Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5713
Tipo: masterThesis
Título: Theory of mind: assessment development and investigation of cocaine dependents
Autor(es): Vieira, Breno Sanvicente
Orientador: Grassi-Oliveira, Rodrigo
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Psicologia
Data de Publicação: 2014
Palavras-chave: PSICOLOGIA COGNITIVA
COCAÍNA - ASPECTOS PSICOLÓGICOS
PSICOMETRIA (PSICOLOGIA)
DEPENDÊNCIA QUÍMICA
TESTES PSICOLÓGICOS
NEUROPSICOLOGIA
Resumo: BACKGROUND: Substance use-related disorders are characterized by social problems, thought to be the result of social cognition impairments. In particular, the ability to interpret the thoughts of other people - Theory of Mind (ToM) - seems to be impaired. In view of this, this study aimed to investigate ToM functioning in a cocaine dependent (COD) sample. METHOD: This dissertation comprised four studies. The first is a systematic review of ToM in substance users. The second and the third deal with the development of instruments for the ToM assessment. The second is the translation and adaption of the Reading the Mind in the Eyes Test (RMET) into the Brazilian Portuguese, and the third describes the validation of the Hinting task and the ToM Stories task. The fourth work represents the main study of this dissertation – the investigation of the ToM of COD women. 30 COD women and 30 healthy controls (HC) matched for sex, age, education, individual income and IQ took part in this study. All participants were assessed with the RMET, the Hinting Task and the ToM stories. Cognitive and clinical factors were also assessed in order to control for possible differences. RESULTS: The systematic review revealed that ToM deficits were present in substance use-related disorders. Besides that, the review indicated that these impairments were related to daily life and clinical features of substance use-related disorders. In addition, this dissertation advanced with regard the technological development, since it guaranteed a translated and adapted Brazilian version of the RMET. By the same token, in the third study the Hinting Task and the ToM Stories were shown to have convergent, predictive, concurrent, discriminative and diagnostic validity. Finally, in the fourth study, COD women were found to have impaired ToM in comparison with HC. Additionally, correlations indicated ToM was negatively associated with dependence chronicity. CONCLUSION: Results were consistent with the published literature, suggesting that COD like other drug dependence disorders, is associated with ToM deficits. In view of the results that suggested an association between ToM and social and clinical outcomes, we have proposed a framework in which there is a bidirectional, facilitative relationship between drug use and ToM impairments. The implications of the results for future research and potential interventions based on targeting the psychosocial problems found to be impaired in substance use disorders are discussed.
INTRODUÇÃO: Transtornos relacionados ao uso de substâncias são caracterizados por problemas sociais. Acredita-se que a origem de tais comprometimentos se deva a déficits em funções da cognição social. Em particular, a Teoria da Mente (ToM) – capacidade de inferir e interpretar os pensamentos de outras pessoas – parece estar prejudicada em dependentes químicos. Portanto, o objetivo deste trabalho foi investigar a ToM em uma amostra de mulheres dependentes de cocaína.MÉTODO: Esta dissertação é composta por quarto artigos. O primeiro é uma revisão sistemática sobre a ToM em usuários de drogas. O segundo e terceiro foram dedicados ao desenvolvimento de instrumentos para a avaliação da ToM. O segundo é a tradução e a adaptação ao português brasileiro do Reading the Mind in the Eyes Test (RMET), e o terceiro é a validação do Hinting Task e do ToM Stories. O quarto trabalho representa o principal objetivo da dissertação – investigar a ToM de mulheres dependentes de cocaína. Participaram 30 mulheres com diagnóstico de dependência de cocaína e 30 mulheres saudáveis, sendo os grupos pareados por sexo, idade, anos de estudo, renda e QI. Todas participantes responderam ao RMET, ao Hinting Task e ao ToM Stories. As participantes também foram avaliadas quanto à sintomatologia psiquiátrica e ao desempenho neuropsicológico. RESULTADOS: A revisão sistemática revelou que o uso de álcool e drogas é relacionado a prejuízos na ToM, e que a ToM é associada com aspectos do dia-a-dia e do curso da dependência. No segundo estudo avançou-se no desenvolvimento tecnológico garantindo uma adequada versão traduzida e adaptada do RMET para o português brasileiro. Além disso, no terceiro artigo revelou-se as propriedades psicométricas do Hinting Task e do ToM Stories. Ambas tarefas demonstraram possuir validades convergente, preditiva, concorrente, discriminativa e diagnóstica. Por fim, o quarto estudo revelou que mulheres dependentes de cocaína obtiveram um desempenho significativamente inferior ao do grupo de mulheres saudáveis nas tarefas de ToM. A performance de ToM foi encontrada negativamente correlacionada com o nível de severidade da dependência de cocaína. CONCLUSÕES: Os resultados indicam que mulheres dependentes de cocaína possuem desempenho inferior ao de mulheres saudáveis em tarefas de ToM. Tais achados são consistentes com os da literatura e corroboram com o fato da ToM estar relacionada com manifestações sintomáticas da doença. Com base nos resultados, um modelo ilustrativo da participação bidirecional da ToM no curso da dependência química foi proposto. O modelo sugere que por um lado, prejuízos na habilidade de inferir e interpretar os pensamentos de terceiros vulnerabilizam pessoas ao uso de substância, e, em contrapartida, o uso de substâncias causa eventos tóxicos ao cérebro que acabam alterando circuitos neurobiológicos importantes para a integridade da ToM. As implicações dos resultados e conclusões desta dissertação reforçam o potencial que intervenções que visem a promoção de habilidades psicossociais possuem no tratamento de transtornos aditivos.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5713
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000456142-Texto+Parcial-0.pdfTexto Parcial166,03 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.