Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5339
Tipo: masterThesis
Título: Sistemática e ecologia de espécies de Omalonyx (Mollusca, Gastropoda, Succineidae) no estado do Rio Grande do Sul
Autor(es): Arruda, Janine Oliveira
Orientador: Thomé, José Willibaldo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Data de Publicação: 2007
Palavras-chave: ZOOLOGIA
MOLUSCOS - RIO GRANDE DO SUL
GASTRÓPODES
Resumo: The revalidation of the species Omalonyx convexa (Martens, 1868), its distribution in the Rio Grande do Sul state, as well as its ecology are presented in this work. The specimens of O. convexa presented a variation of the tegument coloring which comprehended from milky white to dark gray, almost black, passing through orange, beige and gray. The shell presented itself covered by the mantle in different proportions, however, it was not completely covered on any of the specimens. The animals were found in lentic water environments and flooded terrains, on macrophytes of the species Eicchornia crassipes, Salvinia auriculata, Pistia stratiotis, in vegetations adjacent to swamp banks and under artificial objects such as canvases, cardboards and styrofoam. A neotype is proposed for the type-species of the genus O. unguis (d´Orbigny, 1835), once it does not present any designated nominotypical material. Regarding the pallial cavity of the family Succineidae, it is observed that the primary ureter initiates at the kidney, near the pericardium, and runs transversely until the rectum. The secondary ureter follows a short distance along the rectum, and then it borders the edge of the mantle passing by the pneumostome, and proceeds to the anterior region of the pallial cavity. Next, the secondary ureter folds with an 180o angle and becomes determined as the tertiary ureter, which follows on the direction of the pneumostome and opens in a position immediately anterior to the respiratory orifice, on its right side, by the excretory pore, which allows their classification among the Heterurethra. The value of the Omalonyx shell in the species diagnosis of the genus was examined. For this purpose, 218 shells from 13 different populations were measured, belonging to three species of Omalonyx. Two Canonical Discriminant Analysis were made: the first considered the population of each locality as a distinct group; for the second, the grouping was made by species. The population groups resulted as highly heterogeneous and only 54. 1% of the groups were correctly classified. The second analysis presented a correction percentage of 94%, with highly significant results, demonstrating that shell measurements can aid in the species determination of this genus. The characters of the reproductive system, the morphology of the tentacles and the position of the genital pore in the holotype of Omalonyx (Neohyalimax) brasiliensis (Simroth, 1896) and Omalonyx s. s. were investigated and discussed. The synonymization of Neohyalimax with Omalonyx is proposed, the former becoming a junior synonym. Omalonyx brasiliensis (Simroth, 1896) remains a valid species, based solely on the holotype.
Apresenta-se a revalidação da espécie Omalonyx convexa (Martens, 1868), sua distribuição no Estado do Rio Grande do Sul, bem como sua ecologia. Os espécimes de O. convexa apresentaram uma variação na coloração do tegumento de branco leitoso ao cinza escuro, próximo ao preto, passando pelo alaranjado, bege e acinzentado. A concha apresentou-se encoberta pelo manto em diferentes graus, porém, em nenhum dos espécimes, exibiu-se completamente ocultada. Os animais foram encontrados em ambientes de águas lênticas e em terrenos alagados, em macrófitas das espécies Eicchornia crassipes, Salvinia auriculata, Pistia stratiotis, em vegetações adjacentes a margens de banhados e sob substratos artificiais como lonas, papelões e isopores. Propõe-se, para a espécie-tipo do gênero O. unguis (d´Orbigny, 1835), um neótipo, uma vez que esta não apresenta material nominotípico designado. Em relação à cavidade palial da família Succineidae, observa-se o ureter primário iniciando-se no rim, próximo ao pericárdio, e correndo transversalmente até o reto. O ureter secundário percorre uma pequena distância junto ao reto. Em seguida, este margeia a borda do manto, passa pelo pneumostômio e segue adiante até a região anterior da cavidade palial. O ureter secundário, então, se dobra em um ângulo de 180o e passa a ser denominado ureter terciário. Este se encaminha na direção do pneumostômio e se abre imediatamente em posição anterior ao orifício respiratório, no lado direito deste, pelo poro excretor, o que permite classificá-los entre os Heterurethra. Examinou-se o valor da concha de Omalonyx na diagnose das espécies do gênero. Foram medidas 218 conchas, oriundas de 13 populações, e pertencentes a três espécies de Omalonyx. Duas Análises Canônicas Discriminantes foram realizadas: a primeira considerou a população de cada localidade como um grupo distinto; na segunda, o agrupamento foi realizado por espécie. O grupo de populações resultou bastante heterogêneo e apenas 54,1% dos grupos resultaram como classificados corretamente. A segunda análise apresentou um percentual de 94,0% de correção, com resultados bastante significativos, demonstrando que as medidas de conchas podem auxiliar na determinação das espécies deste gênero. Foram investigados e discutidos os caracteres do sistema reprodutório, a morfologia dos tentáculos e a posição do poro genital no holótipo de Omalonyx (Neohyalimax) brasiliensis (Simroth, 1896) e de Omalonyx s. s. Propõe-se a sinonimização de Neohyalimax com Omalonyx, tornando-se o primeiro, um sinônimo júnior. Omalonyx brasiliensis (Simroth, 1896) permanece uma espécie válida, com base unicamente no holótipo.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5339
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000388531-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,06 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.