Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/3597
Tipo: masterThesis
Título: Análise da influência de diferentes fatores sobre as pressões ventilatórias máximas em idosos do município de Porto Alegre - Brasil
Autor(es): Fagherazzi, Sandra Barp
Orientador: Schwanke, Carla Helena Augustin
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Fecha de Publicación: 2010
Palabras clave: MEDICINA
GERONTOLOGIA
GERIATRIA
IDOSOS
ENVELHECIMENTO
CAPACIDADE INSPIRATÓRIA
RESPIRAÇÃO
FORÇA MUSCULAR
QUALIDADE DE VIDA
ANTROPOMETRIA
ATIVIDADES MOTORAS
Resumen: Introduction: with the aging process, the individual is undergoing changes, which are associated with chronic non-communicable diseases, may bring harm quality of life and functional capacity of the elderly. Understanding pulmonary changes of aging and the factors that influence pulmonary function, we can act to reduce their impact on functional capacity of the elderly. A parameter to assess lung function, which is diminished in the elderly, is a measure of the maximum pressure ventilation, which measures the strength of the ventilatory muscles, which is altered both by changes in the musculoskeletal system and in the respiratory system by aging. Objective: to determine the maximal ventilatory pressures from elderly Multidimensional Study of the Elderly in Porto Alegre (EMIPOA) – Brazil, and analyze its relationship with socio-cultural, economic, anthropometric, quality of life, activities of daily living and physical activity. Materials and Methods: this is a cross-sectional study by analysis of a database of a population-based sample of elderly EMIPOA. We evaluated 396 people, between the years 2005 and 2006, where he responded to an evaluation questionnaire with demographic information, perception of health and other information about diseases. The variables were measured by a pressure transducer for maximum ventilatory pressures, and the instruments used were International Physical Activity Questionnaire (IPAQ), Diabetes Self Care Scale (DSCS), World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Bref), the Barthel Index, Timed Up and Go Test (TUG test) and functional reach. Results: the values of MIP and MEP obtained for the study population were respectively 62,1± 28cmH2O and 83,8±35,9 cmH2O, men had higher values than the women (PIM = 76,9± 29,9cmH2O versus 54,5± 23,7cmH2O; p <0. 001 and PEM=111,2 ± 37,4 cmH2O against 69,7 ±25,5 cmH2O; p <0,001). Some variables had significant differences of influence in both maximum pressure ventilation, such as schooling (p=0,008), income (p<0,001), need for help in at least one usual activity (PIM p = 0,003 and PEM p = 0,036), chronic diseases, physical activity, self-perception of health, independence and quality of life. Conclusion: the study showed that the measures assesses ventilatory muscle strength change with aging and also directly from some variables such as income, level of independence, physical activity level, quality of life and functional capacity.
Introdução: com o processo de envelhecimento, o indivíduo vai sofrendo alterações, que, se associadas às doenças crônicas não transmissíveis, poderão trazer prejuízos na qualidade de vida e capacidade funcional do idoso. Entendendo as alterações pulmonares do envelhecimento e os fatores que influenciam na função pulmonar, podemos agir para diminuir o impacto destas sobre a capacidade funcional do idoso. Um parâmetro para avaliar a função pulmonar, que no idoso está diminuída, é a medida das pressões ventilatórias máximas, que mensura a força dos músculos ventilatórios, a qual se apresenta alterada tanto pelas modificações no sistema músculo-esquelético quanto no sistema respiratório pelo envelhecimento. Objetivos: determinar as pressões respiratórias máximas dos idosos do Estudo Multidimensional dos Idosos de Porto Alegre – Brasil (EMIPOA), e analisar sua associação com variáveis sócio-culturais, econômicas, antropométricas, qualidade de vida, atividade física e atividades de vida diária. Materiais e Métodos: trata-se de um estudo transversal, realizado através de análise de um banco de dados de uma amostra de base populacional dos idosos do EMIPOA. Foram avaliados 396 idosos, entre os anos de 2005 e 2006, onde responderam a um questionário de avaliação com as informações sociodemográficas, percepção de saúde e demais informações sobre doenças. As pressões ventilatórias máximas foram mensuradas através de manovacuometria. Também foram empregados os instrumentos Questionário Internacional de Atividades Físicas (IPAQ), Escala de Competência para o Auto Cuidado (ECDAC), World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-Bref), Índice de Barthel, Timed Up and Go Test (TUG) e teste do alcance funcional. Resultados: os valores de PIM e PEM obtidos para a população em estudo foram respectivamente 62,1±28 cmH2O e 83,8±35,9 cmH2O. Homens apresentaram valores significativamente superiores ao das mulheres (PIM=76,9±29,9 cmH2O contra 54,5±23,7 cmH2O; p<0,001 e PEM=111,2±37,4 cmH2O contra 69,7±25,5 cmH2O; p<0,001). Algumas variáveis tiveram diferença significativa de influência em ambas pressões ventilatórias máximas, tais como escolaridade (p=0,008), renda (p<0,001), necessidade de auxílio para ao menos uma atividade habitual (PIM p=0,003 e PEM p=0,036), doenças crônicas, prática de atividades físicas, auto percepção de saúde, independência e qualidade de vida. Conclusão: o estudo mostrou que as medidas avaliadas de força muscular ventilatória sofrem alterações com o envelhecimento e também diretamente de algumas variáveis, como escolaridade, renda, nível de independência, nível de atividade física, qualidade de vida e capacidade funcional.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3597
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000423232-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,65 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.