Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://hdl.handle.net/10923/6898
Tipo: masterThesis
Título: Acesso venoso central em crianças guiado por ultrassom
Autor(es): Zanolla, Gabriela Ruschel
Orientador: Baldisseroto, Matteo
Editor: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Fecha de Publicación: 2014
Palabras clave: MEDICINA
PEDIATRIA
VEIAS
ULTRASSOM
Resumen: Objetivo: Determinar se o US reduz número de punções, tempo de procedimento e taxa de complicações nos acessos venosos na veia jugular interna.Métodos: Estudo prospectivo, randomizado 1:1, em gênero e idade, em pacientes de 0 a 18 anos submetidos a acesso venoso central. Para análise dos dados, utilizou-se o teste de Mann-Whitney e qui-quadrado de Pearson.Resultados: Foram realizados acessos em 51 pacientes, sendo 23 guiados por US. Não houve diferença entre em grupos em relação ao peso, idade. O número de punções necessárias para acessar a veia foi menor com uso do US md (P25-P75) 3(2-5) X 1(1-2) p<0,001, bem como tempo de procedimento. Ocorreu uma diminuição das complicações com uso do ultrassom de 39% para 4,3% (p<0,009),Conclusão: O acesso venoso na veia jugular interna guiado por ultrassom foi superior a técnica tradicional em termos de tempo de localização da veia e de procedimento, de complicações e de número de punções.
Objective: The objective is to determine if ultrasound guidance for internal jugular vein catheterization can be safely performed, improving success rates and diminishing the procedure lenght and complication rates.Methods: Prospective randomized trial submiting 51 patients to central venous access. 1:1, on gender and age. The patients selected were between 0yrs – 18yrs Tha data analysis was made utilizing the Mann-Whitney Test and Pearson’s qui-squared.Results: 51 patients were submited to central venous access to internal jugular vein. 23 were US guided, and 28 procedures utilized landmark method. There was no difference betwwen groups on age and weight wise, The number of punctions to access the vein were smaller in the US group md(P25-P75) 3(2-5) X 1(1-2)p<0,001, and faster too. There was a decrease n complication rates using the US from 39% to 4,3% (p<0,009),Conclusions: The present data suggest that ultrasound guided catheterization of the internal jugular vein is more successful than the landmark method: was more rapidly done, had greater success rates and less complication rates and number of punctions.
URI: http://hdl.handle.net/10923/6898
Aparece en las colecciones:Dissertação e Tese

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción TamañoFormato 
000462339-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo722,17 kBAdobe PDFAbrir
Ver


Todos los ítems en el Repositorio de la PUCRS están protegidos por derechos de autor, con todos los derechos reservados, y están bajo una licencia de Creative Commons Reconocimiento-NoComercial 4.0 Internacional. Sepa más.