Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/3774
Type: doctoralThesis
Title: O mercado de terras e as transformações na sociedade agrária, na região de Cruz Alta R/S, a partir do avanço da produção de grãos, entre os anos 1990 a 2004
Author(s): Maroso, Gilmar Mantovani
Advisor: Flores, Moacyr
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em História
Issue Date: 2009
Keywords: AGRICULTURA - RIO GRANDE DO SUL - HISTÓRIA
RENDA AGRÍCOLA - RIO GRANDE DO SUL
GRÃOS - PRODUÇÃO
Abstract: O presente estudo tem como objetivo, analisar o mercado de terras e as transformações na sociedade agrária na região de Cruz Alta R/S, a partir do avanço da produção de grãos, entre os anos de 1994 a 2004. Visa elucidar a problemática das mudanças na estrutura fundiária, com o estabelecimento de um mercado de terra que provoca transformações na sociedade agrária regional. A hipótese básica afirma que as mudanças no espaço agrário regional são estudadas pelas dinâmicas e características de uso e apropriação da terra, e de seu fluxo de compra, pelo fato do adquirente buscar estabelecer uma maior escala de produção, com ampliação de área sob seu domínio. Para a compreensão da dinâmica da história agrária regional, o recorte histórico foi entre os anos de1990 a 2004, período de mudanças das políticas econômicas e agrícola do governo Collor. Metodologicamente quanto aos fins, a pesquisa foi descritiva e explicativa, já em relação aos meios, utilizou-se referencial bibliográfico, documental e pesquisa de campo. A pesquisa de campo foi realizada no município de Pejuçara R/S, nos meses de fevereiro a julho de 2008, utilizou-se do método de entrevista, com 28 perguntas semiestruturadas, com amostra de 30 produtores/proprietários que representou 10,9 % do universo. A tese apresenta uma nova abordagem, com objetivo de contribuir na reflexão a respeito das questões fundiárias. Sua interpretação busca resgatar o passado contido no presente, através da formação socioespacial. Mas o ineditismo reside na pesquisa local, sua interpretação a partir do estudo dos processos de colonização, modernização, transformações e permanências da classe de proprietários rurais.O estudo permitiu identificar a renda fundiária e suas possibilidades de apropriação, além de demonstrar que a renda é um fator determinante no preço da terra. Revelou que, em 1983, um hectare de terra para o cultivo, valia o equivalente a 50 sacas de soja; 80 sacas no ano de 1988 e 250 sacas em 1991. No ano de 1996 atinge a cotação de 480 sacas de soja o hectare, mesmo recuando para 250 no ano de 2000, volta a subir para 310 sacas no ano de 2002, chegando novamente ao patamar de 480 sacas por hectare no ano 2006. Dos produtores pesquisados, 40 % consideram a compra de terras um investimento excelente e 57 % consideram um bom investimento, e dotada de um valor simbólico e de muita significância, pois segundo eles é “meio de sobrevivência, patrimônio para o futuro e alta valorização”. O nível do preço da terra é o resultado das expectativas: rendas produtivas decorrentes da propriedade do ativo; custo de manutenção; prêmio de liquidez e ganho patrimonial. Essa realidade induz a junção do proprietário fundiário e o capitalista arrendatário numa só figura social, como forma de minimizar as perdas de renda absoluta, diferencial e até mesmo a renda agrícola. Essa nova configuração, mesmo sendo uma tendência, aponta para o surgimento de novos atores sociais e um novo modelo agrícola.
The present study has as objective to analyze the market of lands and the transformations in the agrarian society in the area of Cruz Alta R/S, starting from the progress of the production of grains, among the years from 1994 to 2004. The study aims to elucidate the problem of the changes in the land structure with the establishment of a land market that provokes transformations in the regional agrarian society. The basic hypothesis affirms that the changes in the regional agrarian space are studied by the dynamics and use characteristics and appropriation of the land of his/her purchase flow, for the acquirer's fact to look for to establish a larger production scale, with area enlargement under his/her domain. For the understanding of the dynamics of the regional agrarian history, the historical cut was among the years of 1990 to 2004, period of changes in the politics of economy and agricultural of the Collor government. As for the ends, the research was descriptive and explanatory. In relation to the means, it was used bibliographical referencial, documents and field research. The field research was accomplished in the district of Pejuçara R/S, in the months of February to July of 2008, it was used the interview method, with 28 semi-structured questions, with sample of 30 producers/landowners that represented 10,9% of the universe. The theory presents a new approach, with objective of contributing to the reflection regarding the land discussions. It´s interpretation tries to rescue the past contained in the present, through the social spacial formation. But the innovation lives in the local research, it´s interpretation starting from the study of the colonization processes, modernization, transformations and permanence of the rural proprietors' class.The study allowed to identify the land income and their appropriation possibilities, besides demonstrating that the income is a decisive factor in the price of the land. It revealed that in 1983 a hectare of land for the cultivation, was worth the equivalent to 50 soy bags; 80 bags the year of 1988 and 250 bags in 1991. In the year of 1996 it reaches the quotation of 480 soy bags per hectare, same retreating for 250 in the year of 2000, arises for 310 bags in the year of 2002, arriving again at the landing of 480 bags for hectare in the year 2006 again. Of the producers under research 40% consider the purchase of lands an excellent investment and 57% consider a good investment. And endowed with a symbolic value and of a lot of meaning, because according to them it is "a mean of survival, patrimony for the future and high evaluation". The level of the price of the land is the result of the expectations: current productive incomes of the property of the assets; maintenance cost; liquidity prize and patrimonial earnings. Such a reality induces the junction of the land proprietor and the capitalist tenant in only one social illustration, as way of minimizing the losses of absolute income, differential and even the agricultural income. That new configuration, despite the fact of being a tendency, it shows the emergence of the new social actors' and a new agricultural model.
URI: http://hdl.handle.net/10923/3774
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000411531-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,79 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.