Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5622
Tipo: masterThesis
Título: Disciplinamento escolar: suas relações com a autoridade docente e a autonomia estudantil em um primeiro ano do ensino fundamental
Autor(es): Corrêa, Mariana Luzia
Orientador: Morosini, Marília Costa
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2013
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
ENSINO
DISCIPLINA ESCOLAR
PRÁTICA DE ENSINO
ENSINO FUNDAMENTAL
Resumo: This work was developed in the Research Line Training, Policy and Practice in Education, of the Stricto Sensu Master's Course of the Postgraduate Program in Education (PPGEDU) at Pontifical Catholic University of Rio Grande do Sul. The present study aims to understand the process of disciplining school, from the knowledge and practices of a teacher's first year of elementary school, a public school in the city of Porto Alegre/RS. Towards this objective, the research was developed from a qualitative approach in a case study, in which the methods of data collection were semi-structured interviews - with reference class Professor and the teachers working in Coordination office of Pedagogical and Educational Guidance school; classroom observations, and document collection and study of the school and the Municipal Education Department of the City. Data analysis was guided by the principles of content analysis (Bardin, 1977). The theoretical framework used in this dissertation is written back to the Freirean perspective, liberating education, in which the assumptions of the educational theory underlie the reflective stitching in these weavings, revealing itself as a construct that involves elements observed in the school reality and other possible being constructed in these spaces. The survey results indicate that the reference class teacher develops significant and creative practicals, constituting themselves as mediators actions that contribute to the construction of their authority in the classroom and to build students' autonomy. The research reveals that the reference teacher, understood as the authority in the classroom, from rigorous and dialogical practices, helps students to have secured qualified places of construction of autonomy and access to knowledge. However, the survey revealed the difficulty of the teaching staff of the institution to work on this problem with the professional school teachers, those at different stages of life: beginners and already experienced. Highlights the need for the school to promote the development of shared work projects aimed at building teaching practices with the bias of authority, fostering relationships in school pedagogical branches based on affection, accuracy, partnership and dialogue, promoting spaces-times of building students' autonomy.
Esta dissertação foi desenvolvida na Linha de Pesquisa Formação, Políticas e Práticas em Educação, no Curso Stricto Sensu de Mestrado, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEDU) da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. O presente estudo tem o objetivo de compreender o processo de disciplinamento escolar, a partir dos saberes e práticas de um professor do Primeiro Ano do Ensino Fundamental, em uma escola pública municipal da cidade de Porto Alegre/RS. Tendo em vista esse objetivo, a pesquisa foi desenvolvida a partir de uma abordagem metodológica qualitativa, em um estudo de caso, em que os métodos de coleta de dados foram entrevistas semi-estruturadas – com a professora referência da turma e com as professoras atuantes nos cargos de Coordenação Pedagógica e Orientação Educacional da escola; observações em sala de aula; e coleta e estudo de documentos da instituição escolar e da Secretaria Municipal de Educação do município. A análise dos dados foi norteada pelos princípios da análise de conteúdo (BARDIN, 1977). Os referenciais teóricos utilizados na escrita dessa dissertação se voltam à perspectiva freireana, da educação libertadora, em que os pressupostos dessa teoria educacional embasam a costura reflexiva nessas tessituras, revelando-se como uma construção que envolve elementos observados na realidade escolar e outros possíveis de serem construídos nesses espaços. Os resultados da pesquisa apontam que a professora referência da turma desenvolve práticas significativas e criativas, constituindo-se como ações mediadoras, que contribuem para a construção de sua autoridade em sala de aula e para a construção da autonomia dos estudantes. A pesquisa revela que a professora referência, entendida como autoridade em sala de aula, a partir de práticas rigorosas e dialógicas, contribui para que os estudantes tenham assegurado espaços qualificados de construção da autonomia e de acesso ao conhecimento. Contudo, a pesquisa revelou a dificuldade da equipe pedagógica da instituição para trabalhar sobre essa problemática com os profissionais professores da escola, estes em diferentes estágios da vida profissional: iniciantes e já experientes. Evidencia-se a necessidade da escola promover o desenvolvimento compartilhado de projetos de trabalho voltados para a construção de práticas docentes com o viés da autoridade, promovendo na escola relações pedagógicas embasadas no afeto, no rigor, na parceria e no diálogo, promotoras de espaços tempos de construção da autonomia dos estudantes.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5622
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000453310-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo2,95 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.