Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4722
Tipo: masterThesis
Título: Nova proposta de modelo murino de asma aguda: utilização de protocolo curto sem adjuvante com sensibilização a ovalbumina
Autor(es): Rodrigues, Andréa Mendonça
Orientador: Pitrez, Paulo Márcio Condessa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Data de Publicação: 2011
Palavras-chave: MEDICINA
ASMA
EPIDEMIOLOGIA EXPERIMENTAL
PROTOCOLOS CLÍNICOS
MEDICAMENTOS
Resumo: Introduction: Some limitations have been raised over the murine models with ovalbumin (OVA) sensitization in asthma research. However, this model is still widely used and the acute OVA protocol in mice still plays a role in pre-clinical investigation. The use of adjuvant and long sensitization periods are some of the limitations raised. Aims: We have tested whether a shorter period of subcutaneous sensitization with OVA, with no adjuvant, induces a similar eosinophilic pulmonary response in mice, when compared with previous well-established control protocols. Methods: Adult female BALB/c mice were used and divided into groups, according to the number of OVA sensitizations (once or twice, OVA: 20 μg) and the number (two or three times) /dosage(40 μg and 100 μg) of intranasal OVA challenge. The shorter protocol (10 days-length) consisted of one subcutaneous OVA sensitization and three OVA challenges (100 μg). Total (TCC) and differential cell counts from bronchoalveolar lavage (BAL), eosinophil peroxidase (EPO) from lung tissue and histopathology (HE) of the lungs were performed 24 hours after the last OVA challenge. Results: Cell counts from BAL, EPO from lung tissue and histological lung abnormalities were not different between the groups studied. The shorter protocol induced a similar allergic lung response to OVA, when compared with the positive control, the same occurring with the other groups. Conclusion: We concluded that the use of one subcutaneous OVA sensitization elicit a strong allergic pulmonary response, free of adjuvant, in a 10-day-length protocol. Our findings suggest that this protocol may be used a first-line pre-clinical test, reducing cost and time of experiments, and avoiding the use of artificial adjuvants.
Introdução: Várias limitações têm sido levantadas em estudos de asma utilizando modelos murinos agudos sensibilizados com ovalbumina (OVA), mas este modelo é ainda amplamente usado, ainda mantendo sua importância em estudos pré-clínicos. Algumas limitações encontradas são o uso de adjuvante e os longos períodos de sensibilização. Objetivos: Testar se a sensibilização com OVA em um período curto, sem adjuvante, induziria uma resposta pulmonar eosinofílica em camundongos similar aos protocolos já previamente estabelecidos.Métodos: Fêmeas adultas de camundongos BALB/c foram utilizadas e divididas em grupos de acordo com o número de sensibilizações com OVA (uma ou duas vezes, OVA: 20 μg) e o número(duas ou três vezes)/dosagem(40 μg e 100 μg) de desafios intranasais. O protocolo mais curto (10 dias) consistiu de uma sensibilização subcutânea e três desafios com OVA (100 μg). Contagem total (CTC) e diferencial de células no lavado broncoalveolar (LBA), ensaio da peroxidase eosinofílica (EPO) do tecido pulmonar e histopatologia (HE) dos pulmões foram realizados 24 horas após o último desafio com OVA. Resultados: Contagem celular do LBA, EPO do tecido pulmonar e alterações inflamatórias da histologia pulmonar não foram diferentes entre os grupos estudados. O protocolo mais curto induziu uma resposta eosinofílica pulmonar à OVA semelhante ao grupo controle, ocorrendo o mesmo com os outros grupos. Conclusão: O uso de sensibilização subcutânea com OVA, sem adjuvante, resulta em uma significativa resposta pulmonar alérgica, permitindo sua utilização em protocolos de duração mais curta. Nossos achados sugerem que este protocolo pode ser utilizado como teste pré-clínico de primeira linha para pesquisa de novos fármacos, reduzindo custo, tempo e uso de adjuvante.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4722
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000431554-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,11 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.