Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/4782
Tipo: masterThesis
Título: Composições familiares e motivos de consulta em crianças em atendimento psicológico
Autor(es): Kruse, Luciane Maria
Orientador: Nunes, Maria Lúcia Tiellet
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Fecha de Publicación: 2009
Palabras clave: PSICOLOGIA
PSICOLOGIA CLÍNICA
PSICOLOGIA INFANTIL
RELAÇÕES FAMILIARES
DESENVOLVIMENTO INFANTIL
Resumen: The present master´s dissertation contains two studies. The first study is a review of the literature entitled “Different family arrangements and their implications in mental health of children” and reflects upon different family arrangements, focusing on nuclear, extended and single-parent families. Their characteristics are analyzed in order to discuss possible changes to the children’s emotional experience as related to family dynamics, given the fact that these new configurations bring about a different functioning to the families. The need for studies that translate information about events that promote child development focused on the environment in which the child is inserted, especially the family, is a relevant topic in the present research. The second study, “Relation between family arrangements and consultation motives for children to be brought to psychotherapy” aims at looking into the relation between the motives that lead children to psychotherapy services in three school-clinics in the city of Porto Alegre and the structure of their families. Hence, demographic and clinical data were identified concerning the child patients who sought for psychological help in the outpatient clinics and compared data reported about children coming from single-parent and nuclear families. The results showed that boys are more likely to be brought to treatment than girls, their ages ranging mostly from seven to nine, referred by the school and coming from nuclear families. The most frequent consultation motives (regardless of gender, age rank, and family arrangements) are: aggressive behavior, anxiety/depression, attention problems, learning disorders and social problems. Children from nuclear families were found to present more anxiety/depression complaints, whereas those coming from families characterized as single-parent reported more complaints of aggressive behavior.
Esta dissertação apresenta dois estudos. O primeiro é uma revisão de literatura intitulada “Diferentes Composições Familiares e suas Implicações na Saúde Mental Infantil” e busca refletir sobre as diferentes composições familiares, enfocando as famílias nucleares, extensas e monoparentais. Serão analisadas suas características para permitir uma reflexão sobre possíveis modificações na experiência emocional infantil relacionada às novas dinâmicas familiares, visto que as diferentes composições trazem diferentes funcionamentos familiares. A necessidade de estudos que traduzam informações sobre os eventos promotores do desenvolvimento infantil tem focalizado o ambiente em que a criança está inserida, especialmente a família, como tópico relevante à pesquisa. O segundo estudo, “Relação entre Composições Familiares e Motivos de Consulta em Crianças em Atendimento Psicoterápico” tem como objetivo examinar a relação entre os motivos de consulta que levam crianças para atendimento psicoterápico em três clínicas-escola de Porto Alegre e a estrutura de suas famílias. Para isso, foram identificados os dados sociodemográficos e clínicos referentes à clientela infantil que procurou atendimento psicológico nas clínicas-escola, comparando-se esses dados entre crianças oriundas de famílias monoparentais e nucleares. Os resultados demonstram que meninos buscam mais atendimento que meninas, com a faixa etária predominante de sete a nove anos, encaminhados pela escola e vindos de famílias nucleares. Os motivos de consulta mais frequentes (independente de sexo, faixa etária e composição familiar) são: Comportamento Agressivo, Ansiedade/Depressão, Problemas de Atenção, Problemas de Aprendizagem e Problemas Sociais. Observou-se que as crianças de famílias de composição nuclear apresentam como motivo de consulta mais ansiedade/depressão, e as provenientes de famílias caracterizadas como monoparentais apresentam mais comportamento agressivo.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4782
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000428524-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo218,97 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.