Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3713
Tipo: doctoralThesis
Título: A dimensão espiritual no processo de viver envelhecendo
Autor(es): Zenevicz, Leoni Terezinha
Orientador: Moriguchi, Yukio
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2009
Palavras-chave: GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
GERIATRIA
ENVELHECIMENTO
IDOSOS
ESPIRITUALIDADE
RELIGIOSIDADE
Resumo: Introduction: Aging is a vital and natural stage of each human being, occurring during the entire life. The spirituality is congenital to the human being, and it has some fundamental qualities as kindness, humanity, respect, compassion and being interested by the other; and it can be experienced through religiosity. Goal: To explore how individuals from different age-groups experience spirituality in their aging process. Method: A transversal study in the thirty neighborhoods of Chapecó City, Santa Catarina, Brazil, was done within the period of June, 2008 to January, 2009, with 2,160 people among the age-groups of 20 to 39 years old, 40 to 59 years old and above the 60 years old. Results: The female gender, married and catholic people were predominant, and 83% of them are committed with their religion. 28. 2% of them practice other religious activities, which give them gratitude and a meaning to life. 68. 5% of them believe in the existence of spiritual matters and declare that these matters help them in different situations. The polled pray in thanks for their achievements and they do that in different locations, preferably abed. They believe in the Holly Bible and they do not practice social religiousness. They have the habit of read religious books related to their religion. 67% of them already had some kind of experience confirming God existence and 26% of the polled said that this experience is related to the obtaining and improvement of their health when in case of major illnesses. According to 71. 5% of them, the man is a spiritual being. The birth of their children was the happiest event to the polled, when they experienced a happiness sensation. The lost of relatives was the saddest and striking event reported by 58. 9% of the polled, and crying was the attitude taken to face this event. 32. 2% of polled talk to God and ask for assistance in overcoming the hardness of life. Regarding to receiving the report of a serious illness, health complications or when there is not much time of life remaining, 18. 1% of polled confirmed that they would intensively enjoy their life. For 72. 2% of polled, spirituality is important in their lives. The concept of having good health consists in the absence of pain and illness for 31. 6% of them. And 41. 8% of polled report that it is necessary to have healthy habits as good feeding, appropriate hygiene and physical activities in order to have a good health. Religion or this belief fortifies and helps in overcoming the problems, apart from its origin, according to 31. 3% of polled. Conclusions: 1) The individuals from different ages experience spirituality in the living process by aging in different ways, but the spirituality is pointed out as an important dimension, present in each one’s life. 2) It is possible to notice that individuals from 40 to 59 years old know they are more spiritualized now than they will be at their 60 to 69 years old. After this age, it is possible to verify that the aging process brings a bigger meaning to the spiritual dimension; besides that, the elders tend to give a higher importance to this dimension than younger individuals. To the elders, the spirituality tends to provide a certain safety on moments of insecurity in the constancy of the aging fragility.3) The most pointed spiritual practices were: to pray at any place, attend to religious practices (solemnities, cults), activities to the community and readings according to each one’s religion. 4) The existence of spiritual elements is accepted in all polled ages and as higher the age, higher is the belief about the existence of spiritual elements. 5) The majority of polled were catholic; however, even in other religions, the religious practice is noticed. 6) The polled said they attend to other religious activities in order to help the community, activities such as being a priest, a church minister or a catechizer, being in a praying group, being the talker in a lecture or the organizer of solidarity campaigns. They refer to these activities as something rewarding, giving them a meaning for their lives. These activities are done by the polled in different levels, according to their physical conditions and their time availability. 7) It was clear that the most common religious practice among all ages is the pray to face the sadness and joyfulness situations, no matter the place or the position to pray, the abed praying being the most practiced. 8) The majority of polled pray to say thanks and to their personal strengthning. It is noticed that, to the elders, praying is a way to the sins forgiveness and a solicitation of health improvement and for elders this is significantly different of other ages.9) Relating to faith and hope symbols, the most meaningful one is the reading of the Holly Bible, after that there is the belief in saints, which occurs mostly among young adults and adults. 10) From these results, it is suggested that the spirituality/religiosity practice is closely connected to the health/illness process, positively inducing to the acquisition and improvement of healthy habits, strengthening and helping to overcome problems. 11) It were noticed meaningful differences among individuals of different ages relating to the spirituality in living the aging process, and it is noticed the elder valorizes more intensively this spirituality
Introdução: O envelhecimento é um estágio vital e natural de todo ser humano, ocorrendo durante toda a vida. A espiritualidade é inata ao ser humano e possui qualidades fundamentais como a bondade, benevolência, respeito, compaixão e interesse pelo outro e pode ser vivenciada através da religiosidade. Objetivo: Investigar como os indivíduos de faixas etárias diferentes vivenciam a espiritualidade no seu processo de envelhecimento. Método: Foi realizado um estudo transversal nos trinta bairros de Chapecó SC de julho a janeiro de 2009, com 2. 160 pessoas nas faixas etárias de 20 aos 39 anos, 40 aos 59 anos e acima de 60 anos. Resultados: Houve predomínio do sexo feminino, de casados, católicos e 82,3% praticam sua religião. 28,2% participam de outras atividades religiosas, o que lhes confere gratificação e sentido à sua vida. 68,5% acreditam na existência de elementos espirituais e afirmam que eles os auxiliam em diferentes situações. Os pesquisados oram/rezam como forma de agradecimento e o fazem em diferentes locais e de preferência deitados. Acreditam na Bíblia e não praticam a religiosidade social. Praticam o habito de leitura de livros religiosos relacionados à sua religião. 67,0% já tiveram experiência confirmando a existência de Deus e 26,0% dos pesquisados relataram que esta experiência esta ligada a obtenção e melhora da saúde em casos de doenças graves. Para 71,5% dos pesquisados o homem é um ser espiritual. O nascimento dos filhos foi o evento mais feliz para os pesquisados e relataram sensação de felicidade. A perda familiar foi o evento mais triste e marcante relatado por 58,9% dos pesquisados e o choro foi a atitude tomada frente a este evento. 32,2% dos pesquisados conversam com Deus e pedem auxilio para a superação das dificuldades que encontram na vida. Em relação ao recebimento de uma notícia de doença grave, piora da saúde ou pouco tempo de vida, 18,1% dos pesquisados afirmam que iriam aproveitar a vida intensamente. A espiritualidade é importante na vida de 72,2% dos pesquisados. Para 31,6% dos pesquisados, a concepção de ter saúde consiste em não ter dor e ausência de doença. 41,8% apontam que para ter saúde é necessário manter hábitos saudáveis como alimentação, higiene adequada e atividades físicas. 31,3% dos pesquisados apontam que a religião ou a sua crença fortalece e auxilia na superação dos problemas independente de sua origem. Conclusões: 1)Os indivíduos de diferentes faixas etárias vivenciam a espiritualidade no processo de viver envelhecendo de forma diferenciada, mas ela é apontada como uma dimensão importante e presente na vida de cada um. 2)Observa-se que indivíduos de 40 a 59 anos se reconhecem mais espiritualizados do que os de 60 a 69 anos. Após esta idade verifica-se que o processo de envelhecer traz uma maior significância a dimensão espiritual, além disso, os mais idosos tendem a dar uma maior importância a esta dimensão do que indivíduos mais jovens. A espiritualidade para os mais idosos proporciona segurança nos momentos de insegurança de constância na fragilidade do envelhecimento.3)As práticas espirituais mais evidenciadas foram: rezar em qualquer lugar, freqüentar atividades religiosas (missas, cultos), atividades em prol da comunidade, e a realização de leituras relacionadas com a sua religião. 4)A existência de elementos espirituais é aceitos em todas as faixas etárias pesquisadas, e observou-se que quanto maior a faixa etária a crença na existência de elementos espirituais é mais sólida. 5)A maioria dos pesquisados pertencem à religião católica, entretanto mesmo em outras religiões observa-se a pratica religiosa. 6) Observou-se que os pesquisados informam participar de outras atividades religiosas em prol da comunidade tais como: pastor, ministros, catequizador, grupos de oração, palestrantes e organizador de campanhas solidárias. Referem-se a estas atividades como gratificantes e que lhes proporciona sentido a vida. São exercidas pelos pesquisados em diferentes atividades e obedecem a sua condição física e disponibilidade de tempo. 7) Evidenciou-se que a prática religiosa mais comum entre todas as faixas etárias é a oração/reza para o enfrentamento das situações de tristeza e alegria, independente do local e posição, sendo que a mais praticada é orar/rezar na posição deitada. 8) As maiorias dos entrevistados rezam para agradecimento e fortalecimento pessoal. Pode-se observar que para os idosos a oração/reza é uma forma de remissão dos pecados e um pedido para a melhoria da saúde, é significativamente diferente das outras faixas etárias.9) Em relação aos objetos de fé e de crença, a leitura da Bíblia é o elemento mais significativo, seguido da crença em santos que ocorre em maior proporção nos adultos jovens e adultos. 10) Apartir dos resultados sugere-se que a prática da espiritualidade/religiosidade intimamente relacionada ao processo saúde/doença influenciando positivamente para a melhoria e aquisição de hábitos saudáveis, fortalecendo e auxiliando na superação dos problemas. 11) Observou-se diferenças significativas entre os indivíduos de diferentes faixas etárias com relação á espiritualidade no processo de viver envelhecendo, sendo que se pode evidenciar que o idoso torna mais valorizada a espiritualidade.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3713
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000417994-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo10,49 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.