Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3618
Tipo: doctoralThesis
Título: Estudo dos fatores associados ao envelhecimento bem-sucedido de idosos da comunidade de Barra Funda-RS, Brasil
Autor(es): Rosa, Luis Henrique Telles da
Orientador: Machado, Denise Cantarelli
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: GERONTOLOGIA
GERIATRIA
ENVELHECIMENTO
ESPIRITUALIDADE
Resumo: Introduction: The demographic and epidemiological changes that happened in the last few years led to the realization of a series of studies related to aging. The concept of successful aging (SA) is associated with the maintain of cognitive and physical functions, low deficiency associated to diseases, and a positive commitment towards life. Purpose: The proposal of this study was to identify the factors associated to a well-succeeded aging in elderly people from Barra Funda, Rio Grande do Sul (RS) – Brazil. Methodology: The study was observational using transversal outlining. The population was composed 218 subjects with by elderly from the of Barra Funda-RS (88 men and 130 women). The following instruments were used: questionnaires in order to obtain the epidemiological and demographic data, the Barthel index and the Lawton scale to evaluate the functional capacity, was used to evaluate the cognitive capability the Mini Exam of Mental State. Social support, spirituality and resilience with specific scales were also evaluated. The data were analyzed using the SPSS version 11. 5. A 5% significance level was adapted. The associations between the quantitative variables were evaluated Pearson Correlation Coefficient, and between the categorical variables, the Chi-Square test was applied. The independent variables associated to well-succeeded aging were determined by means of a discriminatory analysis. Results: The elderly people were categorized into two groups: one with normal or usual aging and the other with well-succeeded aging. The elderly people who declared absence of chronic diseases, who were independent in relation to functional capacity, who had absence of cognitive deficit, presented spiritual well being, social support and high resilience were considered of well-succeeded aging. Therefore, 30. 3% of the subjects who were evaluated were classified as presenting SA. With the use of discriminatory analysis, the stepwise method, it was noticed that the discriminatory variables between the normal aging and the well-succeeded one were the number of comorbidities claimed by the elderly, the instrumental activities in their daily routines, the cognitive capacity and the resilience. The successful aging showed association with schooling ( 2=22. 491 and p<0. 001), age ( 2=11. 725 and p= 0. 003) and with the number of comorbidities or diseases ( 2=32. 721 and p<0. 001). The elderly with successful aging presented a higher average regarding Barthel, Lawton, social support, religious and spiritual well being and in the Mini Mental test. The age average of the elderly with normal aging was higher than of the elderly with SA. There was a positive correlation between resilience and social support (r=0. 891 and p<0. 001) and spiritual well being (r=0. 783 and p<0. 001). Conclusion: the results obtained in this study confirm the assumptions about SA presented by Rowe and Kahn. The diseases (number of comorbidities) reduce the chances of a SA while resilience, cognitive capacity and the instrumental activities of a daily routine protect the SA.
Introdução: As mudanças demográficas e epidemiológicas acontecidas nos últimos anos têm conduzido à realização de uma série de estudos relacionados ao envelhecimento. O conceito de Envelhecimento Bem-Sucedido (EBS) está associado à manutenção das funções físicas e cognitivas, baixa deficiência associada a doenças e um engajamento positivo com a vida. Objetivo: A proposta deste estudo consistiu em identificar os fatores associados ao envelhecimento bemsucedido em idosos do município de Barra Funda, Estado do Rio Grande do Sul. Método: O estudo realizado foi observacional com delineamento transversal. A população do estudo foi constituída por idosos do município de Barra Funda-RS, sendo 218 sujeitos (88 homens e 130 mulheres). Foram utilizados os seguintes instrumentos: questionários para obtenção dos dados demográficos e epidemiológicos; Índice de Barthel e Escala de Lawton para a avaliação da capacidade funcional e para a capacidade cognitiva utilizou-se o Mini-Exame de Estado Mental. Foram também avaliados: o apoio social, a espiritualidade e a resiliência com escalas específicas para tais fins. Os dados foram analisados utilizando-se o SPSS, versão 11,5. Adotou-se um nível de significância de 5%. As associações entre as variáveis quantitativas foram verificadas por meio do Coeficiente de Correlação de Pearson e entre as variáveis categóricas o Teste do Qui-Quadrado. As variáveis independentes associadas ao envelhecimento bemsucedido foram determinadas por meio da análise discriminante. Resultados: Os idosos foram categorizados em dois grupos: um com envelhecimento normal ou usual e outro com envelhecimento bem-sucedido. Foram considerados com envelhecimento bem-sucedido os idosos que declaram ausência de doenças crônicas, independentes quanto à capacidade funcional, ausência de déficit cognitivo, bem-estar espiritual, apoio social e resiliência superior. Desta forma foram classificados apresentando EBS 30,3% dos sujeitos avaliados. Por meio da análise discriminante, método stepwise, constatou-se que as variáveis discriminantes entre o envelhecimento normal e o bem-sucedido foram: o número de comorbidades declaradas pelo idoso, as atividades instrumentais da vida diária, a capacidade cognitiva e a resiliência. O tipo de Envelhecimento Bem-Sucedido mostrou-se associado com a escolaridade (c2 = 22,491 e p<0,001), com a faixa etária (c2 = 11,725 e p =0,003) e o com o número de comorbidades ou doenças (c2 = 32,721 e p <0,001). Os idosos com EBS apresentaram média superior com relação aos escores das escalas de Barthel, Lawton, apoio social, bem-estar religioso e espiritual e no teste Mini-Mental. A média de idade dos idosos com envelhecimento normal foi superior a dos idosos com EBS. A resiliência apresentou correlação positiva com o apoio social (r= 0,891 e p<0,001) e com o bem-estar espiritual (r = 0,783 e p<0,001). Conclusão: Os resultados deste estudo confirmam os pressupostos sobre EBS apresentados por Rowe e Kahn. As doenças (números de comorbidades) reduzem as chances do EBS e a resiliência e a capacidade cognitiva e as atividades instrumentais da vida diária são protetoras do EBS.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3618
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000397523-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,11 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.