Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3678
Tipo: masterThesis
Título: Qualidade de vida de idosas após o tratamento cirúrgico de câncer de mama
Autor(es): Hansen, Dinara
Orientador: Frasson, Antonio
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: MEDICINA
GERONTOLOGIA
GERIATRIA
ENVELHECIMENTO
IDOSOS
NEOPLASIAS DA MAMA - TERAPIA
QUALIDADE DE VIDA
Resumo: O câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres e ocorre em maior número após os 60 anos de idade, sendo idade dependente. O tratamento do câncer está voltado para o aumento das possibilidades de cura e sobrevida, bem como melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Objetivou-se com este trabalho avaliar o impacto do tratamento de câncer de mama na qualidade de vida de um grupo de mulheres após os 60 anos de idade. Foi realizado um estudo quantitativo, transversal com enfoque descritivo e analítico em uma amostra de 50 idosas que realizaram tratamento de câncer de mama e um grupo controle de 50 idosas sem o diagnóstico de câncer de mama, freqüentadoras do Hospital São Lucas da PUCRS. As idades variaram de 60 a 94 anos, com média de 70,76 anos e desvio padrão de 6,95 anos. A qualidade de vida geral do grupo de câncer de mama mostrou-se significativamente melhor comparado ao grupo controle. Na relação da qualidade de vida e dados sócio-demográficos, o estado de saúde foi o que mais contribuiu para melhor qualidade de vida. Estado civil e primeiro grau completo também tiveram interferência significativa na qualidade de vida. Pode-se concluir que o tratamento de câncer de mama tem impacto na qualidade de vida na maioria das vezes enquanto está sendo realizado. Após o término do tratamento, a qualidade de vida tende a melhorar.
The breast cancer is the most common cancer among women and occurs in greater numbers after 60 years of age, and it is age dependent. The cancer treatment is focused on increasing the opportunities for cure and survival, and improving the quality of life of patients. The objective of this study was to evaluate the impact of the treatment of breast cancer in the quality of life of a group of women after 60 years of age. This was a quantitative, crosssectional with observation and analytical study on a sample of 50 elderly women who underwent treatment for breast cancer and a control group of 50 elderly people without a diagnosis of breast cancer, who frequented the St. Luke's Hospital PUCRS. The ages ranged from 60 to 94 years, with an average of 70. 76 years and standard deviation of 6. 95 years. The quality of life of the general group of breast cancer proved to be significantly better compared to the control group. In respect of quality of life and socio-demographic data, the state of health was the largest contributor to improved quality of life. Marital status and complete the first grade also had significant interference in quality of life. It was concluded that the treatment of breast cancer has an impact on quality of life in most of the time while being held. After the end of treatment, quality of life tends to improve.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3678
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000409900-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo398,58 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.