Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3601
Tipo: doctoralThesis
Título: A revolução dos mutilados: a história dos idosos que se propuseram a aprender para ensinar crianças sobre saúde bucal
Autor(es): Dockhorn, Denis Marcelo Carvalho
Orientador: Padilha, Dalva Maria Pereira
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: GERONTOLOGIA
GERIATRIA
SAÚDE BUCAL
ODONTOLOGIA GERIÁTRICA
CRIANÇAS - CUIDADO E HIGIENE
IDOSOS
PROMOÇÃO DA SAÚDE
Resumo: Esta pesquisa é um Estudo de Caso, realizado através de uma abordagem qualitativa com enfoque compreensivo e explicativo, tendo como base a observação participante, apresentada como informe escrito na primeira pessoa do singular, narrando o processo de capacitação de um grupo de idosos para trabalho em saúde bucal, de maneira a refletir sobre o processo ideológico, sobre as formas que os idosos utilizaram para desenvolver temas sobre saúde bucal e sobre a inserção do idoso na abstração saúde bucal como mercadoria com que se posiciona na estrutura do modo de produção capitalista e o trabalho de velhos que não têm mais dentes ensinando crianças com dentes. A sensibilização dos idosos para intervir em educação e promoção em saúde, com ênfase na abordagem em relação a autocuidado, dieta e higiene bucal encontrou respaldo em suas metas motivacionais. Estereótipos como o de que velhos devem ser comportados avozinhos puderam ser esclarecidos. Houve a escolha de formas próprias para desenvolver temas como aconselhamento sobre hábitos saudáveis; no grupo estudado estas formas eram sempre de conformismo e submissão e houve a opção por utilizar material não elaborado pelo grupo. A boca social deste grupo de idosos mostrou-se como consumida pela existência como trabalhadores de baixo salário e consumidora ávida de serviços protéticos. O trabalho de ensinar crianças fez-se real, não como educadores em saúde em sentido restrito, mas como contadores de histórias com temas sobre como conduzir a vida. Os encontros, tanto do grupo apenas e com crianças, resultavam em rodas de conversa que abordavam experiências de vida e comportamentos de submissão e conformismo.
This research is a Study of Case having the participant observation technique as base, resulting in a presented report as an inform written in the first person of the singular, telling the process of qualification of a group of aged for work in oral health, aiming at the reflection on the ideological process, the forms that the aged ones had used to develop subjects on oral health, the insertion of aged in the abstraction oral health as merchandise in the capitalist production and the work of elders who have not any more teeth teaching children with teeth. The sensitization of the aged ones to intervene in education and promotion in health, with emphasis in approach regarding self-care, diet and oral hygiene found endorsement in its motivation goals. Stereotypes as of that old they must be held grandfathers could have been clarified, through the choice of proper forms to develop subjects as advising on healthy habits; in the studied group these forms were always of conformism and submission and there was the option for using material not elaborated for the group. The social mouth of this group of aged revealed as consumed for appeared how consumed by the existence as workers of low wage and eager consumer of prosthetic services. The work to teach children became real, not as educators in health in limited sense, but like story-tellers with subjects on as to lead the life. The meetings, as much of the group only and with children, resulted in colloquy wheels that approached experiences of life and behaviors of submission and conformism.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3601
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000393939-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo918,27 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.