Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/486
Tipo: doctoralThesis
Título: Inclusão de digluconato de clorexidina em cimentos de ionômero de vidro para cimentação: análise das propriedades mecânicas e ação antibacteriana
Autor(es): Farret, Marcel Marchiori
Orientador: Lima, Eduardo Martinelli Santayana de
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Odontologia
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
ORTODONTIA
CIMENTAÇÃO (ODONTOLOGIA)
AGENTES ANTIBACTERIANOS
Resumo: The orthodontic treatment predisposes the plaque accumulation due to the difficult of the oral hygiene and due to the great amount of sites to bacterial proliferation around brackets and manly bands. Therefore, the aim of this study was added chlorhexidine digluconate (CHD) into the conventional glass ionomer cements (GICs) and analyze mechanical properties and antibacterial effects. Two GICs were used: Ketac cem easy mix® (3M/ESPE, St. Paul, MN, USA) and Meron® (Voco, Cuxhaven, GR). The materials were manipulated in their normal composition (controls) and with two aqueous solutions containing tartaric acid and CHD (patent application requested to INPI on 05/04/2010 with provisory number 020100029358) instead of the original liquid (experimentals), to create a total of six groups. For the mechanical properties analyses were performed the tests of diametral tensile strength (DTS), compressive strength (CS), microhardness (MIC) and shear bond strength (SBS). To verify the antibacterial effects were measured the inhibition zones of the six groups of materials against Streptococcus mutans colonies grown over agar plates at periods of 5, 45 and 65 days. For the statistical analyses of the mechanical tests was used one-way analyses of variance (ANOVA) and Tukey multiple comparison test and for the culture tests was used the non parametric tests of Kruskal-Wallis, Mann-Whitney and Friedman, with significance level set at 5%. The results shown that there was no significant difference for the DTS, CS and SBS between controls groups and experimental groups with CHD (P >. 05). The microhardness showed improve for the two GICs with the addition of CHD with significant difference for the Ketac cem (P <. 05). There was significant inhibition of bacterial growth even at 65 days of analyses in the groups with the addition of CHD (P <. 05).With the results obtained is possible conclude that the addition of CHD into the GICs for the band cementation does not change negatively mechanical properties of the materials and provides increase in antibacterial effects in long-term. Therefore, it could be a material of choice in orthodontic treatment.
O tratamento ortodôntico predispõe o acúmulo de placa pela dificuldade de higiene por parte dos pacientes e pela grande quantidade de sítios para a proliferação bacteriana próximos aos bráquetes e principalmente anéis. Com base nisso, o objetivo deste estudo foi incluir digluconato de clorexidina (DGC) em cimentos de ionômero de vidro (CIVs) convencionais utilizados para a cimentação de anéis e verificar suas propriedades mecânicas e ação antibacteriana. Foram utilizados dois CIVs convencionais: Ketac cem easy mix® (3M/ESPE, St. Paul, MN, EUA) e Meron® (Voco, Cuxhaven, AL). Os materiais foram manipulados em suas formulações originais e com duas soluções aquosas contendo ácido tartárico e DGC (pedido de patente solicitado ao INPI em 05/04/2010 nº provisório 020100029358) em substituição aos líquidos provenientes de fábrica, formando ao total seis grupos. Para a análise das propriedades mecânicas foram realizados os teste de resistência à tração diametral (RTD), resistência à compressão (RC), microdureza (MIC), e resistência de união ao cisalhamento (RCS). Para a análise da ação antibacteriana foi avaliada a inibição de crescimento de colônias de Streptococcus mutans em placas de agar dos seis grupos de materiais em períodos de 5, 45 e 65 dias. Para a análise estatística dos testes mecânicos foi utilizada a análise de variância (ANOVA) complementada pelo teste de Tukey e para a cultura bacteriana os testes não paramétricos de Kruskal-Wallis, Mann-Whitney e Friedman, ao nível de significância de 5%. Os resultados demonstraram que não houve diferença significativa para os testes de RTD, RC e RCS entre os grupos sem adição de clorexidina e com a adição (p > 0,05).A microdureza dos dois materiais apresentou aumento com adição de clorexidina com diferença significativa para o Ketac Cem easy mix® (p < 0,05). Houve inibição significativa de crescimento bacteriano até o período de 65 dias nos grupos com adição de clorexidina (p < 0,05). Com base nos resultados obtidos é possível concluir que a adição de DGC em CIVs para a cimentação de bandas não altera negativamente as propriedades mecânicas destes materiais e proporciona ação antibacteriana considerável a longo prazo, podendo ser um material de escolha na clinica ortodôntica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/486
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000425709-0.pdfTexto Completo2,35 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.