Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/3735
Tipo: masterThesis
Título: Estado nutricional e sua associação com fatores de risco cardiovascular e síndrome metabólica em idosos
Autor(es): Scherer, Fernanda
Orientador: Vieira, José Luiz da Costa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Gerontologia Biomédica
Data de Publicação: 2008
Palavras-chave: GERONTOLOGIA
GERIATRIA
ENVELHECIMENTO
NUTRIÇÃO
METABOLISMO
FATORES DE RISCO
DOENÇAS CARDIOVASCULARES
IDOSOS
Resumo: Objetivos – Caracterizar o estado nutricional de uma população de idosos vivendo na comunidade e verificar sua associação com fatores de risco cardiovascular e síndrome metabólica (SM). População e Métodos – Foi avaliado o estado nutricional e a prevalência de fatores de risco cardiovascular e de SM em uma amostra de idosos em um município de colonização alemã e italiana, localizado na região central do Rio Grande do Sul. O estado nutricional foi determinado através de índice de massa corporal (IMC), conforme classificação da OMS/1998. O diagnóstico de SM foi feito utilizando os critérios da International Diabetes Federation. Resultados – Entre os idosos avaliados, a prevalência de sobrepeso e obesidade foi 57% nos homens e 64% nas mulheres. As prevalências de hipertensão arterial sistêmica (HAS), diabetes melito (DM), SM, obesidade central, níveis de HDL-C baixos e triglicerídeos elevados foram maiores naqueles com sobrepeso e obesidade em relação aos com estado nutricional normal, em ambos os sexos.Usando como referência aqueles com estado nutricional normal, os portadores de sobrepeso apresentaram razões de chances de apresentar HAS, DM e SM respectivamente de 2,8 (IC 95%: 1,5 a 5,4), 2,8 (IC 95%: 1,1 a 6,8) e 4,8 (IC 95%: 2,0 a 11,5), enquanto aqueles com obesidade tiveram razão de chances para as mesmas patologias respectivamente de 5,4 (IC 95%: 2,4 a 12,5), 7,1 (IC 95%: 2,7 a 18,4) e 26,1 (IC 95%: 9,3 a 73,1) Conclusões – As razões de chances de apresentar HAS, DM, SM nessa população de idosos estão associadas com o estado nutricional definido pelo IMC, sendo progressivamente maiores naqueles com sobrepeso e obesidade, independente de gênero e idade. Os níveis de HDL-C e triglicerídeos foram mais elevados nos idosos homens obesos em relação àqueles com estado nutricional normal, o que não foi observado nas mulheres.
Objectives: To characterize the nutritional status in a population of elders living in the community and verify its relation with cardiovascular risk factors and metabolic syndrome (MS). Population and methods - The nutritional status and prevalence of cardiovascular risk factor and MS were assessed in the population of elders of a city in the state of Rio Grande do Sul in the south of Brazil, whose population is mainly of German and Italian origin. The body mass index (BMI), according to the 1998/OMS classification, was used to determine the nutritional status. The MS diagnostic was made using the International Diabetes Federation criteria. Results: Among the elders evaluated, 57% of the male and 64% of the female were overweighted or obese. Hypertension, diabetes mellitus, MS, central obesity, low HDL-cholesterol levels and high triglyceride levels were more prevalent in those with overweight and obesity when compared with those with normal nutritional status in both genders. Using those with normal nutritional status as reference, those with overweight showed odds ratio for presenting hypertension, diabetes mellitus and MS respectively of 2. 8 (CI 95%: 1. 5 to 5. 4), 2. 8 (CI 95%: 1. 1 to 6. 8) and 4. 8 (CI 95%: 2. 0 to 11. 5), while the obese elders presented odds ratio respectively of 5. 4 (CI 95%: 2. 4 to 12. 5), 7. 1 (CI 95%: 2. 7 to 18. 4) and 26. 1 (CI 95%: 9. 3 to 73. 1) for the same pathologies. Conclusions: The odds ratio for the presence of hypertension, diabetes mellitus and MS are associated with nutritional status defined by the BMI, being progressively greater in those overweighted and obese, independently of age and sex. HDL-C and triglyceride levels were higher in elderly obese men when compared to those with normal nutritional status, what was not observed in women.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3735
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000400252-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo981,3 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.