Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/5821
Tipo: masterThesis
Título: Prevalência de síndrome metabólica e sua associação com morbidades e a mortalidade, após cinco anos de seguimento, em idosos que frequentam um Serviço Ambulatorial de Geriatria
Autor(es): Bonardi, Gislaine
Orientador: Cruz, Ivana B. Mânica da
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Medicina e Ciências da Saúde
Fecha de Publicación: 2003
Palabras clave: MEDICINA
GERIATRIA
SÍNDROME METABÓLICA
IDOSOS
MEDICINA AMBULATORIAL
Resumen: Objective : The study attempted to estimate the prevalence of metabolic syndrome (MS) in seniors presenting at the Geriatrics Outpatient Service and analyze the association of metabolic syndrome with morbidity and mortality after a five-year follow-up. Method : A historic cohort study was carried out with patients attending the outpatient service from January through December 1998, at age 60 or older. In the first stage, patient charts were extensively reviewed, identifying patients with metabolic syndrome (MS), morbidity and lifestyle. At the second stage, the patients and/or their families were called for death reports in the period and its possible cause. A descriptive, comparative and multivariate analysis was conducted, and the survival curve was calculated as established by Cox and Kaplan-Meier. Results : Of a total of 383 old patients that attended the outpatient clinic in the period investigated, 283 (73. 9%) were contacted. The comparison between the contacted sample and the missing one didn’t show differences, suggesting the missing group wouldn’t imply bias in the sample. The main results included the observation of: (1) 26. 5% (75) MS prevalence; (2) 5. 3% (15) mortality in the follow-up period among the seniors investigated, with only one MS patient dying in the period; (3) in the group affected, in addition to morbidities associated to the diagnosis (hypertension, diabetes, obesity, and dyslipidemia), the following disorders were significantly associated to MS: acute myocardial infarction and stable angina. Unlike other morbidities, osteoporosis was inversely associated to MS; (4) given the reduced number of individuals that died, no association between MS and mortality was observed in the study period. Conclusion : In spite of no association with mortality, most results related to MS are in agreement with literature and suggest that this disease is of great impact on geriatric practice.
Objetivo : o estudo realizado buscou estimar a prevalência de síndrome metabólica em idosos que freqüentavam um Serviço Ambulatorial de Geriatria e analisar a associação de síndrome metabólica com morbidades e mortalidade após cinco anos de seguimento. Metodologia : um estudo de coorte histórica foi realizado com pacientes que freqüentaram o serviço ambulatorial no período de janeiro a dezembro de 1998, com idade > 60 anos. Na primeira etapa, o prontuário dos referidos pacientes foi extensamente revisado, identificando-se pacientes com síndrome metabólica (SM), morbidades e estilo de vida. Na segunda etapa, foi realizado contato telefônico com os pacientes e/ou seus familiares para a obtenção da informação de ocorrência de óbito no período, e sua possível causa. Análise estatística descritiva, comparativa e multivariada foi realizada, bem como foi calculada a curva de sobrevivência calculada por Cox e Kaplan-Meier. Resultados : de um total de 383 pacientes idosos que freqüentaram o ambulatório no período investigado, foram contatados 283 (73,9%). Comparação entre a amostra contatada e a perdida não mostrou diferenças entre as mesmas, sugerindo-se que tal perda não implicaria em um viés na amostra. Os principais resultados obtidos incluiram a observação de: (1) uma prevalência de SM de 26,5% (75); (2) uma mortalidade no período de seguimento de 5,3% (15) dos idosos investigados, sendo que apenas um idosos com SM faleceu no período; (3) no grupo afetado além das morbidades associadas ao diagnóstico (hipertensão, diabetes, obesidade e dislipidemia) as seguintes outras doenças foram significativamente associadas a SM: infarto agudo do miocárdio e angina estável. Ao contrário das outras morbidades, osteoporose foi inversamente associada a SM; (4) dado o número reduzido de indivíduos que foram a óbito, não foi observada associação entre SM e mortalidade no período investigado. Conclusão : Apesar da não associação com mortalidade, a maioria dos resultados obtidos em relação a SM estão em concordância com a literatura e sugerem ser tal doença de grande impacto na clínica geriátrica.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5821
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000457569-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo471 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.