Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3712
Tipo: doctoralThesis
Título: Respostas fisiológicas em mulheres adultas em protocolo padrão de movimentos de hidroginástica dentro e fora da água
Autor(es): Scarton, Alessandra Maria
Orientador: Stobäus, Claus Dieter
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: MEDICINA
GERIATRIA
GERONTOLOGIA
IDOSOS
ENVELHECIMENTO
HIDROGINÁSTICA
ATIVIDADES MOTORAS
MULHERES
Resumo: Human development is an inevitable process that occurs during adulthood. The human developmental process consists of several periods of changes with stages of development and decline; and therefore, it stands out as a phase with numerous losses. Adulthood needs to be reviewed in all its aspects, giving more emphasis to health promotion and maintenance. Physical activity leads to several temporary and future gains, looking for successful ageing, it also corresponds to a reduction and the postponing of developmental changes. Within physical activities/ one physical activity in particular, acqua aerobics, is an excellent choice for exercising and obtaining the expected benefits without harmful effects. It is an activity that takes place in liquid environment, where various healthy and beneficial changes can happen for humans. The justification for this study is the necessity to identify the specific physiological variables, with self-protocol, that could assist with the instructor’s future lesson plans. It is possible to consider that planning and prescription can be improved, offering healthier benefits. Therefore, the purpose of this research was to analyze heart rate (HR), blood lactate levels and answers on Borg Scale of Perceived Exertion Scale (Borg Scale) in water aerobics exercise protocol, inside and outside water, in adult women. This was a direct research method and fieldwork adopting the quantitative-descriptive method. The sample was composed of 72 women: 24 young adults, 21 middle-aged and 27 elderly, all of whom were healthy and able to fulfill the exercises protocol. The data collection took place inside and outside water; HR and blood lactate levels were verified before and after the acqua aerobics basic exercises protocol implementation and answers to Borg Scale were identified after the protocol accomplishment inside and outside water. As main results: significant in water HR rest reduction, lower in water exercise HR, but with significant difference only with total and young adult sample; and lower lactate inside water, rested as well as while exercising point out a significant decrease, in water, for middle-aged and elderly groups. With elderly age group separated in two groups with or without medicine for high pressure, significant difference was found in exercise HR inside and outside of the water. Although the resting and exercising HR in water was lower, when comparing the rise from resting to exercise HR, the percentages in water were higher than percentages outside of the water. Lactate demonstrated a similar percentage rise inside and outside of the water for the young adults and middle-aged group. For the elderly group, the lactate levels outside water were doubled. The Borg Scale comparison inside and outside water was not significant, being around 12 for all the groups. However, it is possible to affirm that HR and blood lactate are lower inside water. Nevertheless, more studies would be necessary with established standard exercises in order to obtain significant results.
O envelhecimento humano é um processo inevitável que se dá ao longo da vida adulta. Embora seja um processo no qual ocorrem mudanças com momentos de desenvolvimento e declínios, é salientado como uma fase de muitas perdas. A vida adulta, precisa ser revista em todos os seus aspectos, dando ênfase à promoção e manutenção da saúde. A atividade física é considerada um fator imprescindível, que possibilita ganhos momentâneos e futuros à saúde, visando um envelhecimento bem-sucedido que corresponde à diminuição ou postergação das mudanças. Dentre as atividades físicas, a hidroginástica, vem se tornando uma excelente possibilidade de se exercitar e adquirir benefícios, sem danos, visto que é uma atividade realizada no meio líquido no qual acontecem adaptações positivas. A justificativa neste estudo se dá pela necessidade de identificação de variáveis físiológicas específicas, com protocolo próprio, que possam auxiliar a prática dos professores no que diz respeito a prescrição e planejamento proporcionando mais benefícios relacionados à saúde. O objetivo da pesquisa foi analisar os índices de freqüência cardíaca (FC), níveis de lactato sangüíneo e respostas na escala de percepção subjetiva do esforço (escala de Borg) em protocolo de exercícios de hidroginástica, dentro e fora da água, em mulheres nas três fases da vida adulta. A pesquisa foi direta e de campo tendo sido adotado o método quantitativo-descritivo.A amostra composta por 72 mulheres, 24 jovens, 21 de meia-idade e 27 da terceira idade, com saúde e possibilidade de realizar o protocolo de exercícios. A coleta de dados ocorreu dentro e fora da água; os índices de freqüência cardíaca, níveis de lactato sangüíneo foram verificados antes e após a execução do protocolo de exercícios de hidroginástica e as respostas na escala de Borg foram identificadas após a execução do protocolo. Como resultados principais: diminuição significativa da FC em repouso dentro da água; menor FC em exercício dentro da água, mas com diferença significativa só na amostra total e nas jovens; e menor lactato dentro da água, tanto em repouso quanto em exercício, ressaltando a diminuição significativa dentro da água no grupo de meia-idade e terceira idade. Separando o grupo de terceira idade (grupo sem uso de medicamento e com uso de medicamento para hipertensão arterial) diferenças significativas foram encontradas entre a FC em exercício, tanto dentro quanto fora da água. Embora os valores de FC em repouso e exercício tenham sido menores dentro da água, na comparação da elevação da FC do repouso para o exercício, o percentual de diferença foi maior dentro da água; já o lactato apresentou percentuais de aumento similares entre dentro e fora da água, no grupo jovem e de meia-idade, e no de terceira idade o lactato foi o dobro fora da água. A comparação da escala de Borg dentro e fora da água não foi significativa, ficando em torno de 12 para todos os grupos. Contudo, é possível afirmar que a FC e o lactato sangüíneo são mais baixos dentro da água, mas ainda são necessários estudos em exercício, com padrões mais estabelecidos, visando respostas significativas.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3712
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000400880-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo4,29 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.