Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/5088
Type: doctoralThesis
Title: Tecnologias e sociabilidades: processos de organização de catadores de materiais recicláveis
Author(s): Bortoli, Mari Aparecida
Advisor: Reis, Carlos Nelson dos
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Issue Date: 2012
Keywords: SERVIÇO SOCIAL
MOVIMENTOS SOCIAIS
TECNOLOGIA
RECICLAGEM
TRABALHADORES - ASPECTOS SOCIAIS
Abstract: Esta pesquisa tem como objetivo investigar os processos de organização em que se inserem os catadores de materiais recicláveis e sua relação com a produção de tecnologias e com as formas de sociabilidade. A investigação, de cunho quanti-qualitativo, tem como ponto de partida as experiências de organização dos catadores de materiais recicláveis de Gravataí, município da região Metropolitana de Porto Alegre. São utilizadas as técnicas de pesquisa bibliográfica, documental e empírica, integrando dados estatísticos, coletados por meio de formulários, com depoimentos coletados nas entrevistas e nas observações. A amostra da pesquisa é composta por 150 catadores que atuam nas atividades de coleta, organizados em grupo ou isoladamente. Problematiza-se a maneira como esses trabalhadores se relacionam com os conhecimentos construídos, como os utilizam no trabalho de coleta de materiais recicláveis e também as formas sociais engendradas por eles a partir das relações que estabelecem na sociedade. As questões que orientam a tese se referem às manifestações históricas acerca da organização dos catadores de materiais recicláveis e aos mecanismos desenvolvidos para a inclusão social e econômica desse segmento de trabalhadores. O estudo revela que as experiências em torno da organização socioeconômica dos catadores de materiais recicláveis envolvem relações complexas e contraditórias.Trata-se de populações pobres que se organizam em associações ou cooperativas para que possam atuar na coleta de materiais recicláveis. Sua inserção nessas formas organizativas está relacionada a um conjunto de mecanismos socioinstitucionais que possibilitam estabelecer parcerias, convênios e contratos para a prestação de serviços na área da coleta seletiva urbana. As novas formas de domínio da ocupação exigem a utilização de tecnologias produzidas pelos próprios catadores e a utilização de tecnologias que incidem sobre esses trabalhadores. Demarca-se, nesses processos, a inserção de novos produtos e de novos modos de fazer a coleta, incluindo seus instrumentos e suas metodologias, seja para o trabalho realizado nas unidades de triagem ou nos galpões, seja para aquele realizado nas ruas.
This research aims to investigate the processes of organization in which the collectors of recyclable materials take part and its relation to production technologies and forms of sociability. The investigation, quantitative and qualitative nature, has as its starting point the experiences of organization of collectors of recyclable materials from Gravataí, county in metropolitan area of Porto Alegre. Techniques of bibliographical, documental and empirical research are used, integrating statistical data, collected through forms, with reports collected in interviews and observations. The survey sample consists of 150 collectors who work in collection activities, organized in groups or alone. It is problematized the way these workers are related to the knowledge built, they way they use it in the work of collecting recyclable materials and also the social forms engendered by them from their relationships in society. The questions guiding the thesis refer to historical events about the organization of collectors of recyclable materials and the mechanisms developed for the social and economic inclusion of this segment of workers. The study shows that experiences around the socioeconomic organization of collectors of recyclable materials involve complex and contradictory relationships. It is poor people who organize themselves into associations or cooperatives so they can act in the collection of recyclable materials.Its inclusion in these organizational forms is related to a set of socio-institutional mechanisms that allow partnerships, agreements and contracts for the provision of services in the area of selective urban collection. The field of new forms of occupation require the use of technologies produced by the pickers themselves and the use of technologies that focus on such workers. It is marked out, in those cases, the inclusion of new products and new ways of doing the collection, including its tools and methodologies, whether for work or screening units or in hangars, or for that which is carried out on the streets.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5088
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000437671-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,33 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.