Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4547
Tipo: doctoralThesis
Título: Benefícios do canto coral para indivíduos idosos
Autor(es): Cassol, Mauriceia
Orientador: Bós, Ângelo José Gonçalves
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Data de Publicação: 2004
Palavras-chave: MEDICINA - TESES
GERIATRIA
GERONTOLOGIA
IDOSOS
ENVELHECIMENTO
FONOAUDIOLOGIA
CORAL (MÚSICA)
CORDAS VOCAIS
VOZ - TREINAMENTO
TRANSTORNOS DA FALA
Resumo: Introduction: Aging is a natural process of human development and although it’s a predictable phase, few are the studies on the normal vocal parameters of the elderly population. The vocal characteristics found in elderly individuals are characterized by roughness, hoarseness, tremor, reduction in maximum phonation time, which leads to short sentences and the need for air replenishing, reduction in intensity, decreased vocal range, reduction in speech speed, articulatory inaccuracy and resonance alteration. 3 Literature refers to the benefits of vocal training for singers, which is responsible for keeping flexibility, regularity and symmetry of the movements of vocal folds, contributing for the longevity of trained singing voices and a better respiratory efficacy, minimizing the aging effects on voice. 2 Objective: to evaluate the changes to the phonatory and respiratory functions in the elderly over a 2-year period of singing in a choir to ascertain if the alterations observed in the elderly stemming from the vocal aging process can be improved by singing and be maintained over the 2-year follow-up. Patients and methods: The study was of a longitudinal and experimental type. This study population comprised individuals over 60 years old. The sample consisted of 44 elderly individuals of both genders willing to participate in the performances of a choir. Initially, a questionnaire was applied in order to identify potential symptoms and voice problems in the participants, and periodical tests for perceptive-auditory and acoustic analysis of the voice to observe vocal quality in the elderly as well as the measurement of the vital capacity to gauge the respiratory function via spirometry were performed. Results: Means and standard deviations were calculated for the results from the perceptive-auditory and acoustic analysis of the voice, as well as for the values of vital capacity in each one of the evaluation stages. The differences observed in the means in the 4 evaluations of the choir were tested by analysis of variance (ANOVA) adopting a significance level lower than 5% (p<0. 05), paired Student’s t tests were calculated to observe the significance of differences in the evaluation stages. Chi square was calculated to test the distribution of the participants that mentioned a certain symptom (prevalences) or not in the 4 evaluations. Discussion: Based on the changes observed in the voices of aged individuals during the evaluations, it was concluded that the choir program was effective and provided the achievement of improved vocal patterns in relation with the parameters of vocal quality, pulmonary-phonatory-respiratory coordination, respiratory type, articulation, vocal range, pitch and vocal attack. As for the quantitative measures of voice, the mean values obtained in the four evaluations for jitter, shimmer, (HNR), signal to noise ratio (SNR), glottal noise energy (GNE), habitual fundamental frequency (mode f0), fundamental frequency of tremor (f0 tremor), vital capacity (VC) and maximum phonation time (MPT) showed statistically significant differences only for the parameters vital capacity, signal to noise ratio, harmonic to noise ratio and shimmer. Conclusion: We tested the hypothesis that the elderly participating in a choir would improve their vital capacity and vocal performance, which was verified through the results from the perceptive-auditory and acoustic evaluations of voice. There was a decrease in initially detected symptoms and voice problems in the course of the stint with the choir. The vocal and respiratory changes observed at first were maintained over the 2-year follow-up.
Introdução: envelhecer é um processo natural do desenvolvimento humano e, embora seja uma etapa certa, poucos são os estudos sobre os parâmetros vocais normais da população idosa. As características vocais encontradas em indivíduos idosos são caracterizadas como aspereza, rouquidão, tremor, redução dos tempos máximos de fonação, o que provoca frases curtas e a necessidade de reabastecimento de ar, redução na intensidade, tessitura vocal diminuída, redução na velocidade da fala, imprecisão articulatória e alteração da ressonância. 3 A literatura faz referência aos benefícios do treinamento vocal em cantores, o qual é responsável por manter flexibilidade, regularidade e simetria dos movimentos das pregas vocais, contribuindo para uma longevidade nas vozes cantadas, treinadas, e melhor eficiência respiratória, minimizando os efeitos da idade sobre a voz. 2 Objetivo: avaliar as modificações nas funções fonatória e respiratória em indivíduos idosos, no período de dois anos de prática do canto coral, para verificar se as alterações observadas nos idosos, decorrentes do processo de envelhecimento vocal, podem ser melhoradas com a atividade em canto coral e possam ser mantidas durante os 2 anos de acompanhamento. Pacientes e métodos: o estudo realizado foi do tipo longitudinal e experimental. A população desta pesquisa constou de indivíduos idosos (acima de 60 anos). A amostra consistiu de 44 indivíduos idosos, de ambos os sexos, dispostos a participar de atividades de canto coral. Inicialmente, aplicou-se um questionário para identificar possíveis sintomas e problemas de voz nos participantes e foram realizados testes periódicos de análise perceptivo-auditiva e acústica da voz para observar a qualidade vocal de idosos e a medida da capacidade vital para mensurar a função respiratória através da espirometria. Resultados: médias e desvios padrão foram calculados para os resultados das análises perceptivo-auditiva e acústica da voz, bem como para valores da capacidade vital em cada uma das etapas de avaliação. As diferenças observadas nas médias, nas quatro avaliações do grupo coral, foram testadas pela Análise de Variância (ANOVA) adotando um índice de significância menor que 5% (p<0,05), testes pareados de T de Student foram calculados para observar a significância das diferenças nas etapas de avaliação. O Qui-quadrado foi calculado para testar a distribuição dos participantes que referiram ou não determinado sintoma (prevalências) nas 4 avaliações. Discussão: a partir das mudanças observadas nas vozes de indivíduos idosos ao longo das avaliações, conclui-se que o programa de o canto coral foi efetivo e proporcionou a obtenção de melhora nos padrões vocais em relação aos parâmetros de qualidade vocal, coordenação pneumo-fono-respiratória, tipo respiratório, articulação, gama tonal habitual, intensidade, pitch e ataque vocal. Quanto às medidas quantitativas da voz, a média de valores obtidos nas quatro avaliações em relação a jitter, shimmer, proporção harmônico ruído (PHR), proporção sinal ruído (PSR), energia de ruído glótico (ERG), freqüência fundamental habitual (mode f0), freqüência fundamental do tremor (f0 tremor), capacidade vital (CV) e tempos máximos de fonação (TMF) apresentaram diferença estatisticamente significativas somente para os parâmetros de capacidade vital, proporção sinal-ruído, proporção harmônico-rupido e shimmer. Conclusão: idosos que participam do canto coral melhoraram a capacidade vital e a performance vocal, verificado através dos resultados das avaliações perceptivo-auditiva e acústica da voz. Ocorreu diminuição de sintomas e problemas vocais detectados inicialmente ao longo da atividade no canto coral. As modificações vocais e respiratórias observadas inicialmente foram mantidas durante os 2 anos de acompanhamento.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4547
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000321235-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo654,67 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.