Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5636
Tipo: doctoralThesis
Título: O pacto pela gestão e a saude na fronteira: condições e relações de trabalho do assistente social em debate
Autor(es): Silva, Maria Geusina da
Orientador: Mendes, Jussara Maria Rosa
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Serviço Social
Fecha de Publicación: 2012
Palabras clave: SERVIÇO SOCIAL
ADMINISTRAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA
SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE
PROGRAMA PACTO PELA SAÚDE - BRASIL
SAÚDE COLETIVA
Resumen: This study proposes to examine the effects of the implementation of the pact by management in labor relations and conditions of social workers in health in the border region of Foz do Iguaçu and Ciudad del Est Brazil and Paraguay, as these phenomena affect or impact the illness professional and professional responses. The research design includes an intense revisiting the databases of different research projects of diversified research centers affiliated to CNPq, in its various lines of concentration, also incorporates field work to rescue some data and information management specifically Shaft trabalho. Parte is indicative that the implementation of the pact by management in twin city boundary line to not focus on labor management plastered the possibilities of change, innovation and repoliticisation SUS, showing adoption of the precepts of the reform of state formulated in 90. Compreende decade that the Pact for Health to enable a new bias reorganization of federal pacts, through decentralization, management and with it the allocation of financial resources associated with the proposed relaxation of the rule on behalf of flexible accumulation requires large amounts of changes in labor relations initially and subsequently in terms of achieving this. The indicative of this proposal rests on the centrality of labor management in SUS as the only possible and viable path to realization of the principles and values of the Brazilian health reform.
Este estudo propõe examinar os efeitos da implantação do pacto pela gestão nas condições e relações de trabalho dos assistentes sociais trabalhadores na área de saúde na região da fronteira de Foz do Iguaçu Brasil e Ciudad Del Est Paraguai e, como esses fenômenos interferem ou impactam no adoecimento e respostas profissionais destes. O desenho da pesquisa inclui uma intensa revisitação aos bancos de dados de distintos projetos de pesquisas de diversificados núcleos de pesquisa filiados ao CNPq, nas suas mais variadas linhas de concentração, incorpora também trabalho de campo para resgatar alguns dados e informações especificamente do eixo gestão de trabalho. Parte-se do indicativo que a implementação do pacto pela gestão nas cidades-gêmeas de linha de fronteira ao não privilegiar a gestão do trabalho engessou as possibilidades de mudanças, inovação e repolitização do SUS, evidenciando adoção dos preceitos da reforma de Estado formuladas ainda na década de 90. Compreende-se que o Pacto pela Saúde ao possibilitar um novo viés de reorganização dos pactos federativos, pela via da descentralização, da gestão e junto com ela a alocação dos recursos financeiro, associadas as propostas de flexibilização do Estado em nome da acumulação flexível impõe mudanças de grande monta inicialmente nas relações de trabalho e posteriormente nas condições de realização deste. Os indicativos desta proposta repousam na centralidade da gestão do trabalho no SUS como único, possível e viável caminho para efetivação dos princípios e valores da reforma sanitária brasileira.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5636
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000451964-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,6 MBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.