Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/5203
Type: masterThesis
Title: O olhar da escola sobre o fenômeno da violência doméstica: estudo junto às escolas da rede pública municipal de São Leopoldo, RS
Author(s): Oliveira, Sirlei de
Advisor: Kern, Francisco Arseli
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Issue Date: 2010
Keywords: SERVIÇO SOCIAL
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
VIOLÊNCIA - CRIANÇAS
VIOLÊNCIA - ADOLESCENTES
VIOLÊNCIA - VÍTIMAS
PROFESSORES - ATUAÇÃO PROFISSIONAL
EDUCAÇÃO E SOCIEDADE
RELAÇÃO FAMÍLIA-ESCOLA
Abstract: This study concerns the thematic of domestic violence against children and adolescents perceived by the professionals of two public schools of the municipality of São Leopoldo, in the state of Rio Grande do Sul in the period from 2008 to 2009. The subjects of research were teachers, supervisors, principals, and secretaries of the schools. The objective of the study was to analyze how public schools identify, prevent and deal with domestic violence against children and adolescents with the purpose of developing strategies to address this phenomenon or to improve initiatives already adopted. The study has as reference the research problem formulated based on the discomfort added to the “thirst of knowledge” that questions: Which are the mechanisms that the public schools of São Leopoldo adopt to address domestic violence against children and adolescents? To answer it in a better way it was unfolded into the following questions: How does the school understand domestic violence? What are the references that give subsidy to the evaluations and actions performed to identify and address this problem? What are the proceedings adopted for prevention, identification and to address domestic violence in the school? Which interfaces are performed by the school to do these evaluations and interventions? How do the professionals get trained to identify and to address this issue? For the investigation process we followed the qualitative research presuppositions with intentional sampling. The main results found in this study are: the education professionals are able to identify when a child and/or adolescent suffers domestic violence by their behavior and physical evidences. The school is not articulated with the children and adolescents support network. Even though the schools expressed that they feel part of the network, in practice they do not work together with the net. The study also revealed that the professionals have excessive working hours with salaries that do not satisfy their basic needs and, consequently, their emotional illness. The education professionals do not receive training to work competently the issues that involve violence against children and adolescents. The limits evidenced in the research are useful for reflection for all those who wish to address the challenges and with them seek possibilities to improve the quality of addressing the issue of children and adolescents who suffered violence.
O presente trabalho aborda a temática da violência doméstica contra a criança e o adolescente percebida pelos profissionais de duas escolas da rede pública municipal do Município de São Leopoldo, RS, no período de 2008 a 2009 e teve como sujeitos professores, supervisores, diretores, zelador e secretário de escola, das escolas pesquisadas. O objetivo do estudo se propõe a analisar como as escolas municipais trabalham a questão da identificação, prevenção e enfrentamento da violência doméstica contra a criança e adolescente, com o propósito de subsidiar estratégias para o combate deste fenômeno ou para o aprimoramento de iniciativas que já tenham sido adotadas. O estudo tem como referência o problema de pesquisa formulado a partir das inquietações aliadas a “sede do saber” que questiona: Quais são os mecanismos de enfrentamento que as escolas da rede pública municipal de São Leopoldo adotam com relação à VDCA? Para melhor respondê-lo foi desdobrado nas seguintes questões norteadoras: Como a escola compreende a violência doméstica?; Quais os referenciais que subsidiam as avaliações e as ações realizadas para identificar e enfrentar essa problemática?; Quais os procedimentos adotados para a prevenção, identificação e enfrentamento a violência doméstica no âmbito escolar?; Que interfaces a escola realiza para efetivar essas avaliações e intervenções?; Como os profissionais são capacitados para identificar e enfrentar a problemática? Para o processo de investigação, foram seguidos os pressupostos da pesquisa qualitativa com amostragem intencional. Os principais resultados encontrados neste estudo são: os profissionais da educação conseguem identificar quando uma criança e/ou adolescente sofre VDCA, pelo comportamento apresentado e os sinais físicos; a escola não está articulada com a rede de atendimento a criança e/ou adolescente, embora revele sentir-se parte da rede, na prática cotidiana não trabalha com a rede. Desvelaram-se também nesse estudo, cargas horárias excessivas desses profissionais, salários que não satisfazem as necessidades básicas e, consequentemente o adoecimento emocional destes profissionais. Os profissionais da educação não recebem capacitações para trabalhar de forma competente as questões que envolvem a violência contra a criança e o adolescente. Os limites evidenciados na pesquisa servem de reflexão para aqueles que desejam enfrentar os desafios e com eles buscar as possibilidades de melhorar a qualidade de atendimento a crianças e adolescentes violentados.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5203
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000423651-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,12 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.