Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/422
Tipo: doctoralThesis
Título: Influência da informação clínica na reprodutibilidade da interpretação de imagens por ressonância magnética da articulação temporomandibular
Autor(es): Bisi, Maurício André
Orientador: Grossi, Márcio Lima
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2011
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA
ARTICULAÇÃO TEMPOROMANDIBULAR - DISFUNÇÕES
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM
Resumo: A obtenção do diagnóstico das disfunções temporomandibulares (DTMs) se faz através de uma anamnese acurada e do uso de exames de imagem complementares. O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da informação clínica na reprodutibilidade intra e interexaminadores na interpretação de imagens por ressonância magnética (IRM) da articulação temporomandibular (ATM). Quarenta exames de ressonância magnética foram avaliados por sete especialistas em disfunção temporomandibular e dor orofacial em três momentos distintos. Na última avaliação foi informado aos avaliadores os dados clínicos dos pacientes. A reprodutibilidade intra-examinador foi avaliada mediante utilização da medida de concordância Cohen’s Kappa e, a concordância interexaminadores, pelo teste de Friedman. A hipermobilidade articular foi a patologia que obteve maior concordância (kappa 0,770) e a alteração degenerativa no osso temporal foi a de menor concordância (kappa 0,447) entre os examinadores. A informação clínica não teve influência na interpretação de imagens por IRM da ATM e não houve diferença estatisticamente significativa entre os avaliadores quanto a sua reprodutibilidade neste modelo de estudo.
Obtaining a diagnosis of temporomandibular disorders (TMD) occurs through an accurate clinical examination and use of complementary images. The aim of this study was to evaluate the influence of clinical information on inter and intra-examiner in magnetic resonance imaging (MRI)’s interpretation of the temporomandibular joint (TMJ). Forty imaging MRI were evaluated by seven experts on temporomandibular disorders and orofacial pain in three separate stages. The last assessment was reported the patient’s clinical examinations to the evaluators. Intra-examiner reproducibility was evaluated by use of the measure of agreement Cohen's kappa and the inter-examiner agreement was assessed by applying the Friedman test. Joint hypermobility was the pathology that obtained the highest agreement (kappa 0,770) and degenerative changes in the temporal bone was the one with the least agreement (kappa 0,447) between examiners. The clinical information did not influence the interpretation of ATM’s magnetic resonance images and there was no statistically significant difference between the evaluators regarding their reproducibility in this study model.
URI: http://hdl.handle.net/10923/422
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000430603-0.pdfTexto Completo7,86 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.