Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7209
Tipo: masterThesis
Título: A percepção dos professores sobre o processo de inclusão escolar de alunos com deficiências no ensino regular da rede municipal de ensino de Porto Alegre
Autor(es): Medeiros, Maria Luiza Gomes
Orientador: Rozek, Marlene
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: EDUCAÇÃO ESPECIAL
INCLUSÃO ESCOLAR
PROFESSORES - FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Resumo: This research aims to understand the way teachers from regular schools from the Municipal Porto Alegre Net (RME) perceive the inclusion of students with disabilities, at school. This need rose along the walk of a researcher in the educacional Field, thus since she started her journey she always had inclusion´s students and this work always took into account the individulity of these subjects face to the consctruction of the knowledge. Entering the Master Course of Education, this student faced the same dificulty of other teachers in how to deal with inclusion´s students, this way rose the need of this study. The problem researched was the perception of the teachers in the schools RME of Porto Alegre before the process of school inclusion. This research was based on a qualitative approach, using a semi-structured interview as a data collection instrument; for the analysis of data was used for Analysis of Content. The paths of theoretical research discussed issues such as the Defectologia, the school inclusion, social development and cultural subjectivity. We also search in this research the subjective aspects which involve the teachers formation as well as the meaning of teaching for the interviewees. In this investigative way an interesting dialogue rose between school inclusion of students with disabilities and social inclusion. Along the journey we could notice teachers commited with educacional inclusion and interested in learning each time more for their students. In relation to the research findings, we can cite that mean teaching to the teachers interviewed is linked to the daily challenges they face and that permeates from lack of proper training to the shortage of human resources. However, they are happy with their work, given that sought training in inclusion that could support them to improve their educational services to students with disabilities.
Esta pesquisa visa compreender como os professores que trabalham com alunos de inclusão de escolas regulares da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre (RME) percebem a inclusão de alunos com deficiências nas escolas. Tal demanda nasceu com a caminhada da pesquisadora no campo educacional, pois desde que iniciou sua jornada ininterruptamente teve alunos de inclusão e o trabalho sempre previu a individualidade destes sujeitos frente a construção do conhecimento. Com o ingresso no curso de Mestrado em Educação, a pesquisadora deparou-se com a dificuldade dos demais professores em lidar com os alunos de inclusão nas salas de aula; portanto surgiu a necessidade deste estudo. O problema pesquisado foi a percepção dos professores das escolas da RME de Porto Alegre diante do processo de inclusão escolar. Esta pesquisa foi fundamentada em uma abordagem qualitativa, utilizando a entrevista semiestruturada como instrumento de coleta de dados; para a análise de dados foi utilizada a Análise de Conteúdo. Os caminhos teóricos da pesquisa abordaram temas como a Defectologia, a inclusão escolar, desenvolvimento sócio cultural e subjetividade. Buscou-se também abranger nesta pesquisa os aspectos subjetivos que envolvem a formação dos professores bem como os sentidos da docência para os entrevistados. Neste percurso investigativo surgiu um diálogo interessante entre a inclusão escolar de alunos com deficiências e a inclusão social. Ao longo da jornada percebemos professores comprometidos com a inclusão educacional e interessados em aprender cada vez mais em prol dos seus alunos. Em relação aos achados da pesquisa, podemos afirmar que significar a docência para as professoras entrevistadas está atrelado a formação pessoal de cada uma delas e aos desafios diários que elas enfrentam destacando desde a falta de formação adequada até a carência de recursos humanos. Contudo, sentem-se felizes com seu trabalho, haja vista que buscaram uma formação em inclusão educacional que pudesse lhes dar suporte para melhorar seu atendimento pedagógico aos alunos com deficiências.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7209
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000467942-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo646,97 kBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.