Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4853
Tipo: doctoralThesis
Título: Como lembramos juntos?: emoção e diferenças individuais na conformidade de memória
Autor(es): Busnello, Rosa Helena Delgado
Orientador: Stein, Lilian Milnitsky
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Data de Publicação: 2012
Palavras-chave: PSICOLOGIA
PSICOLOGIA COGNITIVA
MEMÓRIA - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
EMOÇÕES
Resumo: Em situações sociais, é comum haver um ajuste implícito entre os eventos que o sujeito lembra e aqueles absorvidos de seus pares, assumidos como suas próprias memórias. Na literatura,esse ajuste é denominado como conformidade de memória (CM). Segundo o modelo de Wright, London e Waechter (2010), entende-se que a CM ocorre a partir de dois fatores cognitivo-sociais: um normativo (i. e. , a deliberação do custo-benefício em discordar da memória alheia), e outro informacional (i. e. , a comparação da própria memória com a alheia,sendo esta última privilegiada). Na pesquisa de CM, um participante responde ao teste de memória primeiro e o outro na sequência; assim, ao ser indagado quanto à memória de um evento, o indivíduo tende a seguir a memória alheia. Nessa direção, a presente tese investigou o impacto da emoção e de diferenças individuais de temperamento no efeito de CM. A tese é apresentada em três seções. A primeira é uma seção teórica e as demais são empírico experimentais. Os materiais utilizados na primeira seção empírica foram computadores e fotos selecionadas do International Affective Picture System (IAPS; Lang, Bradley & Cuthbert, 2008). As fotos foram utilizadas em teste de reconhecimento, tendo sido selecionadas em duas de suas dimensões emocionais: o alerta (controlado) e a valência (manipulada). Os resultados obtidos evidenciaram conformidade de memória, mas não evidenciaram diferenças significativas quanto ao impacto da valência no efeito de CM. A segunda seção empírica investigou o impacto de dimensões individuais de temperamento na CM, apresentando cliparts1 (Nova Devellopment, 2004) também em computadores e utilizando a escala AFECTS (Lara et al. , no prelo) como instrumento psicométrico. A análise dos dados evidenciou que CM está negativamente correlacionada com três dimensões de temperamento: raiva, inibição e sensibilidade.Em conclusão, consideramos, em nosso estudo, a emoção dos eventos não evidenciou interferência na conformidade de memória, apesar de fazê-lo na memória individual; e que dimensões individuais de temperamento diminuem a magnitude do efeito de conformidade de memória.Memory conformity (MC) is a social cognition effect that occurs universally in everyday life, when people assume others memories about an event presented together. Wright, London and Waechter (2010) framework explain its causes as normative and informative. Normative causes refer to the costs and benefits of disagreeing with the group. Informative causes concerns, mainly, about the belief of one's own memory versus that of others. In a typical MC study, pairs of participants are shown an event and then they are tested. One of the participants reports first, and then the second participant responds. Experimental studies have found that what the first participant reports influences the second person’ reports. Following this research issue, the principal aim in this dissertation was to investigate whether emotional features in photographs and how individual differences in temperament could elicit an impact on MC. This study consists of three sections: The first is a theoretical approach about memory conformity, and the other two sections consist of experimental research.
The first empirical 11 section presents a study that used photographs from International Affective Picture System (IAPS; Lang, Bradley & Cuthbert, 2008) presented in computers screens to pairs of participants. As a result, we found that negative stimuli impact memory (according to the memory research), but showed no difference between negative, positive or neutral photographs features in the memory conformity phenomenon. The second section used clip arts2 (Nova Development, 2004) and the Afects temperament scale (Lara et al. , in press). Results evidenced negative correlations between three temperament factors (anger, inhibition and sensitivity) and memory conformity effect. As conclusion, we consider that in our study emotion valence of photographs did not impact in memory conformity, although does in memory; and that temperament traits influence memory conformity.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4853
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000437558-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,97 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.