Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/3671
Type: masterThesis
Title: Repercussão sobre a qualidade de vida e funcionalidade de idosos com osteoartrite submetidos à artroplastia de quadril
Author(s): Batista, Caroline
Advisor: Schneider, Rodolfo Herberto
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Issue Date: 2010
Keywords: MEDICINA
GERONTOLOGIA
QUALIDADE DE VIDA
OSTEOARTRITE
ARTROPLASTIA
ESTUDOS DE COORTES
IDOSOS
Abstract: A osteoartrite (OA) é a causa mais comum de dor musculoesquelética em idosos e acarreta uma redução progressiva da mobilidade e redução da capacidade funcional. A artroplastia de quadril tem sido apontada como um tratamento efetivo, principalmente quando a OA compromete a qualidade de vida (QV) e a funcionalidade dos indivíduos, podendo gerar dependência. O presente estudo teve como objetivo caracterizar uma população de idosos com OA de quadril e verificar o impacto da artroplastia de quadril sobre a QV e funcionalidade desse grupo. Para isso foi realizado um estudo de coorte com 30 idosos que realizaram cirurgia de artroplastia de quadril primária por OA em um serviço de ortopedia e traumatologia de um hospital universitário do Sul do Brasil no período de um ano. No pré-operatório e dois meses após o procedimento cirúrgico foram aplicados o Questionário Genérico de Qualidade de Vida Medical Outcomes Study 36-item Short-Form Health Survey (SF-36) e o Índice de Atividades Básicas de Vida Diária de Katz. As variáveis contínuas foram analisadas pelo teste t-student para amostras pareadas e as categóricas pelo teste do qui-quadrado de McNemar. Os dados foram analisados através do programa SPSS versão 17. 0. A amostra foi composta por 16 (53,3%) idosos do gênero masculino e 14 (46,7%) do gênero feminino.As idades variaram de 60 a 84 anos com uma média de 67,5 ± 7,3 anos. Em relação ao grau de instrução, 60% dos idosos tinham ensino fundamental incompleto. Quanto ao Índice de Massa Corporal (IMC), 40,0% dos idosos apresentaram sobrepeso. Referente a tratamentos prévios à cirurgia para OA, 40,0% dos idosos responderam ter realizado tratamento medicamentoso e 33,3% não tentaram nenhum tipo de tratamento antes da cirurgia. A grande maioria dos respondentes (80,0%) indicou a dor como principal motivo para realizar a artroplastia. Metade da amostra (50,0%) marcou seu estado de saúde como “muito ruim” antes da cirurgia. Houve uma associação estatisticamente significativa entre quedas e medicações utilizadas por dia (p=0,033), sendo que o número de quedas aumenta à medida que o idoso utiliza mais medicações. No Questionário de Qualidade de Vida SF-36 houve uma melhora (p<0,001) nos domínios dor, limitação física, aspectos sociais, capacidade funcional, saúde mental e vitalidade. Com relação ao Índice de Atividades Básicas de Vida Diária de Katz, houve um aumento no percentual de independência no período pós-operatório de 60% para 96,7% e uma diminuição significativa no de dependência parcial de 36,7% para 3,3%, (p=0,001). A artroplastia de quadril contribuiu para a melhora em diversos domínios da QV e na funcionalidade em um grupo de idosos com OA.
Osteoarthritis (AO) is the commonest cause of musculoskeletal pain in the elderly and results in a progressive reduction of mobility and functional capacity. Hip arthroplasty has been pointed as an effective treatment, particularly when AO compromises the quality of life (QL) and the functionality of individuals in such a way that can lead to dependency. The present study had as its objective to determine the profile of an elderly population with hip AO and to determine the impact of a hip arthroplasty on this group’s QL and functionality. For that a cohort study was carried out with 30 elderly subjects that underwent primary hip arthroplasty for AO in an orthopedics and traumatology service in a university hospital in the south of Brazil for the period of a year. In the pre-operatory period and two months after the surgery, the SF-36 and Katz’s Activities of Daily Living Index were applied. The continuous variables were analyzed with the Student´s paired T-test and the categorical ones with the McNemar’s Chi-square test. Data were analyzed with the SPSS program version 17. 0. The sample was made of 16 (53,3%) male and 14 (46,7%) female elderly.The ages varied from 60 to 84 years with an average age of 67,5 ± 7,3 years. In relation to education, 60% of the elderly had incomplete fundamental schooling. Forty percent of the elderly were overweight. Regarding treatments previous to the surgery for AO, 40% of the elderly reported having medication e 33,3% had not tried any kind of therapeutic measure before surgery. The vast majority of the respondents (80%) indicated pain as the main reason for having an arthroplasty. Before surgery, half of the sample (50%) stated that their health was “very bad”. There was a statistically significant association between falls and medication used per day (p=0,033), with the number of falls increasing with the increase in the medication used. In the Quality of Life Questionnaire SF-36 there was an improvement (p<0,001) in the dominions pain, physical limitation, social aspects, functional capacity, mental health and vitality. In relation to the Katz’ Activities of Daily Living Index, there was an increase in the percentage of independence in the post-operatory period from 60% to 96,7% and a significant reduction in the partial dependence from 36,7% to 3,3%, (p=0,001). The arthroplasty contributed to improvement in many dominions of QL and in the functionality in a group of elderly with AO.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3671
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000427709-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial326,34 kBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.