Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/5836
Type: masterThesis
Title: Desenvolvimento de modelo agudo e crônico de doença pulmonar alérgica em camundongos com extrato bruto de ácaro de origem não comercial
Author(s): Nuñez, Nailê Karine
Advisor: Pitrez, Paulo Márcio Condessa
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Issue Date: 2014
Keywords: MEDICINA
PEDIATRIA
PNEUMOLOGIA
ASMA
IMUNOLOGIA
ÁCAROS
Abstract: Introduction: The present work included two originals articles about asthma, which is an airway chronic disease characterized by bronchial hiperresponssivenes and variable airway limitation. House dust mites are a major aeroallergen, responsible to trigger chronic inflammation in humans. In recent years there has been a substantial increase in the prevalence of allergic diseases around the world, with regional differences, which has raised many questions about the environmental factors that are involved in the development of allergic response, and especially protective factors in this response, particularly in relation to the effect of infections. Some authors suggest that helminth infections act as a protective factor to allergic diseases. Murine models are widely used, but there is still a need for approaches with protocols more similar to the disease in humans. Objectives: The aim of the first article was develop a experimental model of pulmonary allergic disease using a house dust mite extract produced in a research laboratory with a more simple and economic way and to evaluate their capacity to induce an inflammatory response similar to the ones of established protocols. Methods: In the first article, female adult BALB/C mice were used, exposed acutely and chronically to house dust mite extract (HDM), with group controls. In the second article, C57BL/6 e C57BL/6 TRL4-/- female mice were exposed in early life to Angiostrongylus cantonensis extract, with control groups. At the adult age, animals were submitted to asthma ovalbumin protocol. Results: In the first article, animals exposed to HDM (acute and chronic) had a significant increase in the absolute counts of eosinophils in bronchoalveolar lavage fluid when compared to the negative control (p<0. 001 and p=0. 002), and showed histological changes consistent with the disease, with increased peribronchovascular infiltrate and mucus secretion, and collagen deposition around the airway. In the second article, animals that received worm extract had a significant increase in total and eosinophil cell counts in both strains, presenting histological changes compatible with these findings, with increased cellular infiltration, goblet cell hyperplasia and increased collagen deposition in the airway. Conclusion: The non-commercial mite extract in the article 1 has shown to be effective to induce an acute and chronic allergic inflammatory response in a murine model. In the second article, the Angiostrongylus cantonensis extract when administered subcutaneously did not inhibit ovalbumin-induced pulmonary allergic disease.
Esta dissertação de Mestrado contemplou dois artigos originais sobre asma, que é uma doença crônica das vias aéreas, caracterizada por hiperresponsividade brônquica e limitação variável do fluxo aéreo. Os ácaros da poeira doméstica são um dos principais aeroalergenos responsáveis por desencadear esta doença em humanos. Nos últimos anos observou-se um crescimento substancial da prevalência de doenças alérgicas ao redor do mundo, com diferenças regionais, que tem levantado diversos questionamentos a respeito dos fatores ambientais que estão envolvidos no desenvolvimento da resposta alérgica, e principalmente nos fatores protetores dessa resposta, particularmente em relação ao efeito de infecções. Alguns autores sugerem que as infecções helmínticas funcionam como um fator de proteção a doenças alérgicas. Modelos murinos são amplamente utilizados, porém ainda existe a necessidade de aproximá-los ainda mais da realidade em humanos. O objetivo do primeiro artigo foi desenvolver um modelo experimental de doença pulmonar alérgica utilizando um extrato de ácaro da poeira doméstica produzido em laboratório de pesquisa de maneira mais simples e econômica e avaliar a sua capacidade de induzir uma resposta inflamatória semelhante à encontrada em protocolos já estabelecidos. O segundo artigo teve como objetivo avaliar o efeito protetor do extrato de Angiostrongylus cantonensis administrado por via subcutânea em animais recém desmamados num modelo de doença pulmonar alérgica induzida por ovalbumina. No primeiro artigo foram utilizadas fêmeas adultas da linhagem BALB/C, com grupos expostos agudamente e cronicamente a extrato de ácaro (HDM) e grupos controles. No segundo artigo, foram utilizados camundongos fêmeas das linhagens C57BL/6 e C57BL/6 TLR4-/-, expostos precocemente a extrato de Angiostrongylus cantonensis, com grupos controles. Na idade adulta, os animais foram submetidos ao protocolo de indução de asma pela ovalbumina. No artigo 1, os animais expostos ao extrato de ácaro (agudo e crônico) apresentaram aumento significativo na contagem de eosinófilos no lavado broncoalveolar em relação ao controle negativo (p<0,001 e p=0,002), bem como apresentaram histologia compatível à doença, com aumento de infiltrado peribroncovascular, na secreção de muco e no depósito de colágeno ao redor da via aérea. No artigo 2, os animais que receberam o extrato de verme tiveram um aumento significativo nas contagens total e de eosinófilos em ambas as linhagens, além de apresentar histologia compatível com esses achados, com aumento de infiltrado celular, hiperplasia de células caliciformes e aumento na deposição de colágeno na via aérea.O extrato de ácaro não comercial produzido no artigo 1 demonstrou ser eficaz em induzir uma resposta inflamatória alérgica aguda e crônica em modelo murino. No artigo 2, o extrato de Angiostrongylus cantonensis, quando administrado por via subcutânea, não inibiu o desenvolvimento de doença pulmonar alérgica induzida por ovalbumina.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5836
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000457790-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo3,31 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.