Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/3721
Tipo: masterThesis
Título: Ideação e tentativa de suicídio em idosos atendidos pela estratégia saúde da família de Porto Alegre
Autor(es): Ciulla, Leandro
Orientador: Cataldo Neto, Alfredo
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Fecha de Publicación: 2013
Palabras clave: MEDICINA
GERIATRIA
GERONTOLOGIA
SUICÍDIO
DEPRESSÃO
TRANSTORNO BIPOLAR
ENVELHECIMENTO - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
Resumen: Population aging is a global phenomenon that occurs more rapidly in developing countries like Brazil. As a consequence, there is the increased frequency of health problems characteristic of the elderly, including mental disorders. Depression is the most common psychiatric illness among the elderly. This pathology can achieve different levels of severity, from mild to the most severe and associated with suicide. Older individuals are at higher risk of suicide than any other population. The aim of this study is to evaluate ideation, attempts and risks of suicide in a random sample of the elderly attended by the Family Health Program of Porto Alegre. A prospective cross-sectional study was conducted. The sample consisted of 530 randomly selected older people from 27 Family Health Teams in the city of Porto Alegre (FHT/POA) drawn in a stratified manner by the "Health Districs". Diagnosis was made by psychiatrists experienced in evaluating the elderly and using the Brazilian version of the Mini International Neuropsychiatric Interview (M. I. N. I 5. 0. 0 plus).The results showed a total of 15. 7% (n=83) of the elderly sample presented a risk of suicide. Of this total 10% (n = 53) had low risk, 0. 8% (n = 4) moderate risk, and 4. 9% (n = 26) high risk. Among the subjects who were at risk for suicide a few significant associations can be highlighted: female (19. 5%, P <0. 001), not having income (34. 1%, P = 0. 022) and loss of one or more children (22. 6%, P = 0. 007). Regarding the mood it was found that 59. 2% (n=45) of those individuals with current unipolar depression presented a suicide risk, whilst 62. 5% (n=5) with current bipolar disorder and 33. 3% (n=8) with a past history of this disease also presented a risk of suicide. A high rate of suicide risk was found by this study in the elderly population living in the community of Porto Alegre. Increased mental distress was noted in the evaluated individuals and it was possible to identify predictive factors for suicide risk through the analyses performed. The findings of this study are worrying, being necessary to be replicated in other localities and samples. Even so, the results cited clamor for urgency in promoting the treatment of mental disorders and suicide risk, especially those specializing in the elderly.
O envelhecimento populacional é um fenômeno mundial que ocorre de forma mais acelerada em países em desenvolvimento como o Brasil. Em consequência disso há um aumento da frequência de problemas de saúde característicos do idoso, entre eles os transtornos mentais. A depressão é a doença psiquiátrica mais frequente entre idosos. Esta patologia pode alcançar diferentes níveis de gravidade, desde o leve até o mais severo e associado ao suicídio. Pessoas idosas têm risco mais alto para suicídio do que qualquer faixa etária. O objetivo do presente estudo é avaliar ideação, tentativa e risco de suicídio em uma amostra aleatória de idosos atendidos pela Estratégia Saúde da Família de Porto Alegre. O estudo é do tipo transversal com coleta prospectiva. A amostra constituiu-se de 530 idosos randomicamente selecionados de 27 Equipes de Saúde da Família do Município de Porto Alegre (ESF/POA) sorteadas de modo estratificado por Gerência Distrital. Para os diagnósticos, psiquiatras com experiência na avaliação de idosos utilizaram a versão brasileira do Mini International Neuropsychiatric Interview 5. 0. 0 plus (M. I. N. I. 5. 0. 0 plus). Em relação aos resultados: um total de 15,7% (n=83) dos idosos da amostra apresentaram risco de suicídio. Desse total, 10% (n=53) obtiveram risco baixo de suicídio, 0,8%(n=4) risco moderado e 4,9%(n=26) risco alto. Dentre os idosos que estavam com risco de suicídio algumas associações significativas podem ser destacadas: sexo feminino (19,5%; P<0,001), não ter renda (34,1%; P=0,022) e perda de um ou mais filhos (22,6%; P=0,007). Com relação ao humor, verificou-se que 59,2% (n=45) dos indivíduos com depressão unipolar atual apresentaram risco de suicídio. 62,5% (n=5) com transtorno bipolar atual estavam com risco de suicídio assim como 33,3% (n=8) dos indivíduos com transtorno bipolar no passado. Neste estudo foi encontrado uma alta taxa de risco de suicídio em idosos que vivem na comunidade de Porto Alegre. Notou-se elevado sofrimento mental nestes indivíduos avaliados e foi possível identificar fatores preditores do risco de suicídio através das análises realizadas. Os achados do presente trabalho são preocupantes, sendo necessário serem reproduzidos em outras localidades e amostras. Mesmo assim, os resultados citados clamam pela urgência na promoção do tratamento de transtornos mentais e do risco de suicídio, em especial, aquele especializado em idosos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3721
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000447890-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo8,62 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.