Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10923/7001
Type: doctoralThesis
Title: Impacto da asma sobre qualidade de vida, sedentarismo e capacidade muscular ventilatória e a influência do sobrepeso/obesidade em crianças e adolescentes
Author(s): Heinzmann Filho, João Paulo
Advisor: Donadio, Márcio Vinícius Fagundes
Publisher: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Graduate Program: Programa de Pós-Graduação em Pediatria e Saúde da Criança
Issue Date: 2014
Keywords: MEDICINA
ASMA
OBESIDADE
QUALIDADE DE VIDA
ATIVIDADES MOTORAS
Abstract: Introdução: Nas últimas décadas, vem ocorrendo um rápido crescimento das taxas de prevalência de asma, obesidade e sedentarismo na população infantil. Além disso, a interação entre estas doenças crônicas pode causar um comprometimento na capacidade muscular ventilatória, na qualidade de vida e nos níveis de atividade física. No entanto, ainda são escassas as informações sobre a influência do estado nutricional sobre esses parâmetros na faixa etária pediátrica.Objetivos: Esta tese teve como objetivo geral avaliar o impacto da asma sobre qualidade de vida, sedentarismo e capacidade muscular ventilatória e a influência do sobrepeso/obesidade em crianças e adolescentes.Materiais e métodos: Foram incluídos participantes com ou sem diagnóstico de asma, idade entre 6 e 18 anos, recrutados em duas escolas públicas de Porto Alegre-RS. Os sujeitos asmáticos foram selecionados através dos critérios do ISAAC e os participantes do grupo controle, a partir da ausência de sintomas respiratórios. Foram coletados dados de antropometria, questionário de qualidade de vida, avaliação do nível de atividade física (questionário e acelerômetro) e testes de capacidade muscular ventilatória. A classificação do índice de massa corporal foi realizada utilizando-se o escore-z: eutrófico (≥-2 e ≤+1), sobrepeso (>+1 e ≤+2) e obeso (>+2).Resultados: Os resultados obtidos foram separados em dois artigos. O primeiro artigo demonstrou uma redução significativa da qualidade de vida nos adolescentes do grupo asmático com sobrepeso/obesidade. No entanto, não foram encontradas diferenças significativas nos níveis de atividade física entre os grupos, independente do índice de massa corporal/faixa etária. O segundo artigo demonstrou que a resistência muscular inspiratória apresentou-se reduzida somente nos adolescentes com sobrepeso/obesidade no grupo asmático em comparação ao controle.Conclusão: De uma maneira geral, os resultados apresentados nesta tese nos permitem concluir que os adolescentes asmáticos com sobrepeso/obesidade apresentam uma redução da qualidade de vida e da resistência muscular inspiratória. Além disso, não foram encontradas alterações nos níveis de atividade física, apesar da elevada taxa de inatividade/sedentarismo demonstrada.
Introduction: In the last decades, there has been a fast growth in prevalence rates of asthma, obesity and physical inactivity in children. In addition, interaction between these chronic illnesses can cause impairment in respiratory muscle capacity, quality of life and physical activity levels. However, there is still little information on the nutritional status influence in pediatric patients.Objectives: This thesis aimed evaluating the impact of asthma on quality of life, physical activity levels and the influence of overweight/obesity in children and adolescents.Methods: Participants with or without asthma diagnosis, 6 to 18 years old, recruited from two public schools in Porto Alegre-RS were included. The individuals with asthma were selected through ISAAC criteria and the participants in the control group based on the absence of respiratory symptoms. Anthropometric data, quality of life questionnaire, physical activity levels (questionnaire and accelerometer) and respiratory muscle capacity tests were also collected. The classification of body mass index was performed through z-score: eutrophic (≥-2 and ≤+1), overweight (>+1 and ≤+2) and obese (>+2).Results: The obtained results were separated in two articles. The first article showed a significant reduction in quality of life of the overweight/obesity adolescents from the asthmatic group. No significant differences were found in levels of physical activity between both groups, regardless of body mass index/age range. The second article showed that inspiratory muscle endurance was reduced only in overweight/obese adolescents in the asthmatic group compared to the control group.Conclusion: Overall, the results presented in this thesis allow us to conclude that overweight/obese asthmatic adolescents have a reduced quality of life and inspiratory muscle endurance. In addition, no change in physical activity levels was found, despite the high rate of inactivity/sedentary demonstrated.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7001
Appears in Collections:Dissertação e Tese

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000464723-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo1,09 MBAdobe PDFOpen
View


All Items in PUCRS Repository are protected by copyright, with all rights reserved, and are licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License. Read more.