Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/4887
Tipo: masterThesis
Título: O masculino e o padecimento psíquico: uma leitura a partir da escuta na clínica psicanalítica contemporânea
Autor(es): Silva, Fernanda Cesa Ferreira da
Orientador: Macedo, Mônica Medeiros Kother
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Data de Publicação: 2010
Palavras-chave: PSICOLOGIA CLÍNICA
PSICANÁLISE
PSICOLOGIA DO HOMEM
MASCULINIDADE
IDENTIDADE (PSICOLOGIA)
MODERNIDADE - ASPECTOS SOCIAIS
Resumo: As transformações decorrentes de imposições sociais, culturais e econômicas advindas da contemporaneidade resultam em uma inegável influência nos processos de subjetivação, repercutindo, dessa forma, nas modalidades de enfrentamento do sujeito com as demandas de seu entorno. Nesse contexto, destacam-se as modificações que ocorrem no cenário da masculinidade. Os avanços tecnológicos, o movimento feminista, o enfraquecimento da cultura patriarcal e, conseqüentemente, as novas representações atribuídas ao homem, desestabilizaram o modelo masculino tradicional e impuseram a necessidade de sua revisão. Esta dissertação tem o objetivo de identificar e abordar os efeitos das transformações socioculturais que se fazem presentes nas formas de subjetivação masculina dos tempos atuais, bem como explorar as especificidades de padecimento psíquico masculino que adentram o espaço da clínica psicanalítica contemporânea. Foram elaboradas duas seções sobre o tema: uma teórica e uma empírica. A seção teórica propõe uma reflexão acerca das complexidades inerentes à contemporaneidade e à singularidade da subjetividade masculina inserida nesse contexto. São utilizados os aportes psicanalíticos na tentativa de obter uma compreensão a respeito de características próprias do contexto contemporâneo, relacionando o mesmo com exigências impostas ao homem. Essa seção aborda a associação entre as demandas socioculturais e a produção de padecimento psíquico masculino. Já na seção empírica, a partir do método qualitativo, buscou-se compreender, por meio da escuta de psicanalistas, as configurações singulares de padecimento psíquico masculino que se fazem presentes na clínica psicanalítica contemporânea. Foram entrevistados 10 psicanalistas, com um período mínimo de 10 anos de prática clínica.Os dados foram analisados por meio da técnica de Análise de Conteúdo. Identificaram-se três categorias finais, as quais foram denominadas: Demandas da contemporaneidade – efeitos no campo intersubjetivo; O padecimento masculino contemporâneo: a história de Narciso no cenário de excessos; A vigência da Psicanálise como recurso ético na clínica contemporânea do masculino. Assim, foi possível explorar os efeitos que as demandas contemporâneas produzem nos campos intrapsíquico e intersubjetivo, viabilizando a compreensão de padecimentos que podem acometer os homens nos tempos atuais. Da mesma forma, foram aprofundados conceitos relativos ao trabalho analítico, reconhecendo na Psicanálise um recurso ético e vigente na clínica contemporânea do masculino. O cenário da clínica psicanalítica parece, nesse sentido, ser um lugar no qual o homem pode exercitar a possibilidade de olhar para si mesmo. Considera-se a escuta analítica como um recurso que, ao situar-se na contramão da imposição de valores e da exigência de performace, dá espaço para que surja o que é singular do sujeito. A compreensão psicanalítica das especificidades do padecimento psíquico masculino contemporâneo, longe de atribuir à cultura a causa de todos os males, convida o analisando a refletir sobre o efeito dessas demandas sobre si. Na modalidade de encontro proporcionada pela escuta clínica, o homem pode (re)construir o prazer de usufruir de um espaço que propicia o acesso à alteridade.
The transformations deriving from the social, cultural and economic impositions due to the contemporary result in an undeniable influence in the process of the subjectivity, reflecting, this way, in the coping methods of someone with demands arising from its environment. In this context, it is highlighted the changes that occur in the scenario of the masculinity. Technological advances, the feminist movement, the weakening of patriarchal culture and consequently, the new representations addressed to men have destabilized the traditional male model and have imposed some review. This dissertation aims to identify and to talk about the effects of the sociocultural transformations which are present in the male subjectivity ways nowadays, as well as, exploring the specificities of the male psychic suffering which are present in the contemporary psychoanalytical clinic. It was elaborated two sections about this topic: a theoretical and an empirical one. The theoretical section proposes a reflection about the inherent complexity of the contemporary and the singularity of the male subjectivity inserted in this context. This dissertation uses the psychoanalytical techniques trying to obtain an understanding about the contemporary context, related to the same demands imposed to men. This sections talks about the link between the sociocultural demands and the production of the male psychic suffering. In the empirical section, from the qualitative method, it was tried to understand, through psychoanalytical listening, the singular configurations of the male psychic suffering which are present in the contemporary psychoanalytical clinic. Ten psychoanalysts were interviewed with a minimum of 10 years clinical practice. Data was analyzed through the technique of the Content Analysis.It was identified three final categories named: Demands of the Contemporary – effects in the intersubjective field; The Male Contemporary Suffering: the story of Narcissus in the excess scenario; The Validity of Psychoanalysis as an ethical resource in the male contemporary clinic. So, it was possible to explore the effects in which the contemporary demands produce in the intrapsychic and intersubject field, enabling the understanding of the ailments that can affect men nowadays. Similarly, It was more fully developed the concepts related to the analytical work, recognizing in Psychoanalysis as an ethical and valid resource in the male contemporary clinic. The scenario of the psychoanalytical clinic seems, in this way, to be a place in which men may exercise the possibility to look to themselves. It was considered the analytical listening as a resource that allows to arise what is singular in the subject, in the opposite way from the values imposition and a requirement for performance. The psychoanalytic understanding of the specificities of the contemporary male psychic suffering, far from saying that culture is the cause of all evil, invites the analysand to think about the effects of such demand on him. In the modality of the provided meeting of the clinical listening, man may (re)build the pleasure to enjoy of a space in which provides the access to otherness.
URI: http://hdl.handle.net/10923/4887
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000421540-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo570,66 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.