Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/3753
Type: masterThesis
Title: O discurso do pioneirismo e suas representações: Tangará da Serra, MT (1976-1997)
Author(s): Andrade, Alex Sandre Marques
Advisor: Monteiro, Charles
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em História
Issue Date: 2009
Keywords: TANGARÁ DA SERRA (MT) - HISTÓRIA
COLONIZAÇÃO
IDENTIDADE CULTURAL
MUNICÍPIOS - MATO GROSSO - HISTÓRIA
Abstract: O presente trabalho de pesquisa teve por objetivo central problematizar a construção da história da cidade de Tangará da Serra, Mato Grosso. Analisou-se a construção de uma memória coletiva e o papel dos pioneiros no processo de colonização e formação do município. Nosso trabalho propõe-se a refletir a respeito dos textos históricos e relatos sobre o processo de colonização de Tangará da Serra. A delimitação temporal engloba o período entre as décadas de 1970 e 1990. O trabalho vai além do estudo da colonização unicamente como processo de ocupação de novos territórios e procura compreender as representações construídas sobre o pioneirismo a partir das memórias dos primeiros colonizadores, oficializada pelas administrações municipais. As representações são fundamentais para compreensão das tensões e disputas que envolvem o processo de formação das sociedades, nações e cidades. Ao estudar essas representações como produções culturais, pretende-se compreender o funcionamento e desconstruir o pioneirismo enquanto discurso histórico e político. Os pioneiros são sujeitos sociais construídos nas experiências históricas, tensões e disputas entre os grupos sociais no processo de colonização. Os pioneiros constituem-se nesse processo como um grupo social e político sobre o qual problematiza-se o processo de formação de memórias coletivas e de identidade cultural. Tais aspectos são os fundamentos a partir dos quais se elabora o discurso do pioneirismo, objetivo principal deste trabalho.
This research work aimed to question the central building of the city's history of Tangará da Serra, Mato Grosso. Analyzed to build a collective memory and the role of pioneers in the process of colonization and formation of the council. Our work aims to reflect on the texts and historical reports on the process of colonization of the Tangará da Serra. The definition covers the time period between the 1970 and 1990. The work goes beyond the study of the colonization process as only to occupy new territories and seeks to understand the representations built on the pioneering work from memories of the early settlers, which is formalized by the municipal administrations. The representations are fundamental to understanding the tensions and disputes involving the process of formation of societies, nations and cities. When considering these representations as cultural production is to understand the operation and deconstruct the pioneering as historical and political discourse. The pioneering social subjects are constructed in the historical experiences, tensions and disputes between social groups in the process of colonization. Are the pioneers in that process as a social group and political questions about which is the process of formation of collective memory and cultural identity. These aspects are the foundation from which it draws up the discourse of pioneering, purpose of this work.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3753
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000412994-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,56 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.