Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4216
Tipo: masterThesis
Título: Alçamento das vogais médias pretônicas sem motivação aparente
Autor(es): Klunck, Patrícia
Orientador: Bisol, Leda
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Fecha de Publicación: 2007
Palabras clave: PORTUGUÊS
LINGUÍSTICA PORTUGUESA - BRASIL
PORTUGUÊS - VOGAIS
PORTUGUÊS - FONOLOGIA
SOCIOLINGUÍSTICA
VARIAÇÃO (LINGUÍSTICA)
Resumen: Este trabalho é um estudo sobre o alçamento de vogais médias pretônicas em palavras cujo contexto não apresenta nenhum fator que determine por si só alterações de traços vocálicos. Foram desconsideradas palavras com contexto de harmonização vocálica, de elevação quase categórica como a vogal /e/ inicial, seguida de /S/ e /N/, assim como vogais em seqüência que podem formar ditongo ou hiato. Portanto, o estudo deteve-se em palavras do tipo boneca, tomate, pedestre. As ocorrências foram estudadas sob a perspectiva da Teoria da Variação, modelo laboviano. O estudo foi realizado com dados do português falado na cidade de Porto Alegre, amostra que faz parte do Banco VARSUL, propriamente Projeto VARSUL, o qual tem por objetivo a descrição do português falado no Sul do País. Os resultados da análise mostraram que a variação nesse contexto ocorre escassamente e que atinge mais a vogal /o/ do que /e/. Tudo indica que se trata de uma variação lexical e não de uma variação neogramática, pois ocorre com mais facilidade em palavras aparentadas, como cunversa, cunversava, cunversando; chuvendo, chuveu, chuver, do que em palavras isoladas em que se mostra timidamente.
The present work is a study about the lifting of medium pretonic vowels in words whose context presents no factor that determines by itself alterations of vocal lines. Words with context of vocal harmonization, of almost categorical elevation as the initial vowel /e/, followed by /S/ and /N/, as well as vowels in sequence that form diphthong or hiatus were inconsiderate. Therefore, the study focused words like boneca, tomate, pedestre. The occurrences were studied under the perspective of the Theory of the Variation, labovian model. The study was carried out with facts about the Portuguese spoken in the city of Porto Alegre, with a sample that is part of the Bank VARSUL, properly Project VARSUL, which has for objective the description of the Portuguese spoken in the south of the country. The analysis results showed that the variation rarely occurs in such context and it reaches the vowel /o/ more than /e/, being probably a matter of a lexical variation and not of a neogrammatical variation, because it commonly occurs in related words, like cunversa, cunversava, cunversando; chuvendo, chuveu, chuver, and it is very subtle in isolated words.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4216
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000400556-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo486,99 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.