Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3646
Tipo: doctoralThesis
Título: O ensino semipresencial na aprendizagem da língua espanhola com o uso de recursos informatizados pelos isodos: um estudo de caso
Autor(es): Wehmeyer, Cláudia de Oliveira Tacques
Orientador: Cammarota, Martin Pablo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: ESPANHOL - ENSINO
EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
IDOSOS
GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
Resumo: The present research is a case study of a group of elderly people learning Spanish as a foreign language in a semi-distance learning context. The question was: What is the potential for a online interaction learning with the aid of computerized resources for Spanish-speaking elderly? And specific objectives contribute to reference on the teaching of Spanish Language in online interaction form, with the elderly, with the intention of providing conditions for their learning and inclusion in the contemporary; and to evaluate the potential of online interaction learning this language, associated the use of computing resources in learning of that group, and describe the main aspects that show the ownership of the Spanish Language in the elderly in this mode and finally develop the 04 (four) skills through the virtual environment Moodle, for the dominion of language. The research was developed within a qualitative and naturalistic approach aiming at understanding and explaining the acquisition of the Spanish language by a group of elderly people in a semi-distance learning environment. The objectives of this research were to investigate the efficiency of adopting semi-distance learning methodology to teach Spanish to elderly people; to promote, through the teaching of Spanish, conditions for the learning and inclusion of elderly people in the contemporary world; to describe the main aspects that evidence the assimilation of the target language in this modality; and to develop the four abilities of language through the virtual environment of MOODLE. The subjects of the study were nine elderly persons who attended the pedagogical workshops of digital inclusion and who accepted the invitation of learning the Spanish language. The activities were proposed in a manner so to challenge the group to learn the language through semi-distance learning and to prepare activities which would evidence this learning. Data was collected through participant observation in the face-to-face classes, which happened every 15 days, and also through the activities posted by students in the MOODLE environment. The analysis of data was made through an interpretative discourse analysis. In this study we acknowledged the development of methodologies of language teaching, which ranged from most traditional teacher-centered methodologies up to current methodologies that have the computer and the Internet as fundamental tools for teaching and learning, even though their penetration in academic institutions has not been as fast as it has in other areas. Currently, there is the educational paradigm of distance education that aims at educating a larger number of students. There are many tools available to make the processes of learning and teaching more motivating, allowing easy access to information. In this work we decided to work with elderly people considering the limitations imposed on these people by their age such as hearing and vision impairment. Therefore, we opted to have more simplified uses, since we realized that as the group noticed their development they became more motivated, autonomous and secure to continue learning. An important aspect observed in this study was the desire of the group to learn and to be part of these changes, in spite of the challenges proposed. During the workshops, as the group was demanded to produce, it went through processes of creation, discoveries, and self-knowledge. It experienced feelings of happiness, achievement, frustration and impotence. In this research, we found that the belief that elderly people are unable or have difficulties to learn a foreign language or to use the computer is questionable. What seems to happen is that they do not have difficulties to learn, they just need more time than a younger person to learn.
A pesquisa foi desenvolvida em uma abordagem de cunho qualitativa e naturalista, pautada em um estudo de caso, buscando a compreensão e a explicação da realidade de um ensino semipresencial, por idosos, na aquisição da Língua Espanhola. A questão norteadora foi: Qual o potencial de um ensino semipresencial, com o auxílio de recursos informatizados de língua espanhola para idosos? E como objetivos específicos contribuir com pontos de referência sobre o ensino da Língua Espanhola na modalidade semipresencial, junto a idosos, com a intenção de propiciar condições para sua aprendizagem e inclusão na contemporaneidade; bem como, analisar o potencial do ensino semipresencial deste idioma, associado ao uso de recursos informáticos na aprendizagem do mencionado grupo; além de descrever os principais aspectos que evidenciam a apropriação da Língua Espanhola por idosos nesta modalidade e por fim desenvolver as 04 (quatro) competências, através do ambiente virtual MOODLE, para o domínio deste idioma. Na pesquisa participaram 09 (nove) idosos que frequentaram oficinas pedagógicas de inclusão digital, e que aceitaram o convite de aprender a língua espanhola. As atividades foram propostas de forma a desafiar o grupo a aprender o idioma, através do ensino semipresencial, e a elaborar materiais que evidenciassem esta aprendizagem. Os dados foram coletados por meio de observação participante, que se deram nos encontros presenciais, ocorridos quinzenalmente; e também através das atividades postadas pelos idosos-alunos no ambiente MOODLE. Utilizou-se a análise discursiva interpretativa no tratamento dos dados, por meio das descobertas, sucessivas leituras, interpretações e reinterpretação dos dados e observações. Percebeu-se a evolução dos principais métodos de língua estrangeira, desde o mais tradicional, em que o professor era o centro do saber, até chegar aos dias atuais, em que o computador e a Internet são ferramentas fundamentais para que ocorram os processos de ensino e aprendizagem, muito embora não tenham a mesma rapidez de penetração nas instituições de ensino que tiveram em outros âmbitos. Surge um novo paradigma educacional, que é a Educação a Distância, com a proposta de atingir um grande contingente de estudantes. Muitas são as ferramentas disponíveis para tornar os processos de ensino e aprendizagem mais motivadores e permitir que a informação seja mais abrangente, entretanto por optarmos por trabalhar com idosos devemos levar em consideração algumas limitações da idade, por exemplo, visão e audição. Portanto, optamos por usos mais simplificados, pois ao percebemos que os idosos denotavam seu crescimento se motivavam a continuar com autonomia e segurança. Um detalhe, porém muito significativo na pesquisa, foi o desejo de querer aprender e fazer parte destas mudanças, mesmo em dias em que o tempo não contribuía para isto. Embora através de determinados desafios propostos, das ferramentas utilizadas até o domínio da língua estrangeira, que estavam aprendendo, não impediam que os idosos seguissem sua aprendizagem. Passamos por vários processos de criação e autoconhecimento, sentimentos de alegria, conquista, frustração e impotência afloraram, descobertas e surpresas foram permitidas nestas oficinas, quando solicitávamos aos idosos-alunos, que produzissem. Nesta pesquisa comprovou-se também que estereótipos sobre a incompetência dos idosos de que não conseguem ou não podem aprender um idioma e a usar o computador são questionáveis. Eles parecem necessitar de mais tempo para aprender que uma pessoa mais jovem levaria para concluir uma tarefa, mas não estão impedidos de dominar a máquina ou aprender um idioma.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3646
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000432621-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,99 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.