Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5425
Tipo: masterThesis
Título: Parâmetros bioquímicos e hormonais durante o ciclo reprodutivo de Vanellus chilensis (Aves, Charadriiformes)
Autor(es): Pöerschke, Filipe
Orientador: Oliveira, Guendalina Turcato
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Fecha de Publicación: 2011
Palabras clave: ZOOLOGIA
AVES
ECOFISIOLOGIA
Resumen: Vanellus chilensis é altamente territorial e agressivo durante o período reprodutivo, formando grupos de três a quatro indivíduos é uma das espécies mais freqüentes no ambiente urbano de Porto Alegre (Fontana, 2004). Existe um número grande de trabalhos sobre a avifauna urbana, mas nenhum utilizando a ecofisiologia como ferramenta de trabalho no Brasil. Este estudo teve como objetivo analisar em dois ambientes, um com características rurais e outro inserido dentro de um centro urbano, as variações dos níveis plasmáticos de: corticosterona, testosterona e metabólitos. Os animais foram sempre capturados à noite e amostras de sangue e dados de muda foram coletados. Os metabólitos (glicose, lipídios totais, triglicerídeos, colesterol, HDL, LDL, VLDL, glicerol, ácido úrico e proteínas totais) foram quantificados no plasma utilizando-se espectrofotometria; a corticosterona e a testosterona determinadas por radioimunoensaio. Nos jovens da Área 1 verificamos um predomínio de fêmeas (2,7 fêmeas: 1 macho); na área 2 esta relação se inverte (2 machos: 1 fêmea), o que parece relacionar-se com os maiores níveis de testosterona e menores de corticosterona observados nas fêmeas (período 1) na Área 2.Comparando-se as áreas de captura, os maiores níveis de corticosterona plasmática foram observados nos jovens da Área 2 sugerindo um maior estresse ambiental que pode estar relacionado com uma maior pressão de predação, e/ou pela intensa atividade e presença humana e/ou pela competição intra-específica. Nos jovens, ao longo do estudo, nas duas localidades estudadas não observamos variações para os níveis dos metabólitos plasmáticos, com exceção dos triglicerídeos dos jovens da Área 2. Contudo, ao compararmos a Área 1 com a Área 2 se observa um comportamento diferencial, ao longo do desenvolvimento dos jovens na concentração plasmática de triglicerídeos, HDL, VLDL e proteínas totais; os demais parâmetros analisados (glicose, lipídios totais, colesterol, LDL, glicerol e ácido úrico) não apresentam um comportamento diferencial. Nos adultos houve diferença nos níveis de corticosterona nas fêmeas da Área 2, mas em ambos os sexos e localidades observamos uma tendência de diminuição dos níveis hormonais ao longo do período reprodutivo. Os resultados mostraram diferenças nos níveis de testosterona entre os machos e as fêmeas da Área 1 quando comparadas à Área 2 durante o período de estudo; porém, entre os períodos da estação reprodutiva em cada localidade houve diferenças somente nas fêmeas.Na Área 1, o período reprodutivo foi cerca de 2 vezes menor que na Área 2 e as fêmeas apresentaram um aumento significativo de todos os metabólitos plasmáticos, com exceção do glicerol, já os machos mostram um aumento da glicose, colesterol, HDL e LDL principalmente no período 3. Na Área 1 observamos um aumento gradual dos níveis de glicose no plasma atingindo valores máximos, tanto em machos como em fêmeas, no período 3, período caracterizado pela presença de comportamentos de defesa e cuidado dos filhotes, sendo também, o período que antecede a muda das penas de vôo. Já na Área 2 não foi observada variação nos níveis de metabólitos plasmáticos, exceto para a glicose em machos e triglicerídeos, glicerol e ácido úrico em ambos os sexos. Perfil que talvez possa ser explicado pela maior disponibilidade de alimento e/ou menor competição e/ou maior investimento na procura do alimento. Os resultados sugerem que Vanellus chilensis capturados na Área 2 apresentam um padrão adaptativo em relação à ação humana e as relações bióticas e abióticas desta área. Ao final deste trabalho pode-se concluir que houve diferença entre as duas áreas de estudo, sendo os níveis de corticosterona, de testosterona, de metabólitos plasmáticos e a duração do período reprodutivo influenciados pela ação antrópica.
Vanellus chilensis is highly territorial and aggressive during the breeding period, forming groups of three to four individuals, is one of the most common species in the urban area of Porto Alegre (Fontana, 2004). There are a large number of papers on urban birds, but no using ecophysiology practices in Brazil. This study aimed to analyze in two locations, with a rural character and the other inserted into an urban center, the plasmatic variations in: corticosterone, testosterone and metabolites. The animals were always caught at night, blood samples and data molt were collected. The metabolites (glucose, total lipids, triglycerides, cholesterol, HDL, LDL, VLDL, glycerol, uric acid and total protein) were quantified in plasma using spectrophotometry; corticosterone and testosterone determined by radioimmunoassay. In the juveniles of the Area 1 we verified a predominance of females (2. 7 females: 1 male) in area 2 this relationship is reversed (2 males: 1 female), which seems to relate to higher levels of testosterone and lower corticosterone observed in females (period 1) in Area 2. Comparing the areas of capture, the highest levels of plasma corticosterone were observed in the juveniles of the Area 2 suggesting a greater environmental stress that may be related to a higher predation pressure and/or intense activity and human presence and/or intraspecific competition. In the juveniles, throughout the study, the two localities studied we not observe any variations in the levels of plasmatic metabolites, except for triglycerides of the juveniles in Area 2.However, when comparing the Area 1 with Area 2 a differential behavior is observed throughout the development of juveniles in triglycerides, HDL, VLDL and total proteins; the remaining parameters (glucose, total lipids, cholesterol, LDL, glycerol and uric acid) do not show a differential behavior. In adults we found differences in corticosterone levels in females from Area 2, but in both sexes and localities, we observed a tendency of reduction in hormone levels during the reproductive period. The results showed differences in testosterone levels between males and females from Area 1 when compared with the Area 2 during the study period; however the periods of the breeding season in each location showed differences only in females.In Area 1, the breeding season was about 2 times lower than in Area 2 and the females showed a significant increase of all plasmatic metabolites, with the exception of glycerol, already the males show a rise in glucose, cholesterol, HDL and LDL mainly in period 3. In Area 1, we observe a gradual increase glucose levels in plasma reaching maximal values in males and females in period 3, a period characterized by the presence of defensive behaviors and parental care, and also, the period before the molt of flight feathers. In the Area 2 was not observed variation in levels of plasmatic metabolites, except for glucose in males and triglycerides, glycerol and uric acid in both sexes. This pattern maybe can be explained by greater availability of food and/or less competition and/or increased investment in search of food. The results suggest that Vanellus chilensis capture in Area 2 present an adaptive pattern in relation to human action and relationships of abiotic and biotic of this area. In the final of this work can be concluded that there were differences between the two areas of study, and levels of corticosterone, testosterone, plasmatic metabolites and duration of breeding season are influenced by human action.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5425
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000431513-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,19 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.