Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/5900
Tipo: masterThesis
Título: Traumatologia bucomaxilofacial em telessaúde: uma proposta metodológica
Autor(es): Berthold, Roger Corrêa de Barros
Orientador: Heitz, Cláiton
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: ODONTOLOGIA
TELEMEDICINA
RADIOGRAFIA - DIAGNÓSTICO
FRATURAS FACIAIS
CIRURGIA BUCOMAXILOFACIAL
Data de Publicação: 2014
Resumo: Introdução: O primeiro objetivo da Telemedicina era auxiliar na prestação de cuidados de saúde a pessoas geograficamente distantes de profissionais da área médica ou de um centro de referência em saúde. No entanto, com os recentes avanços na Tecnologia da Informação a Telemedicina ganhou um alcance mais amplo. O avanço mais importante foi a implementação da saúde móvel. Os telefones celulares, especialmente smartphones sofisticados, com acesso à internet e outros dispositivos de computação móvel, como tablets, estão se tornando cada vez mais onipresentes, o que aumenta o potencial para avaliar e melhorar a saúde.Objetivo: avaliar a concordância entre três avaliadores (cirurgiões buco-maxilo-faciais) no diagnóstico de fraturas do terço médio da face a partir de imagens radiográficas (Waters) fotografadas por três dispositivos móveis (câmera fotográfica, Tablet e smartphone) e avaliar a concordância de cada um dos três avaliadores, utilizando os três dispositivos no diagnóstico de fraturas do terço médio da face.Metodologia: Foram selecionadas 20 radiografias extra-orais, póstero-anteriores, Naso-mento (Waters), colocadas em um negatoscópio e fotografadas com três dispositivos diferentes: uma câmera fotográfica, um tablet e um smartphone. As 60 imagens foram transferidas para um notebook em uma ordem aleatória e apresentada para três cirurgiões buco-maxilo-faciais. Os avaliadores foram questionados sobre a presença e a localização de fraturas nas imagens.Resultados: Não houve diferenças estatísticas significativas, ao nível de 5% entre os três avaliadores, tanto para observação de fratura quanto para a localização dessa. Além disso, não houve diferença estatisticamente significativa para cada um dos três avaliadores, ao nível de 5%, entre os três equipamentos, tanto para observação de fratura quanto para a localização dessa.Conclusão: Baseado na metodologia aplicada nesse estudo os dispositivos móveis podem ser utilizados no diagnóstico de fraturas do terço médio da face.
Introduction: The earliest objective of Telemedicine was to assist in the delivery of health care to persons geographically remote from physicians or a medical center. However, with the recent advances in information technology Telemedicine gained a broader reach. The most important advance was the stablishment of mHealth. Mobile phones, particularly smartphones (sophisticated internet-accessible cellular phones) and other mobile computing devices (tablets), are becoming increasingly ubiquitous, which enhances the potential to assess and improve health. The recent proliferation of wireless and mobile technologies provided the opportunity to obtain and exchange information in a fast and efficient way. However these devices must be validated for Telemedicine use.Objective: to evaluate the level of agreement between three oral and maxillofacial surgeons in the diagnosis of midface fractures from photographs of occiptomental radiographs by three mobile devices: Camera, tablet and smartphone and to evaluate each one of the oral and maxillofacial surgeons among the three mobile devices.Methods: twenty occiptomental radiographs were selected and photographed in a lightbox by a digital câmera, a tablet and a smartphone. The sixty imagens were transfered to a notebook. Three oral and maxillofacial surgeons were asked for the presence and location of midface fractures.Results: There were no statistical diferences, in the level of 5%, among the three surgeons, for fracture identification and localization. There were no statistical diferences for each oral and maxillofacial surgeon among the three mobile devices for fracture identification and localization.Conclusion: Based upon the methods used in this study mobile devices can be used for diagnosis of midface fractures.
URI: http://hdl.handle.net/10923/5900
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese (Odontologia)

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000458478-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo681,41 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.