Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/3740
Type: masterThesis
Title: A imigração italiana no pós-guerra em Porto Alegre: memórias, narrativas, identidades de sicilianos (1946-1976)
Author(s): Conedera, Leonardo de Oliveira
Advisor: Constantino, Núncia Maria Santoro
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em História
Issue Date: 2012
Keywords: PORTO ALEGRE - HISTÓRIA
IMIGRAÇÃO ITALIANA - RIO GRANDE DO SUL
HISTÓRIA ORAL
REDES SOCIAIS
MEMÓRIA SOCIAL
IDENTIDADE CULTURAL
Abstract: A presente dissertação esclarece os resultados de investigação histórica sobre a imigração italiana em Porto Alegre nos anos pós-guerra. A escassez de documentação imigratória e a possibilidade de entrevistar os próprios emigrados fizeram com que se seguissem os pressupostos teórico-metodológicos da História Oral com o auxílio da Análise Textual Discursiva. A partir das narrativas construídas, buscou-se desvendar as trajetórias destes imigrantes. Para tanto, contextualizou-se o período italiano que precedeu o êxodo, desde o governo fascista até os anos posteriores à Segunda Guerra Mundial, analisando-se os motivos emigratórios, as redes sociais estabelecidas, ao mesmo tempo em que se examinaram os aspectos econômico-sociais do Brasil como país de destino. Contextualizando-se a inserção, a mobilidade e sociabilidade dos novos peninsulares na sociedade porto-alegrense. Por fim, procurou-se apresentar as memórias e identidades referidas pelos imigrantes em suas narrativas. Além disso, foram observadas as diferenças identitárias entre os italianos provenientes da Calábria e da Sicília, já que ambos dispõem de diferentes formas de identificação na sociedade receptora.
La presente ricerca chiarisce i risultati di un’ indagine storica sull’ immigrazione italiana a Porto Alegre nel secondo dopoguerra. La mancanza di documentazione su questo tema specifico e la possibilità di intervistare gli stessi immigrati hanno determinato la scelta dei presupposti teorico-metodologici della Storia Orale con l’ausilio dell’ Analisi Testuale Discorsiva. Attraverso alcune testimonianze raccolte, si è cercato di scoprire le traiettorie degli immigrati. Per tanto, si è contestualizzato il periodo italiano che precedette l’esodo, dal governo fascista fino agli anni successivi alla Seconda Guerra Mondiale, analizzando le motivazioni che spinsero alla scelta di emigrare e le reti sociali stabilite dagli emigranti. Allo stesso tempo si sono esaminati gli aspetti economici e sociali del Brasile come Paese di accoglienza. Si è cercato di contestualizzare l’inserimento, la mobilità e la sociabilità dei nuovi italiani nell’ambiente porto-alegrense e di presentare le identità e le memorie riferite dagli immigrati nei propri racconti di vita. Infine, si sono osservate le diversità identitarie tra gli italiani provenienti dalla Calabria e quelli dalla Sicilia, poiché entrambi i gruppi presentano differenti forme di identificazione nel contesto sociale di accoglienza. ita
URI: http://hdl.handle.net/10923/3740
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000437861-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,43 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.