60 dias para formação do biofilme bacteriano. Os dentes foram divididos aleatoriamente em 8 grupos sendo que os grupos que fizeram uso de ultrassom tiveram um n= 10 e os grupos grupos controle (sem ultrassom) um n=5. Grupo 1- irrigação ultrassônica com hipoclorito de sódio 2,5%; grupo 2- irrigação ultrassônica com clorexidina líquida 2%; grupo 3- irrigação ultrassônica com clorexidina gel 2%; grupo 4- irrigação ultrassônica com água destilada; grupo 5- irrigação convencional com hipoclorito de sódio 2,5%; grupo 6- irrigação convencional com clorexidina líquida 2%; grupo 7- irrigação convencional com clorexidina gel 2% e grupo 8- irrigação convencional com água destilada. Foi realizada análise em Microscópio Eletrônico de Varredura (MEV).Resultados: Na análise em MEV em um aumento de 2000x em backscattering, analisou-se a remoção da smear layer e houve diferença significativa entre os grupos em todos os terços. Os grupos 1 e 2 apresentaram uma melhor capacidade de limpeza e foram similares em seus resultados. O grupo que apresentou um pior desempenho foi o grupo 7. No aumento de 10000X em backscattering, analisou- se a presença de bactéria no canal radicular e novamente houve diferença estatística entre os grupos em todos os terços. Os grupos que apresentaram menor biofilme bacteriano foram os grupos 1 e 2 e foram similares em seus resultados. O grupo que apresentou um pior desempenho no terço apical foi o grupo 8 e nos terços médio e cervical o grupo 7.Conclusões: Independente da solução, irrigação ultrassônica mostrou-se superior à irrigação convencional, indicando que o ultrassom deve ser utilizado como um excelente auxiliar na limpeza e desinfecção do canal radicular.
Introduction: This study aims at analyzing, in vitro, the ultrasonic action on microbial agents (sodium hypochlorite 2. 5% and chlorhexidine 2%) in human teeth infected by enterococcus faecalis.Methodology: Sixty human premolars were used, which were contaminated with an E. faecalis pure culture with 3. 9 to 6. 3 x 107(CFU/ml) during a period of 60 days to form bacterial biofilm. Teeth were randomly divided in 8 groups, whereby those in which ultrasonic was used had a n= 10, the control groups (without ultrasound) had a n=5. Group 1- ultrasonic irrigation with sodium hypochlorite 2. 5%; group 2- ultrasonic irrigation with chlorhexidine liquid 2%; group 3- ultrasonic irrigation with chlorhexidine gel 2%; group 4- ultrasonic irrigation with distilled water; group 5- conventional irrigation with sodium hypochlorite 2. 5%; group 6- conventional irrigation with chlorhexidine liquid 2%; group 7- conventional irrigation with chlorhexidine gel 2% and group 8- conventional irrigation with distilled water. An analysis with a scanning electron microscopy (SEM) was performed.Results: In the SEM analysis with a 2000x magnification in backscattering, it was analyzed the removal of the smear layer and there was a significant difference among the groups in all the root portions. Groups 1 and 2 showed better cleaning capacity and were similar in their results. The group which showed the worst performance was group 7. In the 10000X magnfication in backscattering it was analyzed the presence of bacteria in the root canal and there was again statistic difference among the groups in all the root portions. The groups which showed the smallest bacterial biofilm were groups 1 and 2, and they were similar in their results. The group which showed the worst performance in the apical third was group 8, and in the medium and cervical third group 7.Conclusion: Regardless of the solution, ultrasonic irrigation proved to be superior to the conventional irrigation; we believe that ultrasonic can be used as an excellent auxiliary to the root canal cleaningness and disinfection.
URI: http://hdl.handle.net/10923/359
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000434030-0.pdfTexto Completo636,76 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.