Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4509
Tipo: masterThesis
Título: A criança de seis e sete anos: estudos de memória, compreensão e cognição
Autor(es): Costa, Tatiane Milani da
Orientador: Cammarota, Martin Pablo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2012
Palavras-chave: MEDICINA
NEUROCIÊNCIA
ALFABETIZAÇÃO PRÉ-ESCOLAR
COGNIÇÃO
MEMÓRIA - CRIANÇAS
Resumo: Introduction: Since 2010, a new Brazilian law required the addition of an initial year in the elementary school curriculum in order to include six years-old students. This dissertation presents the description and discussion of a survey carried out during the first year of primary school, which was aimed to assess the association between age and students’ cognitive development. Objectives: The study seeks to compare children’s development between six and seven years old and verify if they have the same skills related to cognition, comprehension, memory and literacy. Methodology: Cross-sectional study with students attending the first year of primary school at the end of 2011, were 6 or 7 years old and went to preschool in the previous year. We employed specific tests to assess cognition, comprehension, memory and literacy in children. Results: Were evaluated 407 children from the public system (41 classes total) from the city of Porto Alegre, Brazil, which 188 (46. 2%) were males and 219 (53. 8%) females. The age at the beginning of the school year was 6. 3 ± 0. 3 years. The time to interview was 8. 3 ± 1. 0 months. Conclusion: The results indicated no association between age and students’ performance in the tests that evaluated cognition, memory or comprehension. We found an association between the age at the beginning of the school year and literacy degree at the time students were evaluated. The study show a female advantage in the question cognition. The research show the profile of the groups analyzed in relation to aspects evaluated.
Introdução: Desde 2010, orientadas por lei nacional, as escolas criaram um ano inicial no ensino fundamental com o objetivo de incluir alunos de 6 anos. Entretanto, é necessário avaliar se as crianças de seis anos estariam prontas cognitivamente para o ingresso escolar e a inserção no pro cesso de alfabetização. Teriam elas a mesma maturação cognitiva, capacidade de memória e compreensão que as crianças de sete anos?Objetivos: Esta pesquisa busca investigar o efeito da idade no desempenho de testes que medem a cognição, compreensão, memória e alfabetização, quando empregados no final do primeiro ano do ensino fundamental. Metodologia: Estudo transversal, realizado com alunos que estavam frequentando o primeiro ano do ensino fundamental em 2011, possuíam 6 ou 7 anos de idade e haviam frequentado a pré-escola no ano anterior. Foram avaliadas a cognição, a memória, a compreensão e a alfabetização através de testes específicos para cada item. Utilizaram-se modelos de regressão para avaliar o efeito da idade no escore de cada um dos testes. Resultados: Foram avaliados um total de 407 alunos de 21 escolas da rede pública de ensino de Porto Alegre, dos quais 188 (46,2%) eram do sexo masculino e 219 (53,8%) do sexo feminino. A idade no início do ano letivo foi de 6,3 ± 0,3 anos. O tempo até a entrevista foi de 8,3 ± 1,0 meses. Conclusões: Os resultados não sugerem associação entre idade e estágio cognitivo, memória ou capacidade de compreensão. Encontramos, entretanto, uma associação entre a idade no início do ano letivo e nível de alfabetização no momento da avaliação. Observou-se uma maior frequência de alunos do sexo feminino no período operatório concreto no parâmetro cognição. Por fim, o estudo apontou o perfil das turmas analisadas em relação aos aspectos avaliados.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4509
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000445401-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,2 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.