Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4311
Tipo: masterThesis
Título: Memórias de um sargento de milícias, de Manuel Antônio de Almeida: do encalhe à reedição
Autor(es): Barbará, Maria Lúcia de Azambuja
Orientador: Moreira, Maria Eunice
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Letras
Data de Publicação: 1996
Palavras-chave: LITERATURA BRASILEIRA - SÉCULO XIX - HISTÓRIA E CRÍTICA
ALMEIDA, MANUEL ANTÔNIO DE - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
MEMÓRIAS DE UM SARGENTO DE MILÍCIAS - CRÍTICA E INTERPRETAÇÃO
Resumo: A questão que permeia este trabalho é: “Por que uma obra tão mal recebida na época de sua publicação pode tornar-se um modelo de sucesso algumas dezenas de anos mais tarde?”. Para realizar tal estudo − cujo foco é a análise, a leitura e a recepção crítica de uma obra − optou-se pela teoria denominada estética da recepção. Para a realização do estudo da recepção e da análise de Memórias de um sargento de milícias, do trabalho teórico de Hans Robert Jauss, o introdutor da mencionada linha, aproveitou-se, principalmente, o que diz respeito à história da literatura, ao horizonte de expectativas e à distância estética. Os estudos de Wolfgang Iser, centrados na interação entre o texto e o leitor, fornecem os fundamentos para a análise das indeterminações e lacunas que permitiram a transformação da narrativa em objeto estético. Como já se disse anteriormente, a questão que norteia este estudo é a transformação do romance, antes “encalhado”, em uma das obras brasileiras com maior sucesso de público. Para atingir esse objetivo, o trabalho está dividido em cinco capítulos que dão conta da produção, da leitura e da recepção da obra. Desse modo, visa-se demonstrar os motivos pelos quais o romance obteve tímida receptividade ao longo do século XIX e foi tão prestigiado no século XX.
The question that pervades this work is: “why would a work so poorly received at the time of its publication may become a successful model some decades later?”. This study − which focuses on the analysis, reading and critical reception of a work − is based on the theory of the aesthetics of reception. Hans Robert Jauss ‘ theoretical work analyzes the reception of the book Memórias de um Sargento de Milícias through the history of literature, the horizon of expectations and aesthetic distance. The studies of Wolfgang Iser focuses on the interaction between the text and the reader, what provides the foundations for the analysis of indeterminations and gaps that allowed the transformation of the narrative into a aesthetic object. As it was said earlier, the objective that guides this study is to analyze the transformation of the novel, from “stranded” to one of the most successful Brazilian books. To achieve this objective, this work is divided into five chapters which focuses on the production, reading and reception of the work. Thus, the aim is to demonstrate the reasons why the novel that took shy responsiveness throughout the 19th century became so prestigious in the 20th century.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4311
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000136667-Texto+Completo+Parte+A-0.pdfTexto Completo Parte A18,78 MBAdobe PDFAbrir
Exibir
000136667-Texto+Completo+Parte+B-1.pdfTexto Completo Parte B5,88 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.