Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/6736
Tipo: masterThesis
Título: Análise de parâmetros psiconeuroimunológicos em longevos saudáveis
Autor(es): Oliveira, Ágatha Schommer de
Orientador: Bauer, Moisés Evandro
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: GERONTOLOGIA BIOMÉDICA
BIOLOGIA MOLECULAR
BIOLOGIA CELULAR
IDOSOS
LONGEVIDADE
ENVELHECIMENTO - ASPECTOS BIOLÓGICOS
Resumen: Healthy aging is characterized by the ability of the immune system in preserve some of their functions intact, avoiding the appearance of some age-related diseases and thus contributing to reaching longevity. Furthermore, healthy aging is associated to a better stress coping. Studies have demonstrated immunological changes occurred in old individuals, as well as the consequences of stress on aging. However, few studies have addressed such changes in very old subjects. Here, we analyzed emotional factors and the changes in the lymphocytes subpopulations involved on aging, and the role of these changes to reach longevity healthily. A group of twenty healthy very old subjects together with a group of healthy old individuals and a groups of healthy young adults were recruited in this study. Stress levels were assessed by Perceived Stress Scale (PSS), while depression levels were investigated by Beck Depression Inventories – II (BDI-II). Lymphocytes were isolated and assessed by flow cytometry. We observed some age-related changes in lymphocyte subpopulations. In particular, it was evidenced a similar CD4/CD8 ratio between very old subjects and young adults, with this rate being increased in old subjects. A significant increase in the percentage of Natural Killer cells (CD56+CD16+) was observed in the very old subjects, showing that the activity of these cells is well preserved in this group of subjects. Also, we noticed that very old subjects are less stressed, when compared to the other groups. Our data suggests that the combination between increasing and decreasing specific immune functions may generate a balance in the immune system, contributing to reach longevity healthily.
O envelhecimento bem sucedido é caracterizado pela habilidade do sistema imune em manter algumas de suas funções intactas, evitando, assim, o aparecimento de doenças relacionadas à idade, e, portanto, contribuindo para o alcance da longevidade. Além disso, o envelhecimento bem sucedido também está relacionado a uma melhor maneira de lidar com o estresse. Diversos estudos vêm demonstrando as alterações imunológicas ocorridas em indivíduos idosos, assim como as consequências do estresse para o envelhecimento. No entanto, poucos são os estudos que visam observar essas alterações em indivíduos longevos. Neste estudo, analisamos fatores psíquicos e alterações nos subtipos linfocitários envolvidos no envelhecimento e o papel destas alterações para o alcance da longevidade de maneira saudável. Vinte longevos (86-99 anos), 15 idosos (60-80 anos) e 13 jovens adultos saudáveis (20-50 anos) foram recrutados neste estudo. Os níveis de estresse foram avaliados pela Escala de Estresse Percebido (PSS), enquanto que os níveis de depressão foram investigados através do Inventário de Depressão Beck – II (BDI-II). As células mononucleares de sangue periférico foram isoladas e os subtipos linfocitários avaliados por citometria de fluxo. Dentre as populações avaliadas estão as células T CD4+, T CD8+, B CD19+ e células NK CD56+. Observamos diversas alterações idade dependente nos subtipos linfocitários. Em particular, foi evidenciada uma razão CD4/CD8 similar entre longevos e jovens, com um aumento desta razão ocorrendo em indivíduos idosos. Um aumento significativo na percentagem das células Natural Killers (CD56+CD16+) foi observado nos longevos, sugerindo que a atividade destas células está bem preservada nestes indivíduos. Além disso, foi visto que os longevos são menos estressados, quando comparados aos outros grupos. Concluindo, nossos resultados sugerem que a combinação entre o aumento e o decréscimo de funções imunes específicas pode gerar um balanço no sistema imune, contribuindo para que se alcance a longevidade de forma saudável.
URI: http://hdl.handle.net/10923/6736
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000460008-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo640,89 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.