Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/4020
Type: masterThesis
Title: Formas morfológicas variantes na gramática infantil: um estudo à luz da teoria da otimidade
Author(s): Lorandi, Aline
Advisor: Lamprecht, Regina Ritter
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Letras
Issue Date: 2007
Keywords: LINGUÍSTICA
MORFOLOGIA
FONOLOGIA - CRIANÇAS
AQUISIÇÃO DA LINGUAGEM
LINGUAGEM - CRIANÇAS
VERBOS
PORTUGUÊS
Abstract: A presente pesquisa se dedica ao estudo do fenômeno de regularização morfológica que envolve a sistematização, pela criança, de formas regulares aplicada a formas verbais irregulares do Português Brasileiro (PB). O universo do estudo inclui a fala de crianças monolíngües do PB, com idades entre 2:0 e 5:0 anos, residentes no Rio Grande do Sul. O estudo é motivado pela necessidade de uma explicação desse fenômeno morfológico presente na gramática infantil a partir de uma Teoria Lingüística, bem como uma descrição morfológica desses dados de fala. O objetivo é propor uma alternativa de estudo aos “erros” morfológicos (formas morfológicas variantes, conforme proposto neste estudo), tais como “trazi”, “fazo” e “sabo”, produzidos durante a aquisição da morfologia verbal, à luz da Teoria da Otimidade. Para tanto, é proposta uma análise que busque preencher a lacuna verificada nos estudos desse tipo de produção de fala, com o intuito de descrever morfologicamente e analisar, sob uma perspectiva de gramática tal como concebida pela Teoria da Otimidade, os verbos regularizados pela criança. O corpus é proveniente de um estudo transversal (Lorandi, 2004) e de estudos longitudinais (Banco de Dados Inifono CEAAL/PUCRS; Simões, 1997; e Silva, projeto em andamento) e é constituído por produções de fala espontânea, gravadas em fitas de áudio e/ou observadas pelas pesquisadoras.São 19 dados que revelam o conhecimento da criança sobre o subsistema morfológico da língua e que indicam que ela se guia por restrições de fidelidade ao radical no momento da produção de formas regularizadas. Dessa forma, acredita-se que considerações interessantes puderam ser tecidas ao longo deste trabalho, no sentido de propor uma reflexão acerca de aspectos tão valiosos da gramática da criança e da aquisição da morfologia verbal, evidenciados pela produção de formas morfológicas variantes.
This research is dedicated to the phenomenon of morphological regularization that involves the systematization of regular forms applied to irregular verbal forms by the child acquiring Brazilian Portuguese (BP). The corpus includes speech from BP monolingual children, with ages between 2:0 and 5:0, living in Rio Grande do Sul. The study was motivated by the necessity of an explanation of this morphological phenomenon, present in the child’s grammar, from a perspective of a Linguistic Theory, and also a detailed morphological description of these speech data. The objective is to propose an alternative study to the morphological ‘errors’ (variant morphological forms, as we propose here), such as “trazi”, “fazo”, and “sabo”, produced during the acquisition of verbal morphology, by means of the theoretical backgrounds of Optimality Theory (OT). To reach the objective, we propose an analysis that can fill the blank in the studies of this kind of speech production; we intend to describe morphologically and analyze, under an OT perspective, the verbs regularized by children. The corpus comes from a cross. sectional study (Lorandi, 2004) and longitudinal studies (Database Inifono CEAAL/PUCRS; Simões, 1997; and Silva, thesis in process) and it is constituted by spontaneous children speech, recorded in audio tapes and/or observed by the researchers.There are 19 data that reveal the children’s knowledge about the morphological subsystem of their language, and that indicate that the child is guided by faithfulness constraints to the root, when the production of regularized forms takes place. Thus, we believe that interesting considerations could be made in this dissertation, pointing to a reflection concerning the so valuable aspects of the grammar of the child and the acquisition of verbal morphology, that can be seen by the production of variant morphological forms.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4020
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000394302-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,11 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.