Utilize este identificador para citar ou criar um atalho para este documento: http://hdl.handle.net/10923/7267
Tipo: doctoralThesis
Título: Emocionar: experiências enquanto acontecimentos utilizando as tecnologias digitais de informação e comunicação
Autor(es): Müller, César Augusto
Orientador: Santos, Bettina Steren dos
Editora: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Programa: Programa de Pós-Graduação em Educação
Data de Publicação: 2015
Palavras-chave: EDUCAÇÃO
TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
TECNOLOGIA EDUCACIONAL
APRENDIZAGEM
AUTOPOIESE
Resumo: A narrativa que proponho é o registro/testemunho das aprendizagens pelas experiências que partiram do eixo teórico do Grupo de Ações e Investigações Autopoiéticas - GAIA, da Universidade de Santa Cruz do Sul - UNISC, por meio do qual se estuda a cognição, o emocionar e a subjetivação que emergem juntas no processo de viver. A pesquisa teve como principal propósito, o emocionar: experiências enquanto acontecimento utilizando as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, que podem criar outros modos de existir por meio do aprender é viver. Porquanto, a investigação possui na sua tessitura, os seguintes vetores teóricos: Teoria da Autopoiesis de Maturana e Varela (1980; 1991; 2009); entendimentos da emoção de Damásio (1996; 2000), na complexidade pelo Ruído de Henri Atlan (1991); compreensão da experiência e acontecimento em Deleuze (1974; 2001; 2006) e reflexões sobre a técnica em Ortega y Gasset (1989; 1991).O ponto de convergência entre educação e complexidade destinou-se a gerar contribuições para uma aprendizagem que considere a inseparabilidade do aprender é viver, enfatizando o emocionar e suas implicações epistemológica e ontológica nas relações entre sujeito e máquina por meio dos pressupostos do Paradigma da Complexidade, visando uma educação profundamente vinculada à vida. A base teórico-metodológico da investigação partiu da pesquisa-intervenção Passos, Kastrup e Tedesco (2012; 2014), vinculando-se à compreensão micropolítica do cotidiano voltada para a desnaturalização das práticas instituídas, com o intuito de instigar os sujeitos da pesquisa - a refletirem sobre os modelos pedagógicos e institucionais estabelecidos, gerando ações, atuações que possam produzir movimentos para poder estar fora dos modelos tradicionais do cotidiano, deslizando pelas verdades já construídas com o intuito de abalar o dado, o acabado justamente para se diferenciar. Utilizou-se também, a autonarrativa, intuindo cartografar os desenhos do emocionar – vozes, escritas, rimas, danças, corpo, coletivo - criados na processualidade mutante e plástica da pesquisa-intervenção por meio das experiências enquanto acontecimentos utilizando as Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação.
The narrative proposed here is the testimonial register of the learning experiences originated from the theoretical axis of a study group in the University of Santa Cruz do Sul-UNISC called Grupo de Ações e Investigações Autopoiéticas – GAIA (Autopoietic Actions and investigations group). The group studies cognition, the emotion and the subjectivation that emerge together in the process of living. The research had as its main purpose, experiences while using the event Digital Technologies of Information and Communication in the creation of emotions, which can create other modes to exist through the learning with life. The research has on its basis the following theoretical vectors : theory of Autopoiesis by Maturana and Varela (1980; 1991; 2009); understanding the emotion by Damasio (1996; 2000), in the complexity through noise by Henri Atlan (1991); understanding of experience and occurrence in Deleuze (1974; 2001; 2006) and reflections on the technique in Ortega and Gasset (1989; 1991).The convergence point between education and complexity was intended to generate contributions to a learning process that consider the inseparability of “learning is live”, emphasizing the creation of emotions and its epistemological and ontological implications in the relationships between subject and machine through the assumptions of the paradigm of Complexity, aiming an education deeply linked to life. The theoretical and methodological basis of the investigation was based on the research-intervention by Passos, Kastrup and Tedesco (2012; 2014), linking to the micro political understanding of everyday life focused on the denaturalization of the instituted practices in order to instigate the subjects of research to reflect about the pedagogical and institutional models established, generating actions, performances which may produce movements that allow to be outside of the traditional models of daily life by sliding through the truths already built in order to undermine the already given, finished precisely to make difference. It was also used in the present research the self-narrative, aiming to map the drawings from emotion creation – voices, written production, rhymes, dances, body, collective - created in the mutant and plastic process of the research-intervention through the experiences while happenings or events, using digital technologies of information and communication.
URI: http://hdl.handle.net/10923/7267
Aparece nas Coleções:Dissertação e Tese

Arquivos neste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
000468748-Texto+Completo-0.pdfTexto Completo6,17 MBAdobe PDFAbrir
Exibir


Todos os itens no Repositório da PUCRS estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, e estão licenciados com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Saiba mais.